Finalmente li O mal nosso de cada dia! Eu realmente não estava esperando nada dessa leitura, até saber que teria uma adaptação cinematográfica. Quando vi o elenco que faria parte do longa, fiquei bem animada; e por isso passei o livro na frente dos demais. O título é perfeito para a história. O Mal nosso de cada dia é cruel, impiedoso, cheio de violência e com vários personagens repulsivos. Temos um ambiente sórdido e os crimes acontecem com tamanha naturalidade, que chega o momento em que nem chocam mais o leitor. Assassinatos, estupros, suicídio, prostituição, sacrifício de animais, fanatismo religioso e morte – muita morte. “É difícil seguir a vida sempre do lado certo” disse. “Parece que o Diabo não descansa nunca”. O mal nosso de cada dia – Donald Ray Pollock O MAL NOSSO DE CADA DIA: SOBRE A HISTÓRIA A história começa logo após o fim da segunda guerra mundial. Willard Russel, um veterano de guerra, volta para a cidade em que nasceu carregado de traumas. Mas antes de chegar em seu destino, o soldado faz uma parada em Ohio e lá conhece o amor da sua vida. Willard cresceu em um lugar onde a religião era totalmente …

1 comentário
FacebookTwitterPinterest
Clayci Oliveira

Clayci Oliveira

Existe uma frase que consegue me descrever perfeitamente bem: “Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então“ (Alice no País das Maravilhas). Sou Whovian, Sherlockian, Slytherin e Nintendista. Apaixonada por fotografia, livros, roedores, toys e miniaturas.

Instagram

Últimas Publicações

#LiteraturaCriativa

O objetivo do Literatura Criativa é estimular e inspirar ideias de conteúdo. 

 

Saiba mais