Ficção Científica Romance

Quando As Estrelas Caem – Amie Kaufman e Meagan Spooner

Quando as Estrelas Caem foi publicado pela Editora Novo Conceito e escrito pelas autoras Meagan Spooner e Amie Kaufman,  É um romance com elementos de ficção científica que fala sobre um amor proibido e também a luta por sobrevivência em meio a um planeta perdido na galáxia.

Eu prefiro criar a minha própria esperança.

QUANDO AS ESTRELAS CAEM

Quando As Estrelas Caem – Amie Kaufman e Meagan Spooner

Lilac LaRoux é a herdeira mais rica da galáxia. Seu pai é um engenheiro super reconhecido e está acostumado a lidar com a fama. Porém, mantém Lilac debaixo das suas asas; ela é uma adolescente adorada e consequentemente mimada. Lilac está acostumada com os holofotes e sabe que qualquer pessoa que tentar se aproximar dela terá que lidar com seu pai. Ele não mede esforços e está disposto a dar fim em qualquer homem que se atrever a mexer com a sua preciosa filha.

Tarver Merendsen é um herói de guerra com apenas 18 anos, mas deixa claro que conseguiu esse título devido à sua sorte. Mesmo com a posição de Major, Tarver não se sente à vontade no círculo social. Ele se tornou famoso e já apareceu em inúmeros jornais, porém faz de tudo para passar despercebido pela mídia. Agora ele é um convidado de honra da espaçonave Icarus e se surpreende ao olhar Lilac no meio dos passageiros.

Tarver se sente atraído pela moça de cabelos ruivos logo de cara e faz de tudo para chamar a sua atenção. É claro que ele não faz ideia de quem Lilac é, senão, pensaria duas vezes antes de puxar assunto. E apesar de também se sentir atraída pelo Major (ainda mais quando se dá conta de que ele não a conhece), a jovem o rejeita por saber das consequências caso o seu pai descubra o interesse desse jovem classe média.

Quando As Estrelas Caem – Amie Kaufman e Meagan Spooner

Ela não está olhando para mim e vendo um cara criado no lado errado do planeta. Ela não está vendo um soldado, nem um herói de guerra, nem um rústico sem cultura que não entende quão difícil isso é para ela, nem um idiota que não sabe o que é certo. Ela apenas me vê.

Quando as estrelas caem

DIVIDINDO UMA CÁPSULA DE ESCAPE

Acontece que o destino, ou melhor, o hiperespaço deu um jeito de aproximá-los. Lilac e Tarver dividem uma cápsula de escape ao notarem que algo deu errado com a espaçonave Icarus. Eles aterrissaram em um planeta desconhecido e farão de tudo para conseguir emitir algum sinal e pedir ajuda. Lilac está confiante, pois sabe que seu pai não medirá esforços para encontrá-la, mas Tarver não. O Major sente que o pior aconteceu e que não sairão de lá tão cedo.

Eles aterrissaram em um planeta desconhecido. A cápsula caiu em um local isolado e mesmo sentindo que há vida no ambiente, eles não conseguiram encontrar nenhum sobrevivente. Lilac começa a ter alucinações e escutar vozes, Tarver estava preocupado e acreditando ser um trauma psicológico por causa da queda, mas se dá conta de que coisas estranhas começaram acontecer. Aos poucos eles vão perdendo a noção de quantos dias estão no planeta e começam a se deparar com dificuldades na busca por ajuda.

MINHA OPINIÃO

Quando As Estrelas Caem – Amie Kaufman e Meagan Spooner

Eu só me dei conta de que esse livro foi escrito por duas autoras quando finalizei a leitura. Os diálogos foram tão bem desenvolvidos, com tanta harmonia, que nem desconfiei que havia uma co-autoria. Quando as Estrelas Caem é um romance futurista que expõe a luta pela sobrevivência.

No entanto, devo admitir que não gostei da Lilac nos primeiros capítulos. Para ser bem sincera, eu só fui gostar da personagem quando cheguei na metade do livro. Ela foi criada para ser uma menina mimada, daquelas que tem tudo e nunca precisou encarar dificuldades. Mas ao mesmo tempo, ela tem consciência de que é assim por causa da sua criação e a incomoda ser desse jeito.

Tarver é o garoto dos sonhos! Ele é apaixonado pela sua família e sente falta do seu irmão, que morreu em combate. O jovem foi treinado para proteger vidas e por isso consegue lidar melhor com a situação em que estão vivendo. Ele coloca em ação tudo que aprendeu em seu treinamento e viveu no front enquanto lutava. E esse comportamento conseguiu mantê-los em segurança.

Quando As Estrelas Caem – Amie Kaufman e Meagan Spooner

UM ROMANCE LEVE

Sabe aquela frase de que os opostos se atraem? É assim o relacionamento dos dois! Ambos estão apaixonados um pelo o outro, mas nenhum dos dois toma uma iniciativa. Lilac não quer dar o primeiro passo por causa do seu pai e Tarver não arrisca por causa da sua classe social. No entanto, eles conseguem trabalhar em equipe quando deixam esses sentimentos de lado. Quando disse que comecei a gostar da Lilac na metade do livro foi porque, ao se afastar daquilo que ela estava acostumada, fez com que ela refletisse melhor sobre as suas ações. E de repente ela estava envolvida tentando procurar uma saída para os dois.

Eu só não consegui curtir o final da trama. Quando as estrelas caem é o primeiro livro de uma trilogia que poderá ser lida de forma independente. As autoras fecharam essa história, mas não consegui aceitar a velocidade dos fatos, nem mesmo o clichê do romance. Se você gosta de ficção científica, vai gostar de como as autoras trabalharam o ambiente em que eles caíram.

Leia também

Geekerela – Ashley Poston (Um conto de fadas moderno)

Clayci

A Longa Viagem a um pequeno planeta hostil – Becky Chambers

Clayci

Sociedade J.M Barrie – Barbara J. Zitwer

Clayci

26 comentários

Thayenne 9 de outubro de 2018 at 10:27

Olá,

Tenho um certo receio de ler esse livro agora quando a continuação ainda não foi lançada, pois a Novo Conceito tem histórico de não publicar algumas continuações. Enfim, acho essa história intrigante, pois mistura sci-fi e romance, não costumo ler muito o primeiro, mas amo o segundo. Além disso, é um livro bastante elogiado lá fora, espero que lancem logo a trilogia (?).

Beijos,
oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

Responda
Clayci 11 de outubro de 2018 at 15:37

Infelizmente a Novo Conceito deixa os fãs na mão, né?
Tem várias trilogias que eu queria acompanhar, mas que fora abandonadas =/

Responda
Lilian de Souza Farias 1 de outubro de 2018 at 12:18

Tem bastante tempo que não leio nada da editora e achei a proposta desse livro uma excelente forma de acabar com esse jejum, aprecio quando a narrativa traz a luta pela sobrevivência e gostei de saber que são duas autoras.

Responda
Clayci 1 de outubro de 2018 at 21:03

Faz tempo que a editora não investe em novidades, né? =/

Responda
Bruna Costabeber 1 de outubro de 2018 at 10:14

Oi Clayci,
Tenho muita vontade de ler esse livro e fiquei surpresa por você ter dito que o livro foi escrito à quatro mãos. Acho muito legal quando não notamos isso, de tão bem desenvolvida que a história é. Acho legal essas obras que falam sobre sobrevivência e que tem um “q” de romance.
Vou anotar a dica de leitura, sem dúvidas.
Beijos ?

Responda
Clayci 1 de outubro de 2018 at 21:04

Ah fico feliz que tenha gostado e espero que consiga dar uma chance pra leitura <3

Responda
Ana Caroline dos Santos 22 de setembro de 2018 at 21:19

Olá, tudo bem? Tenho curiosidade de conhecer esse livro desde que ouvi alguém falando dele no booktuber na época que nem tinha no BR ainda haha. Infelizmente por mais que sejam obras que possam ser lidos de forma independente, estou a espera do lançamento dos três para começar (até porque a sua editora é uma das mais conhecidas por abandonar séries hehe). Sua resenha me deixou contente e ao mesmo tempo com um pé atrás por causa do final. Enfim, irei encarar para saber qual será minha opinião. Adorei!
Beijos,
http://diariasleituras.blogspot.com.br

Responda
Clayci 27 de setembro de 2018 at 15:51

Infelizmente a editora Novo Conceito não colabora, né? hahaha
Se esperarmos ela lançar todos, iremos ler isso lá pra 2022

Responda
Debyh 22 de setembro de 2018 at 11:20

Olá,
De vez em quando curto uma boa ficção cientifica, sempre bom ler sobre isso. Uma das coisas que provavelmente me incomodariam no livro é o romance. Não foi a primeira vez que li uma resenha deste livro dizendo que ele é pouco convincente, o que é uma pena. Aliás li poucos livros que misturasse os dois gêneros tão bem.

Debyh
Eu Insisto

Responda
Clayci 27 de setembro de 2018 at 15:48

Realmente é difícil, acho que a única autora que consegue misturar os dois gêneros (atualmente) tão bem é a Becky Chambers rs
Mas gostei do segundo livro de Chronos e estou confiante com a continuação.

Beijos

Responda
Dayhara Ribeiro Martins 21 de setembro de 2018 at 00:35

Oie sua linda, quanta foto maravilhosa! Esse livro rendeu bons comentários quando saiu a data de lançamento dele ne? Todo mundo meio que surtou haha eu nunca procurei saber qual era história, mas agora conferindo de pertinho, fiquei super animada, eu nao sou muito ligada em ficção então acho que seria uma boa forma de começar, né? Amei sua resenha!

Responda
Clayci 21 de setembro de 2018 at 19:15

Acredito que seria sim *_*
Pois tem muito romance e gostei da forma que as autoras desenvolveram a história
Obrigada

Beijos

Responda
Yvens Castro 20 de setembro de 2018 at 19:37

Olá, tudo bem Clayci?

Parabéns pelas fotos, ficaram lindas e valorizaram o livro. Eu e a minha namorada tivemos a oportunidade de ler “Quando as estrelas caem” e também adoramos a leitura, tem uma narrativa leve e envolvente, uma história bem construída. Gosto muito de ficção científica, mas não lembro de ter lido algum romance com elementos de ficção científica, até pq não tenho o hábito de ler muitos romances.
Abraço!

Responda
Clayci 20 de setembro de 2018 at 20:10

Ahhhhh se você gostou desse romance, pode ser que vc tbm curta Chronos e Os seis finalistas. <3 Cheio de elementos scifi, mas tem romance YA.

Responda
Beatriz Andrade 19 de setembro de 2018 at 23:35

Oi, Clayci!
Eu conhecia o livro apenas pela capa, mas não sabia nada sobre a história. Eu adorei a premissa, parece ser um romance bem gostosinho de ler e cheio de pontos que me agradariam bastante. Eu gostei de conhecer o seu ponto de vista sobre os personagens, é provável que a Lilac me irritaria no começo também, mas acredito que depois eu me envolveria com ela.

Responda
Clayci 21 de setembro de 2018 at 19:20

Acho que a Lilac irrita todos os leitores ahiuHAIUAHUAHIHAiAHIUHaUHAIUHiUHAiH

Responda
Alice Lacerda Montiel 19 de setembro de 2018 at 21:52

Oiii Clayci

Deve ter sido um pouco dureza não conseguir conectar com a personagem até metade, a leitura sempre é mais dificil quando não acontece essa empatia imediata, mas ainda bem que da metade em diante vc acabou gostando da Lilac.
Desse livro eu curto a ambientação, li tão poucos livros ambientados em outro planeta (acho que os únicos que li foi uma trilogia da Beth Revis há muito tempo). Eu adoro esses relacionamentos onde os opostos de encaixam e ambos se gostam mas não sabem como tomar a iniciativa, acho assim tão melhor do que o velho clichê da garota eternamente apaixonada pelo melhor amigo e vice versa… A capa é um arraso, acho que é uma das capas mais lindas que já vi.

Beijos

http://www.derepentenoultimolivro.com

Responda
Clayci 21 de setembro de 2018 at 19:22

Não conhecia essa trilogia ALice e já me interessei hauhahauhuhauhauhauh

Responda
Marijleite 19 de setembro de 2018 at 17:42

Olá, gostei muito de conferir suas considerações sobre esse livro que é uma história que sou curiosa para ler por gostar dessas obras que falem sobre sobrevivência (seja no espaço, seja em outros locais), a capa também me chama a atenção. Não sabia que seria uma trilogia. Ótimo post, Clayci.

Responda
Clayci 21 de setembro de 2018 at 19:22

Muito obrigada <3

Responda
Bianca Ribeiro 18 de setembro de 2018 at 18:24

Primeiro, parabéns pelas fotos maravilhosas.
Segundo, eu morro de vontade de ler esse livro por causa da capa, sempre tem ele na livraria aqui perto, mas como eu nunca vi nenhuma resenha dele eu ficava meio insegura, agora que li sua resenha vou aproveitar que tô indo pra faculdade e vou passar la no shopping pra comprar. Adorei, fiquei encantada, vou ler e depois volto pra gente conversar melhor!!

Responda
Clayci 19 de setembro de 2018 at 16:46

Muito obrigada <3

Ahhh fico feliz em saber disso.
Espero que curta a leitura *_*

Responda
Larissa Dutra 18 de setembro de 2018 at 16:45

Olá, tudo bem? Li pouca coisa de ficção científica até agora, e confesso que curti bastante; e sou fã de um romance bem fofo, então juntando os dois… só alegria, hahaha! Não conhecia este livro ainda, mas amei conhecer e fiquei super curiosa para ler. Obrigada pela dica!

Beijos,
Duas Livreiras

Responda
Clayci 19 de setembro de 2018 at 16:47

Eu acredito que vc vai gostar, Lari <3

Responda
Karini Couto 17 de setembro de 2018 at 13:21

Tudo bem?
Eu li esse livro sem grandes expectativas e me surpreendente bastante.

Achei a história é envolvente e fluída em uma cadência quase insana que não me deixou largar o livro até terminar. Apesar de Lilac e Tarver parecer (e talvez sejam) clichês, eles surpreendem muito, pois são capazes de se adequar e ir evoluindo conforme o cenário e suas realidades mudam. É palpável os sentimentos e até as irracionalidades pensadas e faladas durante todo o caos em que se encontram e isso é justamente o que agrada nos protagonistas. Além de ser um livro que eu realmente não sabia o que esperar e acabou sendo uma grata e feliz surpresa em um todo!

E como sempre, amei suas fotos.
Um dia quero ter esse dom.

Beijos.

http://www.alempaginas.com

Responda
Clayci 18 de setembro de 2018 at 14:41

Fiquei feliz em saber que gostou das minhas fotos.
Eu tb gostei bastante da história <3

Beijos

Responda

Deixe um comentário

* Seu comentário será enviado para aprovação.

Leave a review

  • Nota

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE