Fotografia


Lady Killer (Vol.2) – Joëlle Jones (Josie Schuller está mais sanguinária do que nunca)

Eu gostei tanto do primeiro volume de Lady Killer, que foi difícil controlar a ansiedade e aguardar o lançamento do segundo. Josie Schuller é uma esposa dedicada, mãe amorosa, cozinheira de mão cheia e uma excelente companhia. São tantas qualidades que fica difícil suspeitar de suas ações. Mas existe um pequeno detalhe – que a impede de ser a representação ideal de uma dona de casa nos anos 60 é uma assassina nas horas vagas.

No volume anterior, depois de toda aquela bagunça na feira, Josie abriu mão do grupo que a contratou como assassina profissional. Ela e sua família se mudaram para a Flórida e agora ela está trabalhando por conta própria. O problema é que ao assumir essa nova vida, Josie encontra dificuldades para manter a sua dupla personalidade. Se antes ela tinha apoio em seus trabalhos, agora é preciso fazer tudo sozinha – inclusive a limpeza da área. E a autora realmente mostra a dificuldade de Josie ao ter que lidar com o serviço sozinha, pois vemos seu aperto ao tentar carregar os corpos maiores que o dela.

Lady Killer (Vol.2) - Joëlle Jones (Josie Schuller está mais sanguinária do que nunca)

Existem sete regras para você gerenciar seu próprio negócio.
Um: Perseverança é essencial. O preço do sucesso é trabalho duro, então mesmo que você perca ou ganhe, você pode se orgulhar de ter feito o melhor que podia.
Dois: Aprenda com os seus erros. Veja além da falha, é assim que você evolui.
Três: É preciso dar pequenos passos para criar o seu negócio. Comece com o que você tem, e construa o que você precisa.
Quatro: Esteja sempre preparada.
Cinco: Tenha as ferramentas certas para o trabalho, mas acima de tudo…
Seis: Não tenha medo de sujar as mãos. E por último…
Sete: Confie em seus instintos.

Lady Killer – Vol. 2

mais sanguinária do que nunca…

Durante um trabalho, Josie foi surpreendida com a presença de Irving. Sua presença sombria oferece ajuda para limpar a área e se livrar dos corpos, tudo isso em troca de uma pequena comissão. No começo parecia ser uma boa saída, afinal, Josie precisava de tempo para se dedicar a sua família, porém, ela não fazia ideia de que o aparecimento de Irving transformaria sua vida em um inferno.

Preciso confessar que gostei mais desse volume do que do anterior. Temos um pouco do passado de Josie e fica mais fácil compreender as suas ações. Sem falar que o relacionamento complicado com a sua sogra ganha novos conflitos. Mama Schuller esconde muitas coisas sobre seu passado e agora que sabe sobre a personalidade da nora, fará de tudo para mostrar onde ela está se metendo e afastá-la do seu filho.

Lady Killer (Vol.2) - Joëlle Jones (Josie Schuller está mais sanguinária do que nunca)

Lady Killer é a desconstrução do papel da dona de casa. Essa graphic novel contém muito sangue, ação e um humor característico da época. Josie gosta do que faz e, ainda que dedicada e talentosa, sofre por ser mulher. Ela não brinca em serviço, mas tem que tolerar o assédio sexual, além daquela discussão sobre o direito da mulher trabalhar com o que quiser.

Teve uma reviravolta que eu não estava esperando no final e agora fiquei aqui, na expectativa por uma sequência. Será?

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • "Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória."

    Livros

    Mansão Gallant – V.E. Schwab

    Por

  • Melhor te amado, e deopis perdido, do que jamais saber o que é amo?

    Livros

    As musas – Alex Michaelides

    Por

  • Império do Vampiro - Jay Kristoff

    Algumas pessoas nascem com sorte. E algumas pessoas fazem a própria sorte.

    Livros

    Império do Vampiro – Jay Kristoff

    Por

comentários

ir ao topo

Buscar no site

Trechos do livro A sociedade de Atlas Trechos do livro: Mansão Gallant Dark Academia O que é? Ficção Científica: 5 livros pra quem quer começar