028969-jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxDoutor Estranho / Doctor Strange
Ano: 2016;
Duração: 115  minutos;
Diretor: Scott Derrickson;
Distribuidor: Walt Disney
Gênero: Aventura;
Classificação: 12 anos;
Sinopse: Stephen Strange (Benedict Cumberbatch) leva uma vida bem sucedida como neurocirurgião. Sua vida muda completamente quando sofre um acidente de carro e fica com as mãos debilitadas. Devido a falhas da medicina tradicional, ele parte para um lugar inesperado em busca de cura e esperança, um misterioso enclave chamado Kamar-Taj, localizado em Katmandu. Lá descobre que o local não é apenas um centro medicinal, mas também a linha de frente contra forças malignas místicas que desejam destruir nossa realidade. Ele passa a treinar e adquire poderes mágicos, mas precisa decidir se vai voltar para sua vida comum ou defender o mundo.

E finalmente pude assistir o filme que eu estava esperando tanto pelo lançamento. É por causa do personagem? Lógico que não! Serei sincera em dizer que não conhecia a existência de Doutor Estranho nos quadrinhos até a divulgação do filme. Eu fui assistir por causa do ator! Benedict Cumberbacth é o meu crush, digo meu ator favorito e quis conferir a atuação dele na telona. Só digo que fui assistir sem muitas expectativas e fui com a mente aberta. Afinal como eu não conhecia o personagem, não tinha como comparar nada, mas fiquei satisfeita em conhecer a história dele.

[blockquote align=”left” author=”Doctor Strange”]“The Avengers protect the world from physical dangers. We safeguard it against more mystical threats.”[/blockquote] O Doutor Stephen Strange é um neurocirurgião renomado que foi obrigado a parar de exercer a sua profissão depois de sofrer um grave acidente de carro deixando suas mãos debilitadas. Stephen é arrogante e coloca sua carreira na frente de tudo, mas depois desse acidente ele passou a ser um homem desesperado pela cura.  Como seu dinheiro não conseguiu o resultado esperado, ele decidiu investir tudo o que lhe restava em uma viagem em busca de um novo método, até então, desconhecido.  Nessa viagem ele acaba conhecendo a Anciã que – depois de muita paciência com a arrogância do Doutor – decide ensinar os caminhos da magia e autoconhecimento. E então Stephen descobre durante o seu treinamento o poder da magia e que em tudo há dois lados. Esse poder atrai forças malignas do universo e inclui as más intenções de Kaelicius. Um antigo aprendiz da anciã que a traiu indo para o lado negro.

doutor-estranho
Foto Divulgação

E é claro que eu não vou dar spoilers.  Mas preciso dizer que a história é desenvolvida de uma forma ágil e eficiente. E por se tratar de um filme da Marvel temos ação e humor evitando cenas cansativas.  O lado sobrenatural foi bem explorado na produção e isso resultou em diversos efeitos especiais e discussões entre magia e ciência.

Acredito que não deve ter sido difícil para o Benedict Cumberbatch entrar no personagem. Se você acompanhar outros trabalhos do ator, vai identificar fácil a personalidade de Doutor Estranho com outros personagens interpretados por ele. Sua arrogância me fez lembrar de Sherlock e a sua busca pelo sucesso de Alan Turing (que não aceitava trabalhar em equipe) no filme O jogo da imitação.

doutor-estranho-resenha
Foto Divulgação

Eu realmente saí satisfeita da sala do cinema. Apesar de achar o filme acelerado – como por exemplo o treinamento do personagem – a duração história foi o suficiente para conhecer a trajetória (e importância) de cada personagem, inclusive a do vilão, que não achei tão complexo assim de compreender de onde vem, o que quer e como se encaixa no contexto.

E se antes eu não conseguia imaginar como a Marvel iria introduzir o personagem na ação que estamos acostumados a ver, a cena pós créditos deixou claro como é possível misturar os mundos dos quadrinhos. Agora é aguardar todos eles se encontrarem.

Não sei se é porque sou fã do ator, mas não cheguei a duvidar do talento dele – como alguns duvidaram em algumas críticas. Adorei o seu desempenho e a forma que ele deu vida ao personagem. Ele realmente passou da arrogância para o desespero e – quase no finalzinho – para a serenidade.

14937188_800649100073196_8939218262202629524_n

Eu assistiria o filme novamente sem problemas!

Alguém aí já foi assistir? O que acharam?

ESPERA!!! Que eu farei um parágrafo pós-créditos aqui. (É o Di)

Eu devo dizer que o filme ficou ótimo, me processe quem assistiu e discorda, mas a Marvel acertou em cheio na forma como introduziu o Dr. Estranho no universo cinematográfico, condensando os pontos importantes da origem e construção do herói místico, sem deixar com cara de filme clichê. A todo momento você tem de prestar atenção e não perder os detalhes das imagens e falas. Para quem não conhecia, agora pode ter uma ideia e ir atrás para saber mais do Doutor. Queria mais? Sim, é claro, mas teria que montar mais uns dois filmes, porém esse me satisfez muito bem. E fiquei ansioso com os desfecho e o complemento do pós-crédito. É isso aí.

Ahhhh. Então, gente… Obrigada pelo complemento, Di. Bom, assim que puderem, confiram esse filme.

Bejios