Mais fortes, mais velozes, mais belos – Elys Dayton (O futuro nos reserva a perfeição)

por Clayci
2 comentários 86 visualizações

Em Mais fortes, mais velozes, mais belos vamos encontrar seis contos sobre modificação humana e como a ciência e a genética podem afetar nossos corpos e a nossa existência. Cada conto apresenta personagens diferentes, que precisam lidar com dilemas de seu mundo moderno. E apesar desses personagens viverem em momentos diferentes do futuro, todas as histórias se conectam.

Logo no primeiro conto é possível se familiarizar com a temática, pois não estamos em um futuro tão distante da ficção apresentada. Em “Um par compatível” a morte de uma gêmea pode salvar a vida do irmão. Evan precisa passar por algumas cirurgias delicadas e está inseguro, pois o transplante de órgãos significa se despedir de sua irmã que vive em estado vegetativo. Ela pode salvá-lo, mas Evan começa a se questionar se realmente fez a escolha certa.

Entretanto, acredito que os avanços e tecnologias futuristas começam em “Santa Ludmilla“. Nesse conto, Milla foi reconstruída após sofrer um terrível acidente de carro. Ela teve várias partes do seu corpo quebradas e foi preciso usar tecnologia e carne sintética para mantê-la viva. Mas a história se passa em um período delicado, onde estas modificações estão sendo criticadas e atacadas por grupos religiosos.

Devemos modificar o nosso corpo?

Não entrarei em detalhes sobre todos os contos. Mas a autora apresenta especulações e reflexões interessantes que nos fazem pensar quanto tempo falta para coisas assim acontecerem. Devemos modificar os nossos corpos? Se existir essa possibilidade, até onde essas alterações serão aceitáveis? Mais do que isso, a autora fez com que eu me atentasse e pensasse em quem teria acesso a este tipo de tecnologia. Seria algo limitado para pessoas privilegiadas?

Gostei de todos os contos, mas o último foi bem impactante. Neste, a autora destaca os prós e os contras desses avanços, além de discutir questões éticas. Pois nessa história, humanos e “desumanos” são segregados e incapazes de interagir entre si. Já pensou o quão assustador o futuro pode se tornar?

Mais fortes, mais velozes, mais belos - Elys Dayton (O futuro nos reserva a perfeição)

Mais fortes, mais velozes, mais belos é um livro ideal para quem quer começar a ler ficção científica. Não tem muitos termos complicados e o que pesa mesmo é a discussão sobre ética. A ideia é fazer com que você reflita sobre até onde a ciência pode ajudar ou atrapalhar com esses avanços. Se existir alguma medida capaz de salvar uma vida, você é a favor? E se o caso fosse “estende-la”? Quais seriam as implicações morais para alguém conseguir renovar o seu próprio corpo? Quem poderia julgar nossa humanidade?

Fiz a leitura de Mais fortes, mais velozes, mais belos antecipada.. Ele será lançado agora em março pelo selo Plataforma 21 e recomendo a leitura. Renderá uma auto-reflexão de qualidade.

Mais fortes, mais velozes, mais belos Book Cover Mais fortes, mais velozes, mais belos
Arwen Elys Dayton
Plataforma 21
360

Seis histórias interconectadas num futuro distópico. Uma obra extraordinária que explora as incríveis possibilidades da manipulação genética e extensão da vida, bem como os dilemas éticos que podem trazer esses avanços. Os resultados vão do divino ao monstruoso. Profundamente reflexivo, comovente, aterrorizante e cheio de ação, um livro inovador tanto na forma como no conteúdo.

Destaques:
Leitura para fãs de Black Mirror e Westworld. Um olhar distorcido para o futuro, que investiga o quão longe podemos ir em busca da perfeição.

Compre Mais fortes, Mais velozes, Mais belos pelo meu link na Amazon e ajude o blog. 

Você também poderá gostar

2 comentários

Polyana Pinheiro 11 de março de 2020 - 10:14

Que interessante! Eu conhecia o livro pois acompanho a artista que ilustrou e desenvolveu a capa mas nunca tinha parado para ler sobre o que se trata. Esse ano quero ler coisas diferentes, inclusive sci-fi e fiquei interessada nesse livro, acho que esses temas acerca de modificação humana e futurismo vão se tornar atuais em breve (ou melhor, de uma forma ou de outra já estão se tornando de acordo com o que está no alcance da ciência nos dias atuais… lembra do cientista que modificou geneticamente dois bebês?). Claro que não se compara à realidade do universo do livro, estou apenas tentando achar um paralelo.

Achei legal a proposto mas não sei se leria, não sou tão fã de contos.

Au revoir <3
http://www.tecerfloresecheirarlivros.blogspot.com

resposta
Clayci 13 de março de 2020 - 08:27

Eu achei o trabalho de arte na capa lindo demais <3

resposta

Deixe um comentário