Livros


A história secreta – Donna Tartt
Uma obra cujos temas são cumplicidade, corrupção moral, responsabilidade e culpa.

Finalmente li A história secreta! Não faz muito tempo que eu comecei a me interessar e falar sobre a estética Dark Academia. Além do blog, uso muito o tumblr e sempre vejo referências com esse estilo por lá. Para ser honesta eu não conhecia o termo, mas os meus gostos se encaixavam na proposta. O Dark Academia é para quem curte História, arquitetura gótica, romance, músicas clássicas e instrumentais. Então, se você gosta de praticar atividades envolvendo concentração, visitar museus e livrarias, pode ser que curta esta estética também.

Se você me acompanha nas redes sociais, já deve ter notado que a minha paleta de cores é escura. Amo tons terrosos e as minhas fotos representam bem esta personalidade. No entanto, mesmo gostando do estilo, nunca tinha me jogado nos livros com essa temática. Por isso, esse ano, decidi conhecer títulos com essa pegada acadêmica.

A História Secreta é um dos livros mais marcantes do estilo Dark Academia. Inclusive foi difícil encontrá-lo. Esta edição que consegui é de 1995 e esse foi o meu primeiro contato com a escrita da autora. Posso adiantar que gostei da melancolia presente na trama e da forma que a Donna Tartt desenvolveu o relacionamento entre os personagens. Mas preciso falar dos gatilhos! Há cenas de agressão, incesto, homofobia, suicídio, abuso de drogas, antissemitismo e homicídio.

A história é tão secreta assim?

Quanto mais instruída, inteligente e reprimida é a pessoa, mais necessita de métodos para canalizar os impulsos primitivos que subjugou com tanto esforço. Caso contrário, essas forças ancestrais poderosas acumularão força e energia até se tornarem violentas o bastante para romper as amarras, e tanta violência acumulada costuma, com frequência, suplantar totalmente a vontade.

A história secreta

A história é narrada na perspectiva de Richard Papen. Ele nasceu e foi criado em Plano, cidade que odeia amargamente. Por fazer parte de uma família disfuncional, Richard evita ao máximo falar sobre a sua vida pessoal. Então, para fugir da sua cidade e tentar uma nova carreira, decide ingressar em uma universidade elitista de Hampden, em Vermont.

Nas primeiras semanas de aula, ele cruza com um grupo peculiar de estudantes. Ele se interessa pelo estilo de vida deles e faz de tudo para se encaixar nessa turma. Henry, Bunny, Francis e os irmãos gêmeos Charles e Camila, fazem parte do curso de grego do professor Julian. Depois de uma tentativa fracassada de fazer parte deste curso, Richard encontra uma oportunidade e se torna o novo aluno da classe.

Parece até que estou descrevendo um clichê universitário, pois Richard passou a viver a vida “dos sonhos”. Ele começou a frequentar lugares caros e a participar de grandes discussões filosóficas. E quando finalmente acreditou que estava vivendo a vida que merecia, um crime aconteceu. Não é spoiler! O curioso deste livro é justamente começarmos pelo “fim”. O narrador de Donna Tartt escreve essa história muitos anos depois, contando sobre a morte de Bunny; que na qual Richard e seus outros colegas foram os responsáveis.

O que levaria cinco jovens a cometerem tal crime?

E como levamos as pessoas à loucura? Aumentavam o volume do monólogo interno, ampliavam características já existentes ao exagero, faziam que as pessoas fossem elas mesmas até um nível insuportável. […] O mais trivial entre nós sabe que o amor é um mestre cruel e terrível. A pessoa perde o ego por causa do outro, mas ao fazê-lo submete-se ao deus mais deprimente e caprichoso de todos.

a história secreta

As coisas demoram para acontecer neste livro. Por mais que a gente tenha a informação, logo nas primeiras páginas, que um personagem morreu, ele é arrastado. Bunny era o brincalhão da turma e todos faziam questão de tê-lo por perto. Por isso, fiquei curiosa para saber o motivo do assassinato. Não vou revelar, claro! Mas acabei me surpreendendo e perdendo a noção da realidade. Por alguns instantes eu me via do lado do grupo que cometeu o crime e me senti culpada por isso!

E pode parecer estranho, mas achei incrível esse conflito interno. A autora conseguiu criar uma tensão, até tudo ser revelado. Ver a forma como Richard fala do futuro, ao descrever o comportamento dos seus colegas, é perturbador. Comecei a história acreditando que o foco seria o assassinato de Bunny, mas aos poucos fui entendendo que o verdadeira divergência está na mente distorcida dos personagens.

Demorei para finalizar a leitura! Achei algumas cenas repetitivas e desnecessárias. Porém, ao mesmo tempo, gostei e ver a forma que Richard enxergava a vida de seus colegas. Henry foi um personagem difícil de interpretar e, assim como Richard, me senti perdida com seus diálogos e pensamentos.

Gostei das referências encontradas na história e fiquei com vontade de estudar mais sobre mitologia grega! É um livro que recomendo, mas com ressalvas!

Compre na Amazon

A história secreta

Donna Tartt

ISBN:
9788571644373

Autoria:
Donna Tartt

Editora:
Companhia das Letras

Páginas:
520
Donna Tartt surpreende pelo talento com que combina a densidade psicológica e o vigor poético de um texto clássico com a trama complexa e o ritmo alucinado dos melhores romances policiais contemporâneos. Quem conta a história é Richard Papen, garotão da ensolarada Califórnia que consegue ser admitido na seleta Hampden, uma universidade em Vermont freqüentada pela elite norte-americana. Richard imagina ter atingido o Olimpo ao entrar para o círculo mais privilegiado daquela universidade. Cinco alunos, sofisticados e originais, selecionados por um mestre erudito e carismático, dedicam-se ao estudo da Grécia antiga. A eles junta-se o narrador, para participar da busca da verdade e da beleza, entre festas orgiásticas e finais de semana numa antiga casa de campo, regados a muito álcool e discussões filosóficas. A loucura desmedida certa vez termina numa orgia cujo ponto culminante é um ato de violência inominável e o suposto aparecimento do próprio Dioniso, numa de suas diversas manifestações. Quando descobre a terrível verdade, Richard envolve-se numa cadeia de segredos e cumplicidades, num encadeamento de medos e inseguranças que leva o grupo a cometer um ato ainda mais terrível. Melancólico e irônico, este é um romance feito de terror e prazer, remorso e decepção. Com ele, Donna Tartt revelou-se uma grande escritora já em seu livro de estréia.

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Você consegue imaginar como seria viver em um mundo sem conflitos?

    Livros

    O Ceifador – Neal Shusterman

    Por

  • Uma fantasia paranormal, mas os monstros continuam sendo os humanos.

    Livros

    Nona Casa – Leigh Bardugo

    Por

  • Sua força está em todas as suas falhas e fraquezas relacionáveis.

    Livros

    Circe – Madeline Miller

    Por

comentários

  • Dai Castro

    Eu fiquei muito curiosa quando eu vi o pessoal que curte essa estética de dark academia começou a ler e recomendar esse livro. Achei interessante, mas um tanto clichê como você mesma mencionou, mas mesmo assim, acho que a história tem alguns elementos interessantes, tá na listinha, um dia eu leio hehe Fotos lindas *_*

    responder
  • Camila Faria

    Oi Clay, eu ouvi falar sobre Dark Academia outro dia, mas não sabia exatamente do que se tratava, obrigada por esclarecer. 🙂
    Gostei da resenha, acho que seria um livro que prenderia. A Donna Tart é BEM conhecida pel’O Pintassilgo, né? Não conhecia esse livro anterior dela, mas gostei de como ele modifica a estrutura clássica de um livro de crime e mistério, revelando os culpados logo no começo.

    Um beijo :*

    responder
  • Váh

    Até a pouco tempo eu também não sabia desse termo Dark Academia, acho interessante…

    Ah, te segui no tumblr, é difícil achar pessoas que ainda usem 🙂
    Achei a história do livro bem legal, apesar de não ser muito de ler…

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    responder
  • Monique Larentis

    Não sou uma pessoa que lê esse tipo de história, envolvendo crimes e agressão, sei lá, acho que me impactam de mais. Mas muito interessante a edição, e você conseguiu uma preciosidade, parabéns. Adorei as fotos, como sempre, você arrasa mulher!

    responder
  • Denise Crivelli

    Oi
    eu conheci o termo Dark Academia por esses dias em um outro blog, esse livro eu não conhecia e me interessei ainda mais por envolver um crime, pena que tinha algumas cenas repetitivas, mas pelo menos gostou da história.
    Vi que você citou o tumblr faz é anos que não acesso o meu.

    https://momentocrivelli.blogspot.com/

    responder
  • Nana

    Olá,
    Nossa, que livro polêmico! Me deixou super curiosa, haha
    Não conhecia, mas tenho um outro livro da autora por aqui e notei alguns pontos similares – pelo menos até a parte que li – na escrita.
    E que lindo teu layout, não consigo parar de olhar os detalhes. Lindos! Deve ter dado um trabalhão.
    Mas no fim compensa a beleza.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    responder
    • Clayci Oliveira

      Oi Nana!
      Fiquei feliz em saber que gostou do layout! E deu um trabalhão mesmo hahaha foi a Ana que fez

      responder
  • Giovana Oliveira

    Oi!
    A História Secreta está na minha meta de leitura desse ano por conta dos fãs da estética dark academia adorarem ele, e nem imaginava que se tratava principalmente do mistério da morte de um personagem, obrigada pelos avisos de gatilho!

    Beijão
    https://deiumjeito.blogspot.com/

    responder
  • Leyanne Oliveira

    Eu adoro o estilo Dark Academia e você é uma inspiração dele. Não sabia que o livro fazia parte da estética, e a capa é bem chamativa. Os gatilhos me deixaram alertas porque não parece se tratar disso, e gostei que você tenha alertado.

    Bjs

    Imersão Literária

    responder
  • Pâmela

    Oie Clay!

    Particularmente eu acho que nunca li nada no estilo Dark Academia, mas gostei muito de me inteirar
    A sua edição, apesar de antiga, achei mais bonita que a edição atual
    Apesar das ressalvas e da parte repetitiva, deve ser interessante a experiência de leitura, né?
    Algo diferente e que também traz outras culturas ?

    As fotos estão UM SHOW de viver ?

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    responder
Mais comentários
1 2

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Você consegue imaginar como seria viver em um mundo sem conflitos?

    Livros

    O Ceifador – Neal Shusterman

    Por

  • Uma fantasia paranormal, mas os monstros continuam sendo os humanos.

    Livros

    Nona Casa – Leigh Bardugo

    Por

  • Sua força está em todas as suas falhas e fraquezas relacionáveis.

    Livros

    Circe – Madeline Miller

    Por

ir ao topo

Buscar no site