A Caçadora #1 – Kiersten White. Retornando ao universo de Buffy, a caça-vampiros

por Posted on 23 Comments 4 min. de leitura 85 visualizações

A Caçadora é o primeiro livro da série A Última Caça-Vampiros da autora Kiersten White. Foi publicado pela Plataforma21 e se trata de um spin off, que se passa no mesmo universo de Buffy, a Caça-Vampiros.

SOBRE A HISTÓRIA

Nina e Artemis são gêmeas e apesar da semelhança física, são completamente diferentes uma da outra. Artemis sempre foi determinada e faz de tudo para se destacar nos estudos. Ela protege a sua irmã e se esforça para se tornar uma das melhores Guardiãs. Nina é habilidosa, boa ouvinte e tem o dom de curar as pessoas. Contudo, não conseguiu se destacar o suficiente para se tornar uma guardiã. Elas cresceram em uma Academia de Vigilantes e desde cedo são treinadas para proteger e guiar as Caçadoras escolhidas.

Quando um cão infernal aparece para atacar Nina e os seus amigos, a jovem descobre habilidades que até então eram desconhecidas. Em questão de segundos, para o espanto dos que estavam ao redor, Nina derrota a besta demoníaca. Mesmo se sentindo diferente nos últimos meses, Nina não fazia ideia de que era a escolhida e de que possuía todas as habilidades de uma caçadora em potencial.

A Caçadora - Kiersten White

A última caçadora

Para ser honesta, quase ninguém desconfiava disso. Nina não tem o perfil esperado para ser uma caçadora. Ela é serena e nada violenta; nunca foi de chamar muito a atenção para si e gosta de cuidar daqueles que precisam. E justamente por ser assim, acabou vivendo à sombra da sua irmã.

Buffy não está aqui agora. Mas eu estou. Eu sou a última caçadora.

Artemis sempre a protegeu e fez de tudo para que ela ficasse em segurança. Falando assim até parece que ela é sua mãe, não é mesmo? Podemos dizer que Artemis assumiu esse papel, mesmo com a mãe delas presente. As irmãs são cúmplices e aprenderam desde cedo a se virarem sozinhas, já que a mãe é membro proeminente do Conselho e não concorda com a filha ser a escolhida.

O fato é que Nina não pediu para ser caçadora. Ela odeia a Buffy com todas as suas forças e supõe que seu pai morreu por causa dela. Da mesma forma que julga ter sido ela o motivo para o desaparecimento da magia no mundo. Mesmo contra a sua vontade, Nina terá que enfrentar esse ódio pela Buffy, desafiar a sua mãe e todas as pessoas que duvidam dela. Só então iniciará um treinamento ao lado do seu guardião Leo, para conseguir provar que é capaz de ser a última escolhida.

MINHA OPINIÃO

Ainda que eu não seja muito fã de histórias sobrenaturais, assumo que era apaixonada pela série Buffy a Caça-Vampiros. Quando soube que esse livro era um spin-off do seriado, fiquei empolgada e nostálgica. Buffy me fez companhia em várias tardes e considero “Spike e Buffy” o primeiro casal que shippei.

Mas apesar da história se passar no mesmo universo, não vamos ter contato direto com a Buffy. Então, se você nunca assistiu o seriado (ou o filme) e tiver curiosidade pela história, pode se jogar sem medo. A Caçadora acompanhará Nina e todas as suas inseguranças. Ela sempre viveu à sombra da irmã e nunca teve a mãe presente. Ela possui pensamentos destrutivos e se culpa por ser quem é.

Em vários momentos fiquei com raiva das pessoas que a cercavam. Quando Nina descobriu que era a escolhida, foram poucos que encararam essa notícia com orgulho. Por ser insegura e não ter o apoio devido, a jovem tem medo de fazer as escolhas erradas e prejudicar a todos que ama. Fiquei com medo de chegar na última página sem enxergar uma evolução da personagem. Mas fui surpreendida positivamente e achei que para o início de uma série, ela foi bem trabalhada e amadureceu aos poucos.

A caçadora é uma leitura leve e bem humorada

A construção do ambiente foi bem feita. Grande parte da história se passa em Dublin e achei isso incrível. Além de vampiros, vamos encontrar outras criaturas diferentes como lobisomens, zombies e até mesmo zompires (uma mistura de vampiros com zumbis). Tem também demônios que trocam de pele, se alimentam de emoções e se curam sozinhos.

Demorei para me conectar com a protagonista. Ela se sentia um peso na vida das pessoas e sempre que aparecia uma descoberta nova, encarava o fato como um fardo. Mesmo entendendo as suas motivações, nada justifica agir de forma egoísta sem pensar nas consequências. Isto me irritou um pouco, porém fiquei feliz ao ver que suas atitudes melhoravam conforme a história.

A história é bem previsível, antes da metade do livro já dá para imaginar o que vai acontecer. Entretanto, a narrativa é envolvente e não dá vontade de largar o livro. Estou ansiosa pela continuação.

Vocês gostavam da Buffy?

A Caçadora Book Cover A Caçadora
A Última Caça-Vampiros
Kiersten White
Plataforma 21
410

Nina e sua irmã gêmea, Artemis, estão longe de serem garotas comuns. Na verdade, é praticamente impossível ser quando se cresce numa escola de guardiões, que é um tanto diferente do tipo de escola que estamos habituados. Nela, os estudantes são treinados para guiar e proteger caçadoras – estas, Escolhidas capazes de enfrentar as forças da escuridão. Mas, enquanto a mãe de Nina é membra do Conselho dos Guardiões, a jovem nunca incorporou o estilo violento que lhe é esperado… Em vez disso, segue seus instintos de cura e de cuidar, ganhando aos poucos seu espaço como a paramédica da escola. Até o dia em que a vida de Nina muda para sempre: a jovem torna-se uma Escolhida. E o pior: ela é a última Escolhida, para sempre. Ponto-final. Tudo culpa de Buffy – a famosa caçadora que o pai da jovem morreu para proteger. Assim, conforme Nina aperfeiçoa suas habilidades de caçadora com Leo, seu guardião em treinamento, há uma porção de eventos que a mantêm ocupada. Isso inclui demônios soltos por aí e uma criatura sombria que insiste em aparecer em seus sonhos… Mas é quando uma série de assassinatos começa a ocorrer que seus poderes são colocados à prova: ela sabe que alguém que ama poderá ser o próximo. Para a jovem, não há dúvidas. Ser a Escolhida é fácil. Difícil mesmo é fazer as escolhas certas. Uma verdadeira ode à clássica série Buffy, a Caça-Vampiros, escrita por uma de suas mais respeitáveis fãs – a autora best-seller Kiersten White. Os que se iniciam agora no buffyverso terão um novo e irresistível mundo a ser explorado; os fãs de longa data, um deleite que respeita todos os detalhes do legado e expande o universo da lendária Buffy.

Receba as publicações por e-mail

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

23 Comments
  • Beatriz Andrade
    agosto 19, 2019

    Acredita que eu nunca vi Buffy? Na época que dava eu não curtia e hoje que gosto do tema eu não sei se gostaria da série, mas em compensação esse livro sim me interessou (vai entender!)

    • Clayci
      agosto 20, 2019

      hahahah eu entendo sim <3
      Não sou muito fã de sobrenatural, mas gosto de Buffy.

  • Mara Cerqueira Santos
    agosto 19, 2019

    Primeira coisa que preciso dizer, suas fotos estão maravilhosas neste post! Tô apaixonada! <3

    Não sabia que essa história era um spin off, não assisti a série, mas a conheço. O gênero não é muito o meu estilo, mas sua resenha me despertou a vontade de ler!!!

  • Mara Santos
    agosto 19, 2019

    Primeira coisa que preciso dizer, suas fotos estão maravilhosas neste post! Tô apaixonada! <3

    Não sabia que essa história era um spin off, não assisti a série, mas a conheço. O gênero não é muito o meu estilo, mas sua resenha me despertou a vontade de ler!!!

  • Alin Coelho
    agosto 17, 2019

    Que interessante, não conhecia essa série. Mas lendo suas palavras tive certeza que irei gostar qnd ler. Eu gostava de Buffy, mas acho que só vi a primeira temporada. Mas gostei da ideia do livro.
    Valeu demais pela dica, parabéns pela leitura e pelo ótimo texto.

    • Clayci
      agosto 19, 2019

      Se você gostou de Buffy, acredito que vc vai gostar dessa leitura *_*

  • PS Amo Leitura
    agosto 16, 2019

    É a primeira resenha que leio deste livro e gostei. Eu nem sabia que era um spin-off haha fiquei curiosa e o fato de não ter assistido e nada, com certeza vou me jogar sem medo na leitura 😀 e aliás, suas fotos são incríveis! Não canso de dizer isso <3

    Beijos,

  • Kelly Alves P.D.I
    agosto 15, 2019

    Oi Clayci,
    Já tem um tempo que estou namorando esse livro, não só pela Buffy que também me fez companhia em várias tardes, mas pela capa que é linda de morrer. Eu gosto muito de histórias sobrenaturais, e amei sua resenha, sincera e direta, o que colaborou para aguçar minha curiosidade, só é uma pena não ter contato com a Buffy, acho que os fãs da série iam pirar hahahah

    Beijokas

    • Clayci
      agosto 16, 2019

      Oi Kelly, tudo bem?
      Então eu acredito que vc vai gostar. É um clichêzinho fofo

  • Thainá Christine
    agosto 15, 2019

    Mesmo ainda faltando duas temporadas para finalizar Buffy, posso dizer que amo de paixão o seriado. Não tive contato quando mais nova, mas desde que a descobri na Netflix há alguns anos eu nunca mais parei de admirá-la, acredito que a encontrei no momento certo. Por isso estou bem ansiosa para ler esse livro, mesmo que a própria Buffy não apareça. Gosto desse enredo de “ser a escolhida” e acredito que a partir disso dá para criar histórias muito boas. Como leio muita coisa pesada, sei que esse livro será uma ótima maneira de sair de temas negras e deixar minha mente suavizar por um tempo.

    • Clayci
      agosto 16, 2019

      Ahhh então eu acredito que vc vai gostar dessa história simmmmm <3

  • Yelloobow
    agosto 14, 2019

    Nunca vi nada da Buffy ou algo que habita a história, mas esse livro é muito interessante logo por ser de fantasia que é algo que amo! Adicionei ao meu wish e olha, dica maravilhosa! Ótima resenha!

  • Vivi
    agosto 14, 2019

    Oi Clayci, eu lembro do seriado da Buffy, mas não lembro de ter assistido. Eu gosto de livros com sobrenatural, este eu ainda não conhecia, mas curti tua resenha.
    As fotos estão lindas!
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

  • Liv
    agosto 14, 2019

    Cresci vendo algumas das temporadas de Buffy e meu único arrependimento é não ter terminado a série, acho que foi ali que comecei a gostar muito de histórias envolvendo magia e monstros. Acho que mesmo tendo alguns defeitos, eu sentiria muita nostalgia com essa leitura. Fico feliz em saber que existe uma evolução da personagem também, acho isso muito importante nas histórias!
    Abraço,
    Liv

    • Clayci
      agosto 14, 2019

      Eu não acompanhei os episódios na ordem XD~~~
      Eu acho que vc iria gostar dessa história.

  • Vanessa
    agosto 14, 2019

    Heey!
    Que livro incrível! Eu assisti Buffy, mas não cheguei a terminar. Gosto bastante de histórias sobrenaturais então sua resenha me animou muito pra fazer a leitura. Me lembrou um pouco de “A mediadora” da Meg Cabot.
    Ótima resenha.

    Beijos.

    • Clayci
      agosto 14, 2019

      Eu nunca li essa série, acredita?
      Para ser sincera nunca li nada da Cabot

  • Karine Fernandes
    agosto 14, 2019

    As fotos estão deslumbrantes, meus parabéns, são apaixonantes. Mas confesso que o universo fantástico não me atrai mais a alguns anos, então dificilmente eu faria essa leitura, mas ainda assim eu gostei de conferir sua opinião sobre, e como disse: fiquei apaixonada pelas fotos, parabéns sua fofa.

    Beijos

    • Clayci
      agosto 14, 2019

      Completamente compreensível =)
      Eu amo esse gênero e me sinto igual em relação a outros gênero

Previous
Guerra do Velho – John Scalzi
A Caçadora #1 – Kiersten White. Retornando ao universo de Buffy, a caça-vampiros

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE