Maternidade


Diário de gravidez: : Respeitando as Escolhas de Cada Mãe
A maternidade não é uma competição

Diário de Maternidade: : Respeitando as Escolhas de Cada Mãe

A maternidade não é fácil, né? Ser mãe de primeira viagem é uma experiência única e emocionante. É um período repleto de descobertas, alegrias e também desafios. No entanto, algo que pode surpreender muitas mães novatas é a quantidade de opiniões não solicitadas que começam a surgir assim que você anuncia a gravidez.

É como se, de repente, todo mundo se sentisse no direito de invadir o seu espaço pessoal e opinar sobre todas as decisões que você toma, desde a escolha do nome do bebê até a forma como você planeja alimentá-lo. O que é ainda mais surpreendente é a ideia de que a maternidade precisa ser uma experiência sofrida e desgastante para ser validada.

A maternidade só é validada quando estamos sobrecarregadas?

Por que as pessoas assumem que a maternidade só é real quando a mãe está exausta e sobrecarregada? Por que existe essa pressão para que as mães se encaixem em um determinado molde, em vez de abraçarem a maternidade do seu próprio jeito?

A verdade é que não há uma maneira certa de ser mãe. Cada mãe é única, assim como cada bebê é único. O que funciona para uma família pode não funcionar para outra, e isso está perfeitamente bem. A maternidade é uma jornada de autodescoberta, aprendizado e crescimento, e não uma competição para ver quem está mais exausta.

Então, por que não podemos facilitar as coisas para as mães? Por que não podemos apoiar umas às outras, em vez de julgar? A maternidade já vem com suas próprias dúvidas e incertezas, não precisamos adicionar o peso das expectativas alheias aos nossos ombros.

Vamos respeitar as escolhas de cada mãe e lembrar que não há um único caminho para ser uma mãe incrível. Devemos amar a maternidade do nosso jeito, porque é assim que a jornada se torna verdadeiramente nossa.

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Maternidade

    Tentando lidar com a solidão Materna

    Por

  • Dois Meses de Cora: Descobertas, Desafios e Muito Amor

    Sobrevivendo ao Combo 'Hora da Bruxa' e Crise dos Três Meses

    Maternidade

    Dois reais ou um salto de desenvolvimento misterioso?

    Por

  • Maternidade

    Dois Meses de Cora: Descobertas, Desafios e Muito Amor

    Por

comentários

  • Any

    Eu penso muito sobre maternidade e como eu gostaria que esteja minha vida quando isso acontecer para mim. Eu tenho opiniões e visões que divergem das mães ao meu redor e nossa, imagino o quanto receberei palpites não desejados.
    Que muita sabedoria e paciência sejam depositadas no coração de cada mamãe, não é fácil, eita!
    Teu blog é lindo demais, Clayci <3

    responder
  • Uaba

    Olá Clayci!
    Seu blog é lindíssimo, fiquei maravilhada com sua estética perfeita!
    Eu não sou mãe, mas concordo plenamente com você. Cada experiência é única e o mundo já é cruel demais com as mulheres e as mães, e todo mundo deveria fazer o possível para tornar a maternidade o mais leve possível.
    Adorei conhecer seu blog, voltarei mais vezes.
    Um beijo,
    Uaba

    responder
  • Aline Amorim

    Disse tudo!! E to amando ler os posts sobre maternidade!
    Eu descobri minha gravidez há duas semanas e já comecei a receber alguns palpites e opiniões não solicitadas.
    Quando os conselhos vem da minha mãe ou da minha sogra, nunca é de uma maneira invasiva, e eu amo.
    A frase que eu passei a odiar é “agora tem que comer por dois.”

    responder
    • Clayci Oliveira

      Oi Aline!! Que notícia maravilhosa, parabéns
      To muito feliz mesmo

      responder
ir ao topo

Buscar no site

plugins premium WordPress
5 lições que aprendi no meu puerpério até agora Ritual de Leitura A canção de Aquiles: 5 motivos para ler Conheça a Quanti Café