Leituras


3 livros da Plataforma21 que você precisa conhecer

A Plataforma21 é o selo jovem da VR Editora. São livros de aventura, romance, fantasia, cultura pop e tudo o que há de melhor na literatura. No mês passado, fui convidada para falar sobre um gênero que adoro no blog deles. Conversei sobre o que atrai os jovens no gênero terror.

Gosto de ler livros YA porque possuem uma narrativa leve, mas ao mesmo tempo trazem assuntos sensíveis. É possível encontrar temas como: luto, bullying, depressão, sexualidade, aceitação e/ou rejeição. E também assuntos fortes, a exemplo de: drogas, álcool, abusos físicos e psicológicos e a busca por uma identidade.

Esse ano tive o prazer de ler alguns livros do selo e decidi compartilhar 3 livros que panfletei nas redes sociais.

1- Menina feita de estrelas – Ashley Herring Blake

Ashley Herring Blake conseguiu apresentar tantos problemas em tão poucas páginas, que eu não sei nem por onde começar. Menina feita de estrelas é um livro sobre laços familiares e amizade, gênero e identidade sexual e traumas enfrentados pelas vítimas de abuso e agressão sexual. Se eu pudesse sairia distribuindo exemplares na rua, pois é um livro extremamente necessário. Entretanto, mesmo com uma linguagem leve, existem gatilhos e é bom deixar claro – que de forma responsável – a autora conversa sobre estupro, agressão sexual, abuso físico, pedofilia, bullying, luto, traumas, ataques de ansiedade e pânico. 

Mas eu estava errada de pensar que eu não conseguiria seguir em frente – todas nós somos capazes disso. Eu só não vou seguir andando pelo mudo da mesma maneira que antes. Certas partes de mim morreram. Outras ganharam vida, despertadas pela necessidade de lutar, e ter relevância, de ser ouvida.

Menina feita de estrelas

Esse livro merece a sua atenção

Eu já fiz a resenha de A menina feita de estelas aqui no blog. Mas resumindo, a autora consegue mostrar de forma clara como o estupro afeta toda a comunidade. O Brasil registra mais de 180 estupros por dia (fonte), mas mesmo lendo, acompanhando as notícias e até mesmo conhecendo algumas vítimas, nunca estamos preparados para ver alguém que amamos e confiamos fazer algo tão cruel. Então a autora fez com que eu refletisse e pensasse nas pessoas próximas que convivem com pessoas desse perfil.

Menina feita de estrelas mostra a importância e a necessidade de não se calar. Hoje, mais do que nunca, temos medo de expor o que sentimos e o que nos incomoda. Temos medo de como as pessoas irão reagir e se irão acreditar no que estamos dizendo. É preciso falar sobre consentimento. Não importa se você está em uma relação e se você já fez sexo antes com aquela pessoa. Se não é consensual, é estupro.

Sinopse

No mês de junho, quando a constelação de Gêmeos despontava no céu do hemisfério Norte, nasceram Mara e Owen. Uma irmã e um irmão unidos pelos astros. Quando a noite caía, os dois subiam no telhado de casa para observar as estrelas e compartilhar histórias. Eles estavam lá um para o outro e nada poderia separá-los.

Um dia, porém, Owen é chamado à diretoria do colégio. A namorada do garoto, Hannah, o acusara de estupro. E, como amiga e fundadora do Empodera – um coletivo feminista –, Mara sabe que tem o dever de apoiar a garota. No entanto, como fazê-lo quando o agressor é seu irmão gêmeo?

Dividida entre sua família e o próprio senso sobre certo e errado, Mara também precisa aprender a conviver com Charlie – sua melhor amiga e ex-namorada. E como se tudo isso não bastasse, um trauma do passado volta para atormentar ainda mais seus pensamentos.

2 – Mais fortes, mais velozes, mais belos – Elys Dayton

Mais fortes, mais velozes, mais belos - Elys Dayton (O futuro nos reserva a perfeição)

Em Mais fortes, mais velozes, mais belos vamos encontrar seis contos sobre modificação humana e como a ciência e a genética podem afetar nossos corpos e a nossa existência. Cada conto apresenta personagens diferentes, que precisam lidar com dilemas de seu mundo moderno. E apesar desses personagens viverem em momentos diferentes do futuro, todas as histórias se conectam.

Você pode ler a resenha e saber mais sobre esses contos aqui no blog. Porém, de forma resumida, a autora apresenta especulações e reflexões interessantes que nos fazem pensar quanto tempo falta para coisas assim acontecerem. Devemos modificar os nossos corpos? Se existir essa possibilidade, até onde essas alterações serão aceitáveis? Mais do que isso, a autora fez com que eu me atentasse e pensasse em quem teria acesso a este tipo de tecnologia. Seria algo limitado para pessoas privilegiadas?

Esse livro merece a sua atenção:

Mais fortes, mais velozes, mais belos é um livro ideal para quem quer começar a ler ficção científica. Não tem muitos termos complicados e o que pesa mesmo é a discussão sobre ética. A ideia é fazer com que você reflita sobre até onde a ciência pode ajudar ou atrapalhar com esses avanços. Se existir alguma medida capaz de salvar uma vida, você é a favor? E se o caso fosse “estende-la”? Quais seriam as implicações morais para alguém conseguir renovar o seu próprio corpo? Quem poderia julgar nossa humanidade?

Sinopse: Seis histórias interconectadas num futuro distópico. Uma obra extraordinária que explora as incríveis possibilidades da manipulação genética; e extensão da vida, bem como os dilemas éticos que podem trazer esses avanços. Os resultados vão do divino ao monstruoso. Profundamente reflexivo, comovente, aterrorizante e cheio de ação, um livro inovador tanto na forma como no conteúdo.

3 – Nasci para brilhar – Lyla Lee

Ainda estou com dificuldades para expressar tudo o que senti enquanto lia Nasci para Brilhar. A leitura foi divertida, leve, emocionante e inspiradora. Temos uma protagonista (ou melhor dizendo, heroína) forte, determinada e empoderada. Lyla Lee conseguiu, de forma tênue, tratar questões relevantes envolvendo temas como: gordofobia, bissexualidade, assédio virtual, homofobia e abusos emocionais.

Sem dúvidas, Nasci para brilhar é uma história incrível e única sobre uma adolescente que luta contra os padrões impostos na cultura musical coreana. É extremamente difícil viver em uma sociedade que exige um “padrão definido” de beleza. Com pessoas que insistem, a todo instante, em dizer como você deve ser para que seja aceita socialmente.

Você precisar ler esse livro

Acredito a mensagem principal da história seja: ir atrás do que acredita. Skye nunca duvidou do seu talento e capacidade. Ao contrário do que possa parecer, Skye se sentiu insegura em várias situações. Todavia encontrou força para enfrentar o medo e encarar o desafio. O mundo está cheio de pessoas querendo dizer quem você deveria ser. Compartilhei 5 lições que aprendi com a Skye aqui no blog.

Sinopse: Skye Shin quer ser a nova estrela do K-Pop. Mas terá que lidar com os padrões altamente gordofóbicos da indústria do K-pop, a fama repentina, o escrutínio da mídia… e uma paixão por seu principal rival.
Mas Skye sonha ser uma estrela do K-pop e, para isso, precisará quebrar os padrões que a sociedade impõe a garotas como ela.?
Quando a jovem finalmente tem a oportunidade de competir em um programa de TV que vai lançar a nova superestrela K-pop, ela se depara com treinamentos incontáveis, performances impressionantes e, claro, todo o drama desse tipo de reality show.?

Já leu algum dos livro da Plataforma 21? Qual livro YA você me recomenda?

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Minhas 5 melhores leituras de 2020

    Leituras

    Minhas 5 melhores leituras de 2020

    Por

  • Filmes & Séries

    Dash & Lily: 3 motivos para maratonar a série

    Por

  • Livros

    Mamãe está com câncer + como foi lidar com essa doença

    Por

comentários

  • Betty Gaeta

    Oi Clayci,
    Gostei do tema de “A Menina Feita De Estrelas”, vou procurar pelo livro.
    Beijos

    responder
ir ao topo

Buscar no site