Vox: Um livro que “todo mundo” gostou, menos eu.

por Clayci
Vox: Um livro que "todo mundo" gostou, menos eu.

Minha mãe já dizia: “Você não é todo mundo”. Me responda: você já leu algum livro que “todo mundo” gostou menos você? Pensando nesse assunto e olhando a minha estante, decidi lançar esse desafio no “Literatura Criativa“. Pedi para o pessoal fotografar um livro com esse tema e contar sua experiência de leitura.

Depois de analisar a minha estante, optei por Vox. Quando esse livro foi lançado aqui no Brasil, segui a hype. Vi várias pessoas elogiando e recomendando a leitura; então aproveitei uma promoção e me joguei na história.

No livro Vox, um governo autoritário, religioso e conservador adquiriu o poder dos EUA. Em consequência disso, as primeiras pessoas que perderam seus direitos foram as mulheres. No quadro atual, as mulheres só podem falar 100 palavras por dia e elas são contabilizadas através de um aparelho que fica localizado em seus pulsos. Quando a cota diária é excedida, a mesma é punida com uma descarga elétrica que vai intensificando a cada nova punição.

É uma distopia com questões relevantes, mas não bem explorado

Eu já disse isso por aqui, mas torno a repetir: Eu amo distopia! Acredito ser o melhor gênero para nos tirar da zona de conforto e fazer com que a gente reflita sobre a sociedade em que vivemos e o futuro. Vox levanta tantas questões significativas e relevantes que eu nem sei por onde começar.

O livro fala sobre os direitos e igualdades, também aborda o papel da religião no governo, sem falar que o foco principal é o direito e desenvolvimento de linguagem. São tantos assuntos instigantes e necessários, que dormi pensando na história. Mas ao mesmo tempo fiquei decepcionada com a forma com que tudo isso foi desenvolvido. Senti que a própria autora ficou perdida com o enredo, pois na metade da história até nos esquecemos do foco principal.

Não gostei de algumas atitudes da protagonista e nem mesmo o romance inserido na trama. Estava na expetativa, pois a premissa é maravilhosa e não soube ser explorada d forma que merecia. Para quem quiser, tem a resenha de Vox aqui no blog.

Quer participar do desafio? No meu perfil do Instagram (@clayci) criei uma pasta nos destaques chamada Criatividade. Lá eu falo mais sobre a proposta e semanalmente lanço um tema. Não estabeleci prazo para postagem da sua foto. Escolha o desafio que te fizer bem e crie o conteúdo no seu tempo. Use a #literaturacriativa na hora de publicá-la para mais pessoas conhecerem o seu trabalho. O objetivo do Literatura Criativa é estimular sua criatividade, evitar bloqueios criativo e inspirar na criação de conteúdo.

Mas agora eu quero saber: Qual foi o livro que “todo mundo” gostou, menos você?

Você também poderá gostar:

4 comentários

Mariana Gomes 14 de agosto de 2020 - 16:36

Ai Clayci, te entendo! Vox não funcionou comigo também. Inclusive estava escutando o audiobook e fiquei muito confusa quando começou os “agradecimentos”, pois senti que não houve clímax algum no livro hahahha
Concordo com os pontos que vc levantou, não entendi nada daquele romance e achei a história muito confusa sem propósito nenhum.

responder
Viviane Almeida 19 de julho de 2020 - 20:21

Oi Clayci, tudo bem? Vou começar respondendo a sua pergunta: “Eu também não gostei de Vox, e participei, de uma LC onde nenhuma das dez meninas do grupo gostaram da história”. O motivo que me fez comprar o livro, foi praticamente o mesmo que o seu mas, a sinopse chamou muito a minha atenção e fiquei completamente empolgada com a história, esperava que o tema fosse explorado com mais qualidade e desenvolvimento, detestei que a autora deu um foco maior para o romance da protagonista, ao invés de ter explorado todo o sistema autoritário criado, é um livro que não recomendo para ninguém.

Viviane Almeida
Resenhas da Viviane

responder
Juliana 18 de julho de 2020 - 18:33

Vox está na minha lista de leitura tem um tempinho e chamou minha atenção justamente pela premissa e por ser uma distopia, que é um gênero que gosto muito. Que pena que a autora não conseguiu dar um bom desenvolvimento à história! Ainda quero ler, mas baixei um pouco as expectativas. Sobre um livro que todo mundo gostou menos eu: A Menina que Roubava Livros. Não é nem que eu não tenha gostado, mas vejo todo mundo super elogiando o livro e achando incrível e pra mim foi só uma leitura ok.

responder
Nana 14 de julho de 2020 - 16:01

Nossa, tem tantos livros que tanta gente gostou e eu detestei… acho que, dos últimos modismos, a saga dos …tons de cinza foi a que eu menos gostei… mal consegui terminar o primeiro livro.
Tem postagem nova no blog – se possível, passa por lá!
Bj e fk c Deus.
Nana – http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com/

responder

Deixe um comentário