Um livro que era para ter lido em 2019, mas não consegui.

por Clayci
14 comentários 62 visualizações

Vocês também se descontrolam com as metas literárias? Ano passado não estabeleci nenhuma meta envolvendo quantidade de leituras. No entanto, quis priorizar alguns livros que estavam parados na minha estante. Então, para o quarto desafio do Literatura Criativa, propus mostrar um livro que era para ter lido em 2019, mas que não rolou.

E para esse desafio escolhi o Despertar da Octavia E. Butler que é o primeiro livro da série Xenogênese. Aproveitei a leitura coletiva organizada pela editora Morro Branco e já coloquei essa leitura em dia. Inclusive, já fiz a resenha de Despertar aqui no blog.

Nesse livro, os humanos conseguiram eternizar uma guerra que pôs em risco a sobrevivência do planeta. E agora, 250 anos depois, a raça alienígena que resgatou os poucos humanos que sobreviveram, está preparada para devolvê-los à Terra. Lilith Iyapo é antropóloga e uma das sobreviventes; ela perdera seu companheiro e seu filho em um acidente de carro. Ela foi a escolhida para despertar e treinar os outros humanos antes de voltarem para a Terra.

Minha experiência com essa leitura.

Despertar me fez refletir sobre vários assuntos. Demorei para me conectar com a protagonista e essa conexão só aconteceu quando parei para me colocar no lugar dela. Lilith está sozinha, vivendo em uma planeta desconhecido e convivendo com uma raça superior aos humanos. Mesmo apreensiva, ela precisa se decidir entre continuar vivendo nestas condições (apesar de tudo os Oaankali a tratam muito bem) ou se deve voltar para a Terra e recomeçar do zero (já que o planeta não possui mais nada do que conhecemos).

Se tem uma coisa que eu aprendi com os livros da Octavia E Bultler é que sempre irei terminar a leitura atormentada. Esse fascínio dos Oaankali pelos humanos, me deixou reflexiva sobre manipulação e consentimento. Sem falar que quando Lilith despertou outros sobreviventes para iniciar o tal treinamento, fiquei pensando se realmente era inteligente reconstruir o nosso planeta. Todos estavam apreensivos e desconfiados, mas era impossível sentir empatia com alguns que foram escolhidos para retornar à Terra.

Agora preciso ler o segundo livro, que já foi publicado aqui o Brasil, o quanto antes. E você? Tem um livro que era para ter lido em 2019, mas não conseguiu?

Quer participar do desafio? No meu perfil do Instagram (@clayci) criei uma pasta nos destaques chamada Criatividade. Lá eu falo mais sobre a proposta e semanalmente lanço um tema. Não estabeleci prazo para postagem da sua foto. Escolha o desafio que te fizer bem e crie o conteúdo no seu tempo. Use a #literaturacriativa na hora de publicá-la para mais pessoas conhecerem o seu trabalho. O objetivo do Literatura Criativa é estimular sua criatividade, evitar bloqueios criativo e inspirar na criação de conteúdo.

Você também poderá gostar

14 comentários

Mara Santos 12 de julho de 2020 - 11:51

Clayci, amei a proposta do seu desafio! Vou te seguir lá no Instagram e conferir os detalhes….

E cada vez que vejo vc falar dessa autora, sinto mais e mais vontade de ler seus livros! 🙂

resposta
Aline Coelho 5 de julho de 2020 - 18:27

Sempre temos livros pendentes para ler né!? Principalmente se nos tornamos blogueiras na época em que ter uma estante cheia para sair nas fotos e vídeos era o máximo. Hoje em dia sabemos que o máximo mesmo é quando essa estante esta cheia de livros lidos. Mas enfim achei muito legal conhecer suas impressões desse livro. Enquanto lia lembrei de The 100 em alguns pontos. Confesso ter ficado curiosa com essa série, mas hoje em dia tenho preguiça de comprar novas séries por já ter tantas boas pendentes de leitura na estante. Mas enfim dica aceita, quem sabe um dia leia!? Beijos e ótimas futuras leituras.

resposta
Ana Caroline Santos 5 de julho de 2020 - 16:17

Olá, tudo bem? Se eu fosse falar quantas leituras devia ter feito ano passado e não fiz, ficaríamos aqui o dia inteiro HAHAHAHA eu ainda não tive oportunidade de ler nada da autora, apesar de sempre ter visto elogios rasgados, porém tenho enormes curiosidade em iniciar essa jornada. Despertar para ser bem interessante! Adorei o desafio desse projeto!
Beijos

resposta
Kênia Cândido 3 de julho de 2020 - 13:38

Oi Clayci.

Eu também descontrolo com as metas literárias por isso este ano adicionei pouquíssimos livros, pois eu eu olhar direito tenho livros da meta de 2019,2018,2017 e estou lendo o que está dando vontade no momento. Está dando certo porque tenho apenas 1 parceria e não tenho muitos livros para ler. Este livro que você resenhou eu tenho muita vontade de lê-lo, mas ainda o conquistei minha edição. Adorei sua resenha.

Bjos

resposta
PS Amo Leitura 2 de julho de 2020 - 16:51

Eu acompanhei seu projeto lá no insta, mas não participei (me arrependi, confesso), mas nossa, eu sou uma pessoa que sempre furo tbr e tenho vários livros que eu queria ter lido em 2019 e não consegui, mas um que estou enrolando bastante é “cinco dias”. Queria muito ter lido ano passado, mas quem sabe consiga em 2020. Veremos haha.

resposta
Viviane Almeida 2 de julho de 2020 - 15:08

Oi Clayci, tudo bem? Eu gostaria muito de ter lido pelo menos um livro da Octavia ano passado, vou fazer o possível para ler dois livros dela esse ano, porque apesar de não conhecer a escrita dela, tenho certeza que vou gostar. Deixei muitos livros pendentes ano passado, porque entrei em uma ressaca literária e um desanimo também, não queria ler de jeito nenhum mas, agora que estou bem e voltando ao meu ritmo normal de leituras, tem vários livros de autoras negras nacionais/internacionais que pretendo ler.

Viviane Almeida
Resenhas da Viviane

resposta
Alisson Gomes 2 de julho de 2020 - 14:18

Oi Clayci!!

Adoro suas resenhas dos livros da Octavia, sempre me deixam ainda mais ansioso para realizar as leituras deles. Eu já tinha visto a resenha de Despertar em outro blog e já estava super interessado no livro, espero conseguir começar a ler os livros dela no ano que vem. Sobre livros do ano passado para ser sincero eu fiz uma meta de leitura so de quantidade e não de livros, então não tenho livro de 2019 não livro, mas, sem dúvidas terei de 2020!!

Beijos!
Eita Já Li

resposta
Ana Paula Lima 2 de julho de 2020 - 12:05

Oiii!

Eu tenho um livro da Morro Branco, mas não consegui ler ainda, nem vou falar sobre a lista dos atrasados que é gigante HSUAHSUA… Sobre a obra, claramente eu não conhecia e eu gostei do enredo… quando eu to com dificuldade de compreender a história, também gosto de me colocar no lugar pra personagem pq sempre ajuda… Espero que o segundo livro seja tão bom quanto esse.

Beijinhos,
Ani
http://www.entrechocolatesemusicas.com.br

resposta
Gleydson 2 de julho de 2020 - 07:49

Olá, tudo bem por aí?

Eu nunca estabeleci metas de leitura, sempre fui mais “aleatório” quanto a isso: vou lendo o que me dá interesse haha. Mas, confesso que estou tentando estabelecer metas no presente ano, seja através de TBRs mensais, como alguns outros projetos.

Abraços!
http://www.acampamentodaleitura.com

resposta
Ivy Lacerda Montiel 30 de junho de 2020 - 20:10

Oiii Clayci

Pelo visto as leiturasde livros da Octavia sempre causam essa sensação de apreensão. Eu acho as tramas dela bem diferentes, fogem do mais do mesmo e por isso mesmo surpreendem tanto. Que alivio que vc conseguiu conectar com a personagem protagonista, às vezes a gente tem dificuldade de se colocar no lugar do personagem mesmo e só rola essa conexão quando a gente consegue,
Pretendo tb fazer algumas metas nesse próximo semestre e tb ler mais, tem várias leituras que quero fazer pra ontem.

Beijos, Ivy

http://www.derepentenoultimolivro.com

resposta
Bianca Ribeiro 30 de junho de 2020 - 15:48

Primeiro que eu amei a ideia do desafio, fiquei sabendo logo no inicio, mas eu acabei não participando porrque eu realmente não sei tirar fotos e eu me sinto meio triste de ver tanta foto bonita e colocar uma foto feia lá sabe, principalmente porque eu não tenho camera boa, mas saiba que eu acompanho esse desafio e amo!!
Segundo, eu fiquei muito feliz que a editora conseguiu publicar em e-book os livros deles e quando teve aquela promoção eu acabei comprando todos da octavia e mais alguns que eu tava namorando HAHAHAHAHAH meti o pé na jaca com toda certeza!
Tô muito ansiosa pra ler! Só li um livro dela e eu fui totalmente conquistada por essa mulher! Adorei seu post!

resposta
CRIS 30 de junho de 2020 - 14:49

Oi Clayci!
Parece ser um livro muito bom, adoro livros de ficção e fantasia. Sua resenha me deixou pensativa sobre o que os alienígenas querem com as pessoas que ficou? Porque uma antropóloga para liderar e ensinar as pessoas? Preciso ler esse livro e tirar minhas dúvidas kkk. Obrigado pela dica, parabéns pela resenha fiquei curiosa sobre os alienígenas. Bjs!

resposta
Michelle 30 de junho de 2020 - 11:22

Tenho muita curiosidade de ler os livros da autora, ainda não consegui adquiri-los, adorei sua resenha e opinião sobre a obra!

resposta
Vanessa 29 de junho de 2020 - 22:09

Olá!
Nunca tinha ouvido falar nesse livro, mas achei o enredo bem peculiar. Eu acredito que deva existir vida fora da Terra, mas asim como você acho que teria o questionamento se valeria a pena reconstruir, já que parece que o ser humano tem um botão auto destrutivo.
Em relação a livros que era para ler em 2019, eu consegui terminar “Pollyana” e tá pendente “As crônicas de Nárnia”. Tô precisando criar uma meta para diminuir minha fila de leitura pra ontem, mas quem disse que consigo? hahaha

Ótima resenha, beijos!

resposta

Deixe um comentário