E a espera acabou! A segunda temporada de You já está disponível no catálogo da Netflix, com um novo elenco em uma nova paisagem. Se você ainda não leu a minha crítica sobre a primeira temporada, leia.

Algumas coisas precisam ficar no passado e Joe Goldberg achou melhor deixar a sua identidade enterrada junto com a Beck. Ele lamenta que seu relacionamento não tenha dado certo e acredita que nunca mais irá se apaixonar por alguém. Joe até tentou seguir em frente com a sua livraria, mas o aparecimento de Candace o fez tomar uma atitude drástica.

Com medo do que sua ex-namorada pudesse fazer, Joe resolveu fugir para Los Angeles e assumir outro nome. Agora, ele é Will Bettelheim e só quer seguir em frente, deixando todo o seu passado sombrio para trás. Apesar de tudo, Will continua apaixonado por livros e consegue um novo emprego como vendedor em uma pequena livraria na cidade. Tudo estava indo bem, até Will encontrar e se apaixonar por Love Quinn.

You: 2ª temporada - procurando o amor nos lugares errados

Recomeço

Sei que é isso que eu ganho por me esforçar tanto. Não posso amar de novo. Não posso arriscar. É perigoso demais. O único recomeço possível é um começo sem amor.

You – Episódio 1: Recomeço

E de repente a cena se repete: Will começa a investigar as amizades, família e tudo o que atrai a atenção do seu novo alvo, Love. Mas apesar de seguir os mesmos padrões e cometer os mesmos deslizes, preciso dizer que gostei mais dela do que da Beck. Na temporada anterior, Joe tentava moldá-la, pois apesar do relacionamento entre eles, Beck deixava claro que não sabia o que queria para a vida dela. Nessa nova temporada, consegui sentir uma conexão entre Love e Will.

Fiquei super feliz quando soube que a atriz Victoria Pedretti interpretaria a Love. Gostei da sua atuação em A maldição da residência Hill e desejei ver as coisas na sua perspectiva nessa temporada de You. Love é uma cheff de cozinha talentosa e trabalha no mesmo local que o livreiro. Ela veio de uma família complicada e completamente tóxica, mas é dedicada e apaixonada pelo seu irmão Forty (que é viciado em drogas).

You: 2ª temporada - procurando o amor nos lugares errados

Um novo homem, uma nova obsessão

Entretanto, esse “amor verdadeiro” que Will diz sentir por Love, não o impede de se envolver em situações perigosas, colocando a vida de várias pessoas em risco. Ele quer mudar a sua personalidade e acredita que conseguirá ao se envolver com a cheff de cozinha. Acontece que Will não conseguiu deixar o seu lado “protetor” para trás e além de Love, ela terá que assumir o controle – mais uma vez – e cuidar da sua vizinha Ellie (uma adolescente de 15 anos).

Ela é a irmã da síndica do prédio que Will está morando e é apaixonada por filmes. Sua irmã é jornalista e já se envolveu com pessoas erradas a ponto de colocar Ellie em risco. Will se sente na obrigação de protegê-la e passa a vigiar seus passos. Será que ele vai conseguir dar conta de protegê-la enquanto foge da Candace e tenta viver seu relacionamento com a Love?

O que achei da segunda temporada de You?

Não vou mentir que o final da primeira temporada me deixou ansiosa e curiosa para saber o rumo que a história tomaria. Eu não li a obra original e por isso não via a hora de chegar essa segunda temporada. No entanto, demorei para me sentir envolvida com os novos episódios. Gostei da mudança de cenário e ver a forma com que Joe enxergava Los Angeles, como todos os seus clichês, foi ligeiramente divertido.

You: 2ª temporada - procurando o amor nos lugares errados
YOU Penn Badgley and Victoria Pedretti

Ao contrário da temporada anterior, teve várias reviravoltas e revelações nesta. You é narrado de maneira única , pelo ponto de vista do próprio Joe. Isso faz com que o expectador ouça a forma como ele interpreta os seus sentimentos por Love e como é incapaz de ver em si mesmo as características abusivas e violentas que ele tanto detesta em outros homens.

Inclusive, teremos mais sobre o seu passado em alguns flashbacks que vão surgindo na trama. Finalmente teremos um pouquinho mais sobre a sua infância e a relação que tinha com a sua mãe. Como já imaginava, pelo menos na visão perturbada dele, sua família era problemática. Tanto que nos episódios finais o próprio protagonista questiona se ele seria diferente caso tivesse outras oportunidades. E isso me fez refletir sobre até que ponto a estrutura familiar a que a criança pertence tem influência nos seus comportamentos?

Queria ver mais de Candace

Também gostei da forma que introduziam a Candace nessa temporada. Senti que ela representou perfeitamente bem a falta de assistência na violência contra as mulheres. Ela tentou buscar ajuda legal, mas ninguém a levou a sério por conta do seu histórico psiquiátrico. O que também me fez pensar em como certos traumas influenciam em nossas ações.

Sei que a proposta principal da série é mostrar a visão perturbada de um psicopata. Tanto que incomoda a forma com que ele encontra as soluções para justificar os seus atos. Esse incômodo só mostra que o trabalho foi muito bem feito. O próprio ator, em uma entrevista, pediu para que não romantizassem o personagem e entendessem que se trata de um assassino cruel. Mas não posso deixar de citar que me senti insatisfeita com o desfecho dado a um personagem que era pedófilo. Achei que faltou responsabilidade na hora de introduzi-lo e na forma de abordar esse assunto tão sério e delicado. Não vou dar spoilers, mas queria que ele pagasse pelo que fez de outra forma e não ter saído como herói.

Ignorando esse fato infeliz, me sinto culpada por gostar de uma série tão problemática. Entendo as pessoas que romantizam as ações de Joe, pois ele é manipulador e age de uma forma agradável. Mas não se iluda! Nós o vemos piorar ainda mais nessa temporada, fantasiando sua relação e enfiando os pés pelas mãos.

Trailer da segunda temporada de You

O final me deixou impactada e ainda não consegui digerir o que aconteceu, não sei se estou pronta para encarar outra temporada.

9 comentários
FacebookTwitterPinterest

NO PINTEREST

Últimas publicações