Diário de Leitura


Diário de Leitura: Ilíada – Homero
iniciando uma nova jornada literária

Por muito tempo, adiei a leitura da Ilíada de Homero. Sempre acreditei que não estava pronta para enfrentar essa epopeia tão grandiosa e densa em sua narrativa. No entanto, após anos de procrastinação, finalmente decidi encará-la e registrar minhas impressões aqui no blog. Estou lendo no meu ritmo, ou seja, bem devagarzinho. Não quis estipular metas para não me desanimar e estou gostando da leitura. Vou tentar compartilhar essa experiência sobre a obra de Homero, na esperança de inspirar outros leitores a se aventurarem nessa jornada literária tão rica e significativa.

Confesso que, no início, a leitura foi um pouco desafiadora, mas aos poucos estou me familiarizando com a história e me apaixonando ainda mais pela mitologia grega. Nunca havia lido uma narrativa em canto antes. E é maravilhosa a sensação de descobrir um novo estilo literário. A “Ilíada” conta a história da Guerra de Troia, onde os gregos lutaram contra os troianos. É uma história épica e repleta de personagens marcantes e acontecimentos intensos. Eu sempre fui fascinada pela mitologia grega e estou animada para aprofundar ainda mais meus conhecimentos sobre esse universo tão grandioso.

Durante a leitura da Ilíada tenho contado com a ajuda do podcast ‘Noites Gregas (do professor Cláudio Moreno), que tem me proporcionado uma compreensão mais profunda da obra e de seu contexto histórico.

Ainda estou no comecinho (no canto I) com a invocação das musas. Homero começa narrando a disputa entre Agamenon, o comandante chefe do exército grego, e Aquiles, o mais poderoso guerreiro dentre os gregos Mas já estou animada para prosseguir. A “Ilíada” é um clássico da literatura mundial e, mesmo que a leitura seja desafiadora, sei que será uma experiência enriquecedora. Espero que vocês possam acompanhar essa aventura comigo e se apaixonar pela mitologia grega tanto quanto eu! Já leu Homero?

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Desconectando do mundo lá fora: um pouco do meu quarto

    como fiz do meu quarto um lugar de tranquilidade e criatividade

    Life

    Desconectando do mundo lá fora: um pouco do meu quarto

    Por

  • explorando as exposições do Museu

    Around

    Um passeio pelo Museu do Ipiranga

    Por

  • A riqueza da mitologia grega e sua influência na obra de Madeline Miller

    Livros

    A canção de Aquiles: Uma releitura sensível sobre o amor e a tragédia

    Por

comentários

  • Tay Ribeiro

    Amei o post. Sabe, sempre tive muito receio de ler clássicos pois tentei quando não tinha maturidade suficiente e acabei achando chato.
    Amei saber que você está dando uma chance para os clássicos e até me deu vontade de tentar também.
    Bejjos

    responder
  • Aline

    Oi, eu nunca li esse livro, mas fiquei com vontade. Vou acompanhar sua leitura aqui.
    Eu vivo querendo fazer diários de leitura e nunca faço e talvez escrever no blog seja uma forma de fazê-los que funcione melhor. Parece uma leitura compartilhada. Fiquei bem empolgada pra “ler” o livro com você por aqui!

    Um abraço

    responder
  • karolini barbara

    Nunca li, moça.
    Mas tenho uma curiosidade enorme para ler.
    Tenho me aventurado nos clássicos e gostado da experiência.
    Por hora estou encarando Eça de Queiroz (uma linguagem bem diferente).
    Vou acompanhar mais da sua leitura!

    Karolini Barbara

    responder
ir ao topo

Buscar no site

plugins premium WordPress
A canção de Aquiles: 5 motivos para ler Conheça a Quanti Café Joana D’Arc: Descobrindo sua voz e seu lugar no mundo Tatuagem Literária: A vida invisível de Addie LaRue