Um ano usando Bullet Journal: O que eu aprendi nesse período

por Clayci
20 comentários 53 visualizações
Um ano usando Bullet Journal: O que eu aprendi nesse período

Quando decidi entrar para o mundo do bullet journal, pensei que iria desistir logo nas primeiras semanas. Sou uma pessoa desorganizada e imaginei que não conseguiria manter o meu caderno atualizado. Tanto que no começo, decidi investir em um bujo com uma gramatura alta e sem pauta, pois caso eu desistisse usaria para fotos.

E não é que deu certo? No início tive dificuldades para criar layouts e adaptá-lo às minhas necessidades. Não tenho habilidades com desenhos e decorações, por isso fiquei um pouco desanimada quando comecei, porém, o segredo está em não desistir. Meu bullet journal me ajudou de várias formas, todavia, a principal é justamente essa: trabalhar a minha criatividade. Então mesmo eu não sendo o melhor exemplo dessa técnica de organização, vim compartilhar o que eu aprendi em um ano usando bujo.

Improvisando e usando as ferramentas que eu tenho em casa

Esse ano decidi investir um pouquinho mais nesse hobbie e por isso comprei algumas canetas que facilitam na decoração. Porém, gosto de improvisar e usar o que tenho em casa. Uso tudo que é possível: saco de pão, canetinhas, adesivos, post-it, guardanapos decorados, recortes de revistas, páginas de livros, fitas… enfim, tudo que estiver ao meu alcance. O meu objetivo era trabalhar a criatividade, então tento usar ferramentas que tenho em casa e me virar dessa forma.

Um ano usando Bullet Journal: O que eu aprendi nesse período

Aprendendo a lidar com os erros

Já perdi a conta das vezes que escrevi errado enquanto montava minha semana. No começo eu queria rasgar e começar do zero, mas dá muito trabalho. É mais fácil improvisar e aceitar que erros acontecem! Então desencanei e agora quando erro, penso em uma mandeira de corrigir sem prejudicar todo o meu trabalho.

Ser honesta comigo mesma

Sempre que eu assisto a algum vídeo ou vejo alguma publicação no instagram mostrando a organização do mês, fico com invejinha. Vejo pessoas criando metas diárias, compartilhando experiências que não vou viver – pelo menos não tão cedo – e me sinto mal. Não adianta eu querer seguir o ritmo dessas pessoas. Então aprendi a lidar com a minha realidade e colocar no papel, planos e metas que eu consigo atingir. Se eu não vou pra academia todos os dias, não adianta colocar como objetivo diário porque eu não vou cumprir, não é mesmo?

Um ano usando Bullet Journal: O que eu aprendi nesse período

Entender que por mais que eu planeje, nem sempre vou conseguir cumprir todas as metas

A intenção é dar um check em cada tarefa, no entanto, imprevistos acontecem e tive que aprender a lidar com isso. Tem dias que eu não me sinto bem e acabo nem mexendo no caderno. Como em outros em que estou animada, com várias ideias na cabeça, querendo colocar tudo no papel. Mas sou humana! Não estarei disponível para todos os compromissos nos 365 dias no ano.

Registrar mais fotos

Eu amo fotografar, contudo dificilmente imprimo esses registros. Com o bullet journal estou conseguindo dar mais atenção aos meus clicks e adicionar fotos nas minhas semanas. A sensação de ver essas fotos quando paro para observar a minha semana, é maravilhosa.

Um ano usando Bullet Journal: O que eu aprendi nesse período

Comprei o meu bullet journal no Aff the Hype!

Você usa algum método de organização?

Você também poderá gostar

20 comentários

Samara da Silva 21 de junho de 2019 - 13:05

Amei esse seu texto, realmente é um dos melhores blog que estou acompanhando. Suas postagens são excelente! Parabéns!

Já até salvei em meus blogs favoritos ??..

resposta
Liv Resenhas Caóticas 11 de junho de 2019 - 16:19

Eu estou tentando manter o planner em dia, mas tem tanta coisa dando errada ultimamente que não estou conseguindo cumprir nada na ordem que eu pretendia ou sequer cumprir, e estou ficando muito frustrada com isso. Não só as coisas de trabalho, mas as pessoais também. Pq se alguma coisa dá errado no trabalho afeta o pessoal e ai é uma bola de neve de metas não cumpridas.
Mas eu gostei muito que vc falou que as coisas as vezes não dão certo. Achei que pra alguém que faz o journal tão bonito tava dando tudo 100% certo. Acho que vou parar de separar as agendas pra facilitar minha visualização tbm e ver se assim eu consigo me organizar melhor.

resposta
Clayci 14 de junho de 2019 - 16:38

O importante é não se cobrar e respeitar o seu tempo.
Tem dias que não escrevo nada e nem forço =)

resposta
Lia Christo 8 de junho de 2019 - 18:40

Oi Clayci.
Obrigada por sua visita e comentário lá no Doces.
Eu nunca usei e com toda sinceridade acho que nunca vou usar um, pois além de ser extremamente desorganizada com essas coisas , eu também não gosto de metas. Em minha adolescência eu me cobrava muito em relação a metas e isso me fazia mal, fica realmente mal quando não conseguia cumprir alguma ou quando algo não saia da maneira que eu esperava, por isso depois de um certo tempo aboli metas da minha vida. Vou realizando conforme as oportunidades aparecem e o tempo também.
Gostei muito do seu post e fico feliz por você estar conseguindo levar o uso adiante.
Bjus

resposta
Micha 25 de abril de 2019 - 23:55

Que lindo!!! Eu ainda escrevo em agendas, desde a adolescência, e tenho a grande maioria guardada.
Muito legal as reflexões que você fez sobre o uso do BJ.

Amo fotografias também.

Beijossssssss
???»?i??? ?

resposta
Clayci 29 de abril de 2019 - 17:16

Muito obrigada <3

resposta
Dai Castro 18 de abril de 2019 - 10:30

Eu tenho usado bastante o meu bujo esse ano, estou conseguindo fazer mês a mês coisa que não acontecia ano passado, em que pulava alguns meses e depois era meio desanimador voltar.
Tem me ajudado principalmente a ter uma ideia do quão produtiva estou sendo, sem contar que é ótimo marcar um check em uma tarefa que fizemos!
Mas, é como você falou, temos que colocar metas reais para que não fiquemos decepcionadas. De qualquer forma, adoro decorar, colar coisas e exercitar a minha criatividade também 🙂
Um beijo

resposta
Luana Souza 17 de abril de 2019 - 17:37

Saudades de usar bullet jorunal hehe. Acho que muito provavelmente eu vou voltar a usar no ano que vem. Mas sou grata a mim mesma por ter optado pelo planner esse ano, pois sei que muito provavelmente iria acabar não tento tempo nem inspiração suficiente para conseguir fazer as semanas do jeitinho que gosto.
Seu post ficou uma graça, e gostei especialmente do “ser honesta comigo mesma”. Isso vale para tanta coisa <3

resposta
Debyh 14 de abril de 2019 - 15:48

Em coisas do meu dia a dia eu não tenho um método de organização, o máximo que faço é deixar as coisas perto da minha mesa para que eu olhe e lembre. Já para meu trabalho eu tento mantes uma espécie de agenda, mas a ordem é meio bagunçada. Já com o blog eu tento manter tudo online e sempre atualizado para não perder as coisas.
Lindas fotos!

resposta
Clayci 15 de abril de 2019 - 12:59

Obrigada Debyh!!!
E deixar as coisas perto é uma mão na roda, né? hahah
ruim é que quando vejo coisas acumuladas começo a procrastinar XD~~~

resposta
Tahis 12 de abril de 2019 - 21:44

Olá!
Ano passado tinha comprado uma bullet, comecei super empolgada, mas fui desanimando e muita das vezes esquecia de planejar rs’ adoro essa organização, mas deixei a desejar na montagem do meu. Acho tão lindo essa construção e fico babando nos bullets alheio. O seu está lindo demais! Adorei!

beijos!

resposta
Clayci 15 de abril de 2019 - 13:02

Muito obrigada!!!

Eu tenho que me policiar.
Tem semanas que eu realmente não estou afim, mas me obrigo a escrever… mesmo que eu não decore, sabe?

resposta
No Conforto dos Livros 12 de abril de 2019 - 18:18

Olá!! 🙂

EU confesso que nao conhecias muitas experiencas acerca do bullet journal. Mas a verdade e que nao seria algo que eu me dispusesse a fazer.

De qualquer das formas, aprendi com essas liçoes! E gostei especialmente da parte do improviso com o que ha por casa! Sem esquecer as fotos…

resposta
Clayci 15 de abril de 2019 - 13:02

Muito obrigada =D

resposta
Larissa Dutra 12 de abril de 2019 - 16:36

Olá, tudo bem? Eu adoro ficar vendo fotos de bullet journals nas redes sociais, pois acho lindinhos demais, mas nunca me senti totalmente motivada a criar um, principalmente pelo fato de que sou suuuper perfeccionista e se algo não fica do jeito que eu quero, fico revoltada, hahaha. Adorei essa postagem, foi muito interessante saber o que tu aprendeu usando esse método de organização!

Beijos,
Duas Livreiras

resposta
Clayci 15 de abril de 2019 - 13:03

hahahah te entendo.
Mas vc pode tentar fazer disso um exercício pra isso, já pensou?
Sou muito detalhista e essa tecnica me ajudou aplicar melhor o meu olhar.

Beijos

resposta
Puro Outono 12 de abril de 2019 - 14:30

Que fotos incríveis! Eu também sempre tive vontade de começar um, mas como vocês mesma disse no início, sou uma pessoa extremamente desorganizada. Preciso de um incentivo maior, talvez. Meus mais sinceros parabéns pelo post, amei!

https://purooutono.blogspot.com

resposta
Clayci 15 de abril de 2019 - 13:04

Ah muito obrigada <3

resposta
Alice Lacerda Montiel 12 de abril de 2019 - 14:13

Oii Clayci

Seu Bullet está lindo, queria eu ter paciência pra fazer um pra mim, mas sou muito desorganizada e não sou nada criativa, por enquanto prefiro apreciar os Bullet´s alheios. Acho uma maneira bem original de se organizar.

Beijos

http://www.derepentenoultimolivro.com

resposta
Clayci 15 de abril de 2019 - 13:04

Muito obrigada Alice <3

resposta

Deixe um comentário