Tea time


Você já sentiu vontade de abandonar uma leitura?

Olá como vocês estão? Hoje eu tirei o dia para limpar a minha estante e um dos meus objetivos era me desapegar de alguns livros que estavam encostados por aqui. Fui separando os livros por categorias (lidos, não lidos e não terminados) e me dei conta de que a pilha de livros não finalizados era a maior. Você já sentiu vontade de abandonar uma leitura?

É incrível como o meu gosto literário mudou muito nos últimos dois anos. Sempre que encontrava alguma resenha de romance de época, por exemplo, ficava com vontade ler, pois era o meu gênero favorito. Eu até tentei! Comprei alguns livros em promoção com a expectativa de retornar essa paixão, contudo não consegui finalizar nenhum deles. Tinha alguns que não consegui nem chegar na metade e estavam ali me esperando. Então, foi com muita dor no coração que decidi passá-los para frente.

Você já sentiu vontade de abandonar uma leitura?

Não sei se vocês são assim, mas tenho um carinho muito especial pelos meus livros. É raro emprestar algum título para alguém e mesmo sabendo que não terei tempo para ler todos, deixo ali na estante. E quando olhei para a pilha de livros não finalizados, me senti culpada por abandoná-los. Sempre segui o mandamento “não abandonarás um livro” a risca, mas justamente por saber que não conseguirei ler todos os livros que quero, decidi repensar essa atitude.

Sempre fui aquele tipo de leitora insistente. Por mais que um livro não estivesse me agradando, eu sentia que devia continuar aquela leitura. Seja pela trama, personagens, assuntos discutidos, ambientação, enfim eu tinha que dar uma chance, pois tinha esperanças de me surpreender com o final. E hoje parando para pensar a respeito, me dei conta de que foram poucos os livros que li com essa convicção, que me agradaram. Ler com aquele sentimento de “obrigação” não é legal. Já basta o tempo do colégio onde precisávamos ler algo que não queríamos para conseguir uma nota.

Da mesma forma que mudei o meu gosto literário, acredito que devo amadurecer esse pensamento. Entender que abandonar uma leitura talvez não seja algo tão ruim quanto parece. Que se uma leitura não está me agradando, talvez não seja hora de ler aquela história. Acho que ser mais seletiva e me cobrar menos  fará com que eu otimize meu tempo e conheça outros trabalhos.

Você já sentiu vontade de abandonar uma leitura?

Esse foi um dos motivos que me fez desistir de várias parcerias literárias aqui no blog. Além de não ter tempo para ler todos os lançamentos, não eram todos que eu sentia vontade de ler. Se você tem (ou já teve) parcerias, sabe como é legal receber pacotes na sua casa e conhecer obras novas. Mas também sabe que algumas editoras exigem prazos e que surgirão livros que você não estará tão interessado assim.

Eu já me arrependi de abandonar algumas leituras, ainda mais depois de encontrar resenhas elogiando a história. E quem gosta de ler me entende quando digo que sentimos uma espécie de obrigação moral para finalizar um livro. Mas pra que insistir em uma leitura que não está servido para você naquele momento? Ler deve ser uma atividade prazerosa, por isso não devemos nos sentir culpados por abandonar um livro. Não temos que ler o que não gostamos (a não ser que você realmente tenha que ler para aprimorar uma determinada capacidade que precise).

Então, decidi encarar essa situação como um “até logo” e não um “adeus”. E vou tentar não ter mais medo de abandonar aquele livro que não estou gostando. Vocês conseguem abandonar uma leitura sem aquele sentimento de culpa?

Beijos

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • O que Moonage Daydream, Projeto e Spencer tem em comum?

    Life

    O mês de setembro e suas influências

    Por

  • alguns livros conseguem tocar sua alma de uma forma inusitada.

    Livros

    O Circo da noite – Erin Morgenstern

    Por

  • "Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória."

    Livros

    Mansão Gallant – V.E. Schwab

    Por

comentários

  • Thalita Ariane

    Olá!
    Nem sei dizer quantas vezes já senti vontade de abandonar algumas leituras, mas hoje sei que isso faz parte do meu momento.
    Em alguns dias gosto de alternar os gêneros e penso que leio os livros de acordo com as minhas emoções. De uns anos pra cá também mudei muito o meu gosto literário, mas aprecio ele muito mais hoje, já que tenho mais opções e o meu gênero favorito que era o romance tem perdido um pouco esse espaço. Apesar de tudo isso, desapegar dos livros não é o meu forte.
    Bjs.

    responder
  • Nana

    Olá,
    Não abandono não. Já passei mais de três meses com um livro, mas intercalava outros.
    Uma hora finaliza.

    até mais,
    Nana e Leticia – Canto Cultzíneo

    responder
  • Simone

    Não só livro, mas filme série e “pessoas’ que não me agregam ou que me faz bem, eu sempre fui de abandonar sem olhar pra trás, tenho trabalhado e melhorado nisso mas ainda sou assim.

    responder
    • Clayci

      É um exercício diário, né?
      Estou aprendendo a fazer isso tb é a melhor coisa <3

      responder
  • Nilda de Souza

    Clayci, eu também me desfiz de parcerias por não estar feliz com as leituras. Era tudo muito obrigatório. Fora que eu não ando com tempo para muitas leituras No máximo ando lendo dois livros por mês. Ah, e toda vez que abandono um livro me sinto culpada. Sempre acho que é porque não me doei o suficiente.

    responder
  • Inês Indisponível

    Percebo perfeitamente as tuas palavras. É o eterno dilema entre abandonar e persistir num livro. Eu sou da opinião que devemos persistir um bocadinho, depois disso, se mesmo assim não estivermos a gostar, dizemos a adeus com todo o respeito. Ou não era a altura ideal, ou aquele livro não fazia sentido naquele momento… Não faz mal, passamos ao próximo. O importante é continuar a ler 🙂

    responder
    • Clayci

      Oi Inês!
      Concordo plenamente.
      Devemos dar uma chance, sim. Não devemos é parar de ler <3

      responder
  • Mari Barros

    Oi! Tudo bem?

    Eu adoro suas fotos, elas são tão lindaaaaaas!
    E eu super concordo com seu post, também tive que abandonar várias parcerias esse ano porque eu não estava me sentindo bem com a leitura. Hoje, ao não terminar um livro ainda fico chateada, mas nada como antes. Ler deve ser prazeroso e se não está sendo, melhor é deixar de lado mesmo.

    Beijos,
    Blog Diversamente

    responder
  • Sabrina Santiago

    Confesso que a Sabrina adolescente achava uma heresia abandonar suas leituras – ela tinha esse sentimento de que qualquer livro começado merecia, ao menos, ser lido até o fim, para confirmar se era de todo ruim mesmo ou não. A verdade é que, com o tempo, eu percebi que a vida é muito curto para esse tipo de coisa e desapeguei. Que bom acompanhar a sua jornada também. <3

    responder
    • Clayci

      Ahh muito obrigada Sabrina <3
      Também acho! A vida é curta demais, temos que tirar prazer desses dias.

      Beijos

      responder
  • Aninha Goulart

    Oiiiii,

    Menina do céu eu demorei muito tempo pra aceitar que eu existem histórias que não valem a pena a gente insistir. Eu tinha um sentimento enorme de culpa por acabar largando o livro, mas depois de um tempo eu aprendi que não adianta insistir na leitura se a história não está funcionando pra mim, e depois disso eu parei de me cobrar tanto e comecei a aproveitar mais minhas leituras.

    Beijinhos…
    http://www.paraisoliterario.com

    responder
    • Clayci

      Que alivio ler seu comentário hahaha
      A gente começa a se questionar, né?

      responder
  • Gabriela

    Oi, Clayci. Tudo bem?

    Juro para você que nos últimos meses, tenho pensado muito nisso. Infelizmente, com outras atividades, estou lendo bem menos este ano e além de não poder ler muito, acabei insistindo em umas leituras que me desagradaram muito e isso foi desgastantes, me fez ler menos ainda.
    Eu não aceitava parar de ler, mesmo que não tivesse gostando da leitura. Durante todo o tempo, eu só tinha desistido de uma leitura, que foi o primeiro livro que comprei há anos, porém, esses dias atrás, me permitir deixar outro livro de lado, porque simplesmente não conseguia ler um capítulo dele, porque era uma leitura ruim para mim.
    Como você falou, nos cobrar ler tudo é ruim, porque deixa de ser prazeroso.

    Adorei o post.

    Beijos,
    Blog Magia é Sonhar
    Canal Magia é Sonhar

    responder
Mais comentários
1 2 3 4

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • O que Moonage Daydream, Projeto e Spencer tem em comum?

    Life

    O mês de setembro e suas influências

    Por

  • alguns livros conseguem tocar sua alma de uma forma inusitada.

    Livros

    O Circo da noite – Erin Morgenstern

    Por

  • "Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória."

    Livros

    Mansão Gallant – V.E. Schwab

    Por

ir ao topo

Buscar no site

Frases do livro: A casa no mar Cerúleo Trechos do livro A sociedade de Atlas Trechos do livro: Mansão Gallant Dark Academia O que é?