SOBRE A HISTÓRIA

Imagine um mundo onde a educação e as oportunidades são concedidas apenas aos homens. Bom, não é preciso imaginar muito devido a nossa realidade, não é mesmo? Bem-vindo à Abadia Vermelha, um santuário construído por oitos mulheres, que precisaram fugir da perseguição por serem quem são. Qualquer noviça que procurar ajuda na Abadia Vermelha receberá proteção e aprenderá os ensinamentos de uma antiga e sagrada magia perdida há muito tempo.

Maresi é uma das noviças mais antigas e curiosamente sua história é diferente da maioria das moradoras da Abadia. Ela é uma das poucas que veio de uma família amorosa, sem sofrer qualquer tipo de abuso. Seu pai não quis que ela partisse, mas para salvá-la achou melhor entregá-la para as Irmãs. Foi durante o Inverno da Fome, aos 13 anos, que Maresi chegou na Ilha atrás de conforto; e desde então aprende e compartilha o seu conhecimento com as novas moradoras.

Maresi - Maria Turtschaninoff

Algumas portas mantém você para fora, algumas guardam segredos e outras deixam algo perigoso trancado.

Maresi – Maria Turtschaninoff

Agora com 17 anos, acostumada com a sua rotina, Maresi terá que conviver e ajudar a nova moradora da ilha. Jai chega fragilizada e carregada de traumas; ela terá que se adaptar lentamente a sua nova vida. Mesmo estando em um lugar longe da presença dos homens, a jovem não consegue se sentir segura e se esquecer do seu passado. Agora, todas as mulheres da Abadia Vermelha, terão de se unir para proteger Jai e a ilha de um perigo que está se aproximando.

MINHA OPINIÃO

Eu realmente não sabia o que esperar dessa leitura, mas posso adiantar que fui surpreendida positivamente. Maresi é uma fantasia feminista que fala sobre fé, esperança, magia, amizade e aprendizado. Finalizei a história em poucas horas e não vejo a hora de ler o segundo volume dessa trilogia.

Temos uma sociedade bem machista e patriarcal. As mulheres são humilhadas diariamente e não tem voz, por isso a ilha se revela um abrigo seguro. No entanto, a Abadia é vista como uma lenda, são poucas as mulheres que conseguem escapar de um destino desumano para se ver cercada de sabedoria.

Maresi - Maria Turtschaninoff

Conhecer a ilha na visão de Maresi, fez com que eu me sentisse acolhida. E o mais interessante , na minha opinião, foi ver que a magia não era algo definido. As mulheres se ajudam, cada uma com sua tarefa e quando necessário se unem para proteger onde vivem. Mas fiquei me perguntando até onde os eventos eram coincidência ou fé e gostei dessa liberdade para refletir

Por que falam de poder e não conhecimento? – Porque conhecimento é poder.

Maresi – Maria Turtschaninoff

Comecei a leitura com a visão ingênua de Maresi. Ela é jovem, inocente e veio de um lar amoroso. Porém, a narrativa evoluí e os acontecimentos a tornam mais sábia. Quando ela compreende o que realmente aconteceu com Jai, passa a entender (e a ter medo) da sociedade fora da ilha.

Não consigo falar muito da história sem soltar spoiler, mas preciso dizer que esse livro entrou para os meus favoritos. E esta edição da Morro Branco está linda.

Maresi Book Cover Maresi
As Crônicas da Abadia Vermelha #1
Maria Turtschaninoff
Fantasia
Morro Branco
200

Uma história sobre amizade e sobrevivência, magia e encantamento, beleza e terror.

Maresi chegou à Abadia Vermelha quando tinha 13 anos, durante o Inverno da Fome. Antes disso, só ouvira rumores e fábulas sobre o lugar. Em um mundo onde garotas são proibidas de estudar ou seguir seus próprios sonhos, uma ilha habitada apenas por mulheres soava como uma fantasia incrível. Agora Maresi vive ali e sabe que é real. Ela está segura.

Tudo muda quando Jai, com seus cabelos emaranhados, cicatrizes e roupas sujas, chega em um navio. Ela fugia da crueldade e dos perigos escondidos em sua terra natal – mas os homens que a perseguem não vão parar por nada, até encontrá-la.

Agora as mulheres e meninas da Abadia Vermelha terão que usar seus poderes e conhecimento ancestral para combater as forças que desejam destruí-las. E Maresi, assombrada por seus próprios pesadelos, deve confrontar seus mais profundos e terríveis medos.