Sadie - um thriller que perturbará você até a última página

[rcno-reviews id=1518]

SOBRE A HISTÓRIA

Uma escola abandonada que fica a cinco quilômetros de distância da cidade de Cold Creek pega fogo. E perto do local, o corpo de Maddie Southernuma criança de treze anos – foi encontrado. Ela estava desaparecida há três dias e foi encontrada sem vida. Mattie deixou para trás uma irmã de dezenove anos (chamada Sadie), uma avó de coração (May Beth) e sua mãe (Claire) que estava ausente já faz algum tempo.

Quando Claire abandonou as suas filhas, Sadie tinha dezesseis anos e Mattie estava com dez. Por ser usuária de drogas, Claire deixou suas filhas aos cuidados de May Beth. Após a morte de Mattie, Sadie também desapareceu e o seu carro fora encontrado abandonado. Todos os seus pertences estavam dentro dele. Como a polícia não conseguiu muitas pistas para encontrá-la, May Beth pede ajuda ao West McCrays, que investigará e narrará essa história em um podcast.

As pessoas não mudam. Elas apenas escondem melhor quem são de verdade.

Sadie

MINHA OPINIÃO

Sadie - um thriller que perturbará você até a última página

Eu comprei esse livro na UNESP (uma feira de livros aqui em São Paulo) e não sabia o que esperar da história. Quando parei no estande da editora, vi que ele estava em destaque – por conta do lançamento– e sem ler a sinopse fui convencida pela vendedora de trazê-lo pra casa.

Tudo o que eu sabia era que se tratava de um suspense e que a história seria contada através de um podcast. Eu estava completamente despreparada para encarar a tragédia e as motivações de Sadie ao procurar o assassino da sua irmã. Não imaginava que a trama fosse extremamente pesada, a ponto de incomodar e causar repulsa. A autora revela o lado mais cruel da sociedade e tudo isso foi exposto de uma forma autêntica e nada fantasiosa.

Sadie - um thriller que perturbará você até a última página

Na minha opinião a forma com que a autora usou para narrar e desenvolver os personagens é um dos pontos mais brilhantes da história. A combinação da perspectiva em primeira pessoa de Sadie; com o podcast apresentando as testemunhas entrevistas por conta do seu desaparecimento foi fascinante. Nunca li nada parecido! Eu não consegui largar o livro, pois estava ansiosa para saber do desfecho.

A história mexeu bastante comigo

Quando finalizei a leitura fiquei refletindo sobre as atitudes de Saide; ao fugir e não avisar ninguém sobre o seu paradeiro. No entanto, por mais que eu tente ser responsável e saiba que o melhor opção seria buscar a ajuda das autoridades, entendo a sua escolha ao analisar todo o seu passado e sofrimento. Por mais que ela tenha pesamentos sombrios e destrutivos, Sadie é uma pessoa boa. Ela não pediu para crescer antes da hora e assumir responsabilidades que não eram dela.

Sadie - um thriller que perturbará você até a última página

A mãe de Sadie sempre fora ausente. Ela é viciada em drogas e vivia levando homens desconhecidos para dentro de casa. Sadie não teve uma infância feliz; e se viu obrigada a amadurecer antes da hora para evitar que a sua irmã passasse pelo mesmo que ela.

O que eu posso dizer é que o livro é cheio de gatilhos. Por mais que seja uma ficção, retrata a realidade de muitas garotas. A autora não tem medo de chocar ao falar de abuso sexual, uso de drogas, pedofilia e perda de uma forma crua. Foi o meu primeiro contato com a escrita dela e me senti impotente, assustada e esperançosa. Precisei de um tempo para absorver o conteúdo e pensar sobre a história. Por mais que o livro tenha me incomodado bastante, não me arrependi de ter lido e irei recomendá-lo sempre.