Tudo e todas as Coisas – Nicola Yoon

por Clayci
37 comentários 4354 visualizações

TUDO E TODAS AS COISAS 4

Quanto mais  eu tento deixar o mundo do lado de fora, ele parece cada vez mais determinado a entrar.

Eu estava precisando de uma leitura leve e a Novo Conceito atendeu o meu pedido enviando “Tudo e todas as coisas“.  Inventei de entrar em uma maratona de livros pós-apocalípticos, que me deixou exausta e conhecer a obra de Nicola Yoon fez com que eu me apaixonasse, novamente, pela vida.

Na história conhecemos Madeline, uma jovem de 17 anos que não conhece o mundo fora da sua casa. Ela encarou a morte quando pequena, e desde então ela tem alergia ao mundo. Tudo o que ela conhece está dentro da sua casa. Apesar da sua alergia, ela possuí uma rotina como qualquer garota da sua idade. Inclusive, me identifiquei muito com ela, pois Maddy é apaixonada por livros e pelo Darcy de Orgulho e Preconceito. Ela mora com a sua mãe (que é sua médica), e convive com Carla (sua enfermeira) diariamente. Ela estuda em casa e suas aulas são via Skype.

TUDO E TODAS AS COISAS 3

TUDO E TODAS AS COISAS 2

A vida é um dom, não a desperdice.

Até então, Madeline está acostumada com a sua vida. Ela não quer dar trabalho para sua mãe e por isso, tenta se esforçar ao máximo para mostrar que é feliz dentro das suas condições. E consegue! Ela é divertida e inteligente e sua doença acaba se tornando apenas um detalhe.

Sua vida começa a mudar depois de conhecer Olly. Ele é o seu novo vizinho e Maddy aprende a lidar com novos sentimentos. O contato entre eles é baseado em mímicas e e-mails, pois Maddy não pode ter nenhum tipo de contato físico. Mas, Carla acaba dando um jeitinho e consegue realizar o desejo dela, fazendo com que eles fiquem em um mesmo ambiente, mas sem toques.

TUDO E TODAS AS COISAS 5

Detalhe do marcador lindo que a editora enviou junto com o livro.

TUDO E TODAS AS COISAS 1

O sentimento entre eles só cresce e no decorrer da história vamos conhecendo  um pouquinho mais sobre cada um. O que eu posso adiantar é que você vai gostar do diálogo entre eles e vai torcer muito para que os dois fiquem juntos no final. A única coisa que me incomodou um pouco foi a ingenuidade de Maddeline.  Sei que ela vive em um mundo fechado e as únicas pessoas que ela têm contato são sua mãe e sua enfermeira e não a culpo por isso. E achei Olly imaturo em diversas situações. Não perde a essência do livro, mas acho que ele poderia ter encarado a situação de forma mais realista (e responsável) e mostrado a importância disto para Maddy.

Iniciei a leitura com uma expectativa, porém me surpreendi com o final. Apesar da doença e da fragilidade de Madeline, a leitura não é cansativa porque a personagem é animada e não gosta que a tratem com pena; ela sabe lidar com sua doença e encarar as responsabilidades de um jeito um tanto quanto amadurecido.  Também é interessante a forma como a autora abordou a relação familiar, tanto de Maddy quanto de Olly, conseguindo prender a minha atenção e curiosidade para saber o final.

TUDO E TODAS AS COISAS

Super recomendo a leitura de Tudo e Todas as coisas.

Você também poderá gostar

37 comentários

Os melhores do ano (2016) | Não me venha com desculpas 24 de dezembro de 2016 - 13:05

[…] (2016)”, o primeiro do Maurício Gomyde e o outro da Thalita Rebouças. Amei também “Tudo e todas as coisas (2016)”. Aliás, terá filme sobre essa última obra, em […]

resposta
Viviane Pacheco 30 de junho de 2016 - 08:33

Você tem o arquivo e pdf?

resposta
Clayci 3 de julho de 2016 - 20:12

Em PDF eu não tenho Viviane =/

resposta
Week Click - Sai da Minha Lente 5 de junho de 2016 - 19:42

[…] resenha do livro “Tudo e todas as coisas” da Editora Novo Conceito aqui no blog. A leitura é super gostosa de ler, e o final me […]

resposta
Mila 13 de abril de 2016 - 01:02

Clay, fiquei com vontade de ler o livro, isso é muito injusto. Mais um para a minha lista!
Será que se comprar o marcador também vem junto? haha
Bjs

AchadosdaMila
Fanpage – Achados da Mila

resposta
Clayci 13 de abril de 2016 - 19:09

Eu acho que você vai gostar desse livro, Mila <3

resposta
Beatriz Cavalcante 10 de abril de 2016 - 21:50

Gostei bastante da ideia do livro e acho que eu vou gostar se ler ele. Gosto dessa coisa corta pulso mas que inspira e tal. E gente, adorei o marcador de acetato. *O*

Beijos!

resposta
Clayci 11 de abril de 2016 - 21:58

Lindo né?!
Eles capricharam <3

resposta
Mayara 8 de abril de 2016 - 16:11

Puxa gostei muito da proposta do Livro! Eu também sou viciada em ficção científica mas ultimamente ando exausta, vou ver se encontro… muito bom 🙂

http://novembro29.blogspot.com.br/

resposta
Clayci 10 de abril de 2016 - 10:22

Espero que goste do livro *_*

resposta
Bela 8 de abril de 2016 - 15:15

Ok, vamos por partes.
A frase de início da resenha é algo que me deu um susto. Eu costumo falar que tenho ‘alergia do mundo’ por que ao acordar, a primeira coisa que faço é espirrar, e não abrir os olhos.
Eu não tinha ouvido falar desse livro ainda mas a temática RBD me interessou muito. Ás vezes, preciso de uns empurrões adolescentes como esse livro. Obrigada <3

resposta
Clayci 10 de abril de 2016 - 10:12

O.O Temos alergia ao mundo Bella ahuahuiauiah
TEMOS

resposta
Ana Claudia 8 de abril de 2016 - 10:06

Wow! Fiquei muito curiosa para ler esse livro!
Quando vi a sinopse, logo lembrei de Jimmy, o menino bolha, e já comecei a supor possíveis finais…
Adorei sua resenha, e caramba, que marcador maravilhosos! Por um instante achei que ele tinha mesmo a cor do céu em uma de suas fotos!
🙂

resposta
Clayci 10 de abril de 2016 - 09:52

O marcador é lindo, Ana!!
Fiquei apaixonada por ele..

Obrigada <3

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 20:02

Mas, já estou descansada.
Vou pro Circo Mecânico jaja ahuahuhauha

resposta
Bárbara Almeida 7 de abril de 2016 - 16:43

Eu gosto de livros de romances, não me importo de ser uma leitura onde já imaginamos o final. Fiquei mais curiosa pelo fato de abordarem Madeleine com a doença. Gostei da resenha.

Beijos, Love is Colorful

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:49

Obrigada Barbara!!
Esse o final surpreende ^^

resposta
Emerson 7 de abril de 2016 - 12:36

Adorei a resenha e a nova forma de reagir no final do post. Bem mais interativo e divertido com o Link rs

http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:48

<3 Obrigada Emerson!

resposta
yasnaya 7 de abril de 2016 - 08:49

Preciso de um livro assim. Já visualizei a história. Acho que vou gostar.
Dou muito valor a diálogos bem construídos. Essencial pra mim.
Achei lindo esse marcadorrrrrrrrr… Adorei suas fotos.

Quanto a maturidade dos dois, isso me irrita as vezes, gosto de personagens fortes, diretos e sem mimimi, masssssss né… Fazer o quê?

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:46

O livro é bem interativo.
O casal não é enjoativo, mas quando vc ler vai entender o que quis dize rs.

Beijos

resposta
Camila Carvalho 6 de abril de 2016 - 17:34

Estou no finzinho da minha leitura (to lerda kkk).
E me apaixonei pela história logo nas primeiras páginas.
E porque suas fotos são sempre lindas?

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:28

Ai que bom que você gostou…
O que achou do final? rs

resposta
Cris 6 de abril de 2016 - 12:58

Fiquei curiosa com o livro. Primeiro porque estou na dúvida se termina com final feliz. Segundo porque fiquei aqui pensando se essa alergia é real, se é apenas psicológica ou se é só invenção. Acho que preciso ler para descobrir rs
Beijos! =**

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:24

Cris, vale a pena ler sim, porque o final é surpreendente.
Pensei uma coisa e no final foi outra.

resposta
Dai Castro 6 de abril de 2016 - 12:53

Nossa gente que fotos lindas, sério! Amei! Achei a história também muito interessante, me parece um pouco com aquele filme do John Travolta o menino da bolha de plástico, não sei se tem muito a ver, mas foi a primeira coisa em que pensei. A ingenuidade de alguns personagens em livros, dá uma irritadinha, né? Mas se a história é boa vale a pena haha Beijos!

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:23

Eu não assisti este filme, por isso não sei dizer se parece.
Mas, vale a pena ler a história sim <3

resposta
Bianca 6 de abril de 2016 - 11:15

Tenho visto muitas resenhas positivas sobre esse livro, parece ser ótimo e já está na minha lista de leitura. Adorei sua resenha!
Beijos

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:17

Ele é maravilhoso sim ^^

Obrigada Bia

resposta
Adriel Christian 6 de abril de 2016 - 10:54

acho que eu vou adorar esse livro não só pela capa, mas por conter muitos diálogos por e-mail. adoro quando editam os livros dessa forma. fica bem mais atrativo, interessante…

por um momento lembrei de “O quarto de Jack”, mas a história nem chega perto. totalmente diferente.
adorei a resenha! <3

bjs!
Não me venha com desculpas

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:12

Tomara que vc goste!!!

E apesar dela viver presa dentro de casa, não tem nada a ver com o quarto não ^^

resposta
Sheyla - DMulheres 5 de abril de 2016 - 21:21

Nossa, eu não sabia se lia a resenha ou olhava as imagens do livro.. estão lindas e encantadoras. A hostória me parece bem legal.

Bjokas,
Blog: DMulheres
Instagram : @dmulheres

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:07

Obrigada Sheyla <3

resposta
hellz 5 de abril de 2016 - 20:57

Oi Clayci! Eu vi uma foto desse livro pelo insta (não sei se no da editora, no de algum outro parceiro ou no seu mesmo! HAHAHA). Primeiramente, achei esse marcador uma coisa LINDAAAA! Super diferente e original. A capa foi outra coisa que me chamou a atenção e me fez ter vontade de lê-lo. Uma vida com alergia a tudo no mundo.. no minimo, dai sai algo interessante.

resposta
Clayci 7 de abril de 2016 - 19:05

Super original!

Ele é muito lindo, acredito que vc iria gostar da leitura viu?
Beijos

resposta
Mari 5 de abril de 2016 - 13:23

Gostei muito da história do livro e acho que deve ser uma leitura muito legal, mas o que achei maravilhoso mesmo foi esse marcador de páginas que a editora enviou para você. A sua foto dele com as flores e o céu azul ficou maravilhosa.
Beijos
Mari

resposta
Clayci 5 de abril de 2016 - 16:29

Mari ele é lindo né?
Adorei os detalhes!!

O livro é gostosinho de ler sim
Beijos

resposta

Deixe um comentário