Livros


Circe – Madeline Miller
Sua força está em todas as suas falhas e fraquezas relacionáveis.

Ganhei Circe como presente de aniversário da minha sogra. O livro estava na minha lista de desejados já faz um tempo, por isso fiquei muito empolgada quando abri o pacotinho. Nem me senti culpada quando passei esta leitura na frente das outras. Não sei muito sobre Circe, mas sempre me interessei pela sua História. Na mitologia grega, ela era uma feiticeira, especialista em venenos. Ela conhecia a potência das ervas e, segundo a lenda, transformava os homens em animais.

Deixe-me dizer o que a magia não é: não é poder divino, que vem com um pensamento e um piscar de olhos. Deve ser feita e trabalhada, planejada e procurada, desenterrada, secada, fatiada e moída, cozinhada, encantada e cantada. Mesmo depois de tudo isso, pode falhar, ao contrário dos Deuses. Se minhas ervas não estiverem frescas o suficiente, se minha atenção vacilar, se minha vontade for fraca, as poções se tornam chocas e rançosas em minhas mãos.

CIRCE

O que iremos encontrar nesta edição

Essa versão da Madeline Miller é extremamente convidativa. Nela, vemos o crescimento de Circe, assim como os traumas vividos por ela ainda criança. No livro, ela leva uma vida bem solitária. Circe cresceu em um ambiente completamente hostil, cercada de Deuses, ninfas e titãs. Mas ela era invisível! Acreditava (e faziam com que ela acreditasse) não ter os atributos necessários para ganhar o merecido destaque.

Por conta disso, Circe começa a se refugiar no mundo dos humanos até se apaixonar por um deles. Ela era inocente e negligenciada, por essa razão confiou cegamente na primeira pessoa que deu a atenção que ela nunca teve. Até que descobriu que a antipatia está presente em todos os lugares. Foi quando viveu sua primeira ilusão amorosa, que Circe descobriu o seu verdadeiro poder. Mas por não saber lidar com ele, acabou sendo expulsa e confinada em uma ilha deserta. Eles tinham medo do que ela pudesse fazer algo contra os demais Deuses.

Apesar de ter crescido em um ambiente desagradável, foi na ilha que Circe se viu sozinha de verdade. No primeiro instante foi desesperador não ter a presença de ninguém. Entretanto, tendo em vista tudo o que viveu, sendo intimidada e menosprezada, finalmente ela encontrou um momento de paz. Ela passou a explorar os seus poderes e testar suas habilidades como bruxa.

O que aprendi lendo Circe

Eu não serei como um pássaro criado em uma gaiola, pensei, entorpecido demais para voar mesmo quando a porta está aberta. Entrei naquela floresta e minha vida começou.

circe

Preciso dizer que me liguei à Circe logo na primeira página. A história é narrada em primeira pessoa, por isso me senti envolvida com os seus problemas. Honestamente falando, esse livro despertou várias sensações enquanto o lia. Ver a forma com que a própria mãe a tratava me deixou muito mal. E quando ela se iludiu, ao confiar em um humano pela primeira vez, me fez sentir vontade de jogar o livro na parede.

Acompanhei a sua evolução e seus dilemas que foram mudando de acordo com a fase que vivia. Comecei a história sentindo que ela só queria ser aceita! Ela queria ser amada e reconhecida por quem ela é. Mas ela viveu tantas decepções em sua trajetória, que se tornou uma pessoa amarga. Ela não queria confiar em mais ninguém e queria ser esquecida. Até que algo mudou, transformou a sua vida e ela tenta se aceitar como pessoa.

Humilhar mulheres para ser um dos passatempos preferidos dos poetas. Como se não pudesse haver uma história se não rastejarmos e choramingarmos

Circe

Foi uma leitura incrível! Circe se torna uma bruxa poderosa, mas a força de sua história está em todas as suas falhas e fraquezas relacionáveis. Consegui me conectar à personagem e sentir todos os seus dilemas. Gostei da escrita da autora! Ainda não li “A canção de Aquiles”, mas será uma das minhas próximas leituras. Se você curte fantasia e mitologia, acredito que vá gostar de Circe.

Compre na Amazon

Circe

Madeline Miller

ISBN:
9788542215861

Autoria:
Madeline Miller

Editora:
Planeta

Páginas:
3
Uma releitura corajosa e atual da trajetória de Circe, a poderosa – e incompreendida – feiticeira da Odisseia de Homero. Na casa do grande Hélio, divindade do Sol e o mais poderoso da raça dos titãs, nasce uma menina. Circe é uma garotinha estranha: não parece ter herdado uma fração sequer do enorme poder de seu pai, muito menos da beleza estonteante de sua mãe, a ninfa Perseis. Deslocada entre deuses e seus pares, os titãs, Circe procura companhia no mundo dos homens, onde enfim descobre possuir o poder da feitiçaria, sendo capaz de transformar seus rivais em monstros e de aterrorizar os próprios deuses.
Sentindo-se ameaçado, Zeus decide bani-la a uma ilha deserta, onde Circe aprimora suas habilidades de bruxa, domando perigosas feras e cruzando caminho com as mais famosas figuras de toda a mitologia grega: o engenhoso Dédalo e Ícaro, seu filho imprudente, a sanguinária Medeia, o terrível Minotauro e, é claro, Odisseu.
E os perigos são muitos para uma mulher condenada a viver sozinha em uma ilha isolada. Para proteger o que mais ama, Circe deverá usar toda a sua força e decidir, de uma vez por todas, se pertence ao reino dos deuses ou ao dos mortais que
ela aprendeu a amar. Personagens vívidos e extremamente cativantes, aliados a uma linguagem fascinante e um suspense de tirar o fôlego, fazem de Circe um triunfo da ficção, um épico repleto de dramas familiares, intrigas palacianas, amor e perda. Acima de
tudo, é uma celebração da força indomável de uma mulher em meio a um mundo comandado pelos homens.

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Você consegue imaginar como seria viver em um mundo sem conflitos?

    Livros

    O Ceifador – Neal Shusterman

    Por

  • Uma obra cujos temas são cumplicidade, corrupção moral, responsabilidade e culpa.

    Livros

    A história secreta – Donna Tartt

    Por

  • Uma fantasia paranormal, mas os monstros continuam sendo os humanos.

    Livros

    Nona Casa – Leigh Bardugo

    Por

comentários

  • Tay Ribeiro

    Amei a resenha. Esse livro sempre me chama atenção quando o vejo, mas nunca tirei um tempo para ler. Agora estou bem curiosa e quero ver a jornada da Circe.
    seu blog está muito lindo, fiquei um tempão só olhando o layout rs
    beijos

    responder
  • Pâmela

    Oie!

    Faz tempo que eu não vinha aqui e devo dizer: QUE LINDO QUE ESTÁ, o layout está perfeito!
    Agora vamos ao livro: faz um bom tempo que não leio mitologia, mas essa edição está linda e acho que a evolução de Circe deve ser algo muito interessante de acompanhar ao longo da leitura, parece super valer a pena!

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    responder
    • Clayci Oliveira

      Oi Pam! Muito bom ver vc por aqui ?
      Fico muito feliz que tenha gostado da carinha do blog.
      Eu gostei e muito de acompanhar o amadurecimento dela nesse livro

      responder
  • Leyanne Oliveira

    Que fotos mais lindaaas! Estou ansiosa para ler esse e também uma outra obra da autora. Acho que vou curtir a leitura.

    Bjs

    Imersão Literária

    responder
  • Giovana Oliveira

    Oi!
    Circe e A Canção de Aquiles estão na minha wishlist por conta de gostar de mitologia, mas não sei qual que eu dou preferência para ler primeiro já que nunca li algo da autora, gostei do que li na sua resenha sobre a jornada da Circe e acho que no momento vou dar prioridade à ele!

    Beijão,
    Giovana, blog Dei um Jeito

    responder
    • Clayci Oliveira

      Estou com a cação de Aquiles aqui e não vejo a hora de me jogar nessa leitura tbm!

      responder
  • Emi

    Oi tudo bem?
    Adoro ganhar livros de presentes. Nunca li nada da autora e achei interessante. Faz muito tempo desde que li algo sobre mitologia. Li bastante coisa na época da faculdade, mas agora estou em uma vibe leitora de romances.

    Beijos

    responder
  • Alessandra Salvia

    Oi Clayci,
    Então, eu já vi muita gente elogiando esse livro, mas nunca realmente dei a devida atenção, sabe?
    Agora que estou entrando mais no mundo da fantasia, pode ser que dê uma chance, adoro personagens fortes, já é um ponto positivo!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    responder
  • Monique Larentis

    Gosto desse tipo de personagem, que tem suas falhas, que é mais parecida com a gente. Nunca tinha visto resenha sobre esse livro, mas parece uma ótima história. Adorei a indicação. E seu blog está lindo Fazia um tempo que não passava por aqui 🙂

    responder
    • Clayci Oliveira

      Muito obrigada ? Fiquei tão feliz em saber que gostou da nova carinha do blog!

      responder

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Você consegue imaginar como seria viver em um mundo sem conflitos?

    Livros

    O Ceifador – Neal Shusterman

    Por

  • Uma obra cujos temas são cumplicidade, corrupção moral, responsabilidade e culpa.

    Livros

    A história secreta – Donna Tartt

    Por

  • Uma fantasia paranormal, mas os monstros continuam sendo os humanos.

    Livros

    Nona Casa – Leigh Bardugo

    Por

ir ao topo

Buscar no site