Fotografia


O Diário de Nisha – Veera Hiranandani (Uma jornada emocionante)

O Diário de Nisha é ambientado em 1947, no período em que a Índia conquistou a sua independência do controle britânico. Consequentemente o país foi dividido em dois: Índia e Paquistão. Essa edição linda foi publicada aqui no Brasil pela Darkside Books.

SOBRE A HISTÓRIA

Nisha – que é metade hindu e metade muçulmana – completou 12 anos de idade recentemente. Ela é uma menina quieta e introvertida; a única pessoa com quem se sente mais tranquila (além do irmão) é Kazi – o cozinheiro muçulmano da família.

Kazi a presenteou com um diário e Nisha decidiu usá-lo pra escrever para a mãe que nunca conheceu. Nisha e seu irmão foram criados pelo pai e a avó que são hindus. A jovem registra os pequenos eventos em sua vida, com o objetivo de se sentir mais próxima de sua mãe. No começo, através das suas anotações, vamos conhecer a sua rotina e a convivência com seus familiares.

O Diário de Nisha - Veera Hiranandani (Uma jornada emocionante)

Amil (seu irmão gêmeo) é um menino inteligente, mas tem dificuldades de aprendizado na escola em que estuda. Ele gosta de desenhar e faz de tudo para matar as aulas e fugir dos meninos que praticam bullying. Nisha também fala da profissão do seu pai e como isso o mantém afastado. E como sua avó convive com os dois na ausência dele.

Amil diz que é bom nos libertarmos dos britânicos, mas o que isso significa? Liberdade não é poder escolher onde se quer estar?

O Diário de Nisha

Nisha gosta de cozinhar e da companhia de Kazi

Apesar de não falar muito, Nisha se sente confortável na presença de Kazi. Em seu diário, a jovem compartilha a sua paixão pela culinária e a paciência dele ao ensiná-la. Entretanto, os seus registros começam a ficar mais sérios quando surge a notícia sobre a partição. Ela não conseguia entender o que estava acontecendo, pois os adultos da casa omitiam esse tipo de informação. Tinha que ouvir pelos cantos e juntar as palavras que escutava para tentar compreender.

Sua família estava correndo perigo. Já não era mais seguro continuar onde estavam. Por ser hindu, eles teriam que deixar aquela casa e se mudar para Jodhpur, que fica na Índia. Eles terão que fazer uma longa viagem a pé para alcançar o novo destino e correr riscos nesse trajeto.

O Diário de Nisha - Veera Hiranandani (Uma jornada emocionante)

MINHA OPINIÃO

Quando você divide as pessoas, elas escolhem lados.

O Diário de Nisha

Terminei esse livro chorando e com vontade de abraçar Nisha. Antes de se mudarem, à medida que os incidentes violentos aumentaram contra os hindus, me emocionei com os registros. Ver a história narrada na perspectiva de uma criança, fez tudo ficar ainda mais comovente. Nisha e Amil não podiam mais frequentar a escola e a casa deles foi invadida. A família foi forçada ir para a Índia a pé, depois de ouvir sobre a violência entre hindus e muçulmanos na estação de trem, a caminho da fronteira.

Nisha é uma personagem fascinante e quando soube, que no meio do caminho, passariam pela casa do tio Rashid, ficou animada. Foi lá que a sua mãe cresceu e a oportunidade de saber mais sobre o passado dela faria com que se sentisse mais próxima. Tanto que Nisha tem dificuldades para se expressar verbalmente, entretanto, gosta de prestar atenção em tudo o que está a sua volta.

O Diário de Nisha - Veera Hiranandani (Uma jornada emocionante)

Uma jornada emocionante

[pullquote align=”left” style=”style3″ width=”381″ size=”16″ line_height=”18″ bg_color=”#965bc6″ txt_color=”#965bc6″][blockquote custom_class=”” txt_color=”#ffffff” size=”25″ line_height=”32″]Às vezes penso sobre por que estamos vivos, quando tantos outros morreram por nenhum motivo fazendo a mesma caminhada, atravessando a mesma fronteira. Todo aquele sofrimento, toda aquela morte, por nada. Nunca entenderei, enquanto viver, como um país pode mudar tanto da noite para o dia a partir de uma única linha divisória. [/blockquote][/pullquote]

Nisha só escreve no diário à noite, quando todos estão dormindo. E por mais que seja cativante a sua forma de se expressar, pois esses registros fazem tudo ficar mais pessoal, é preocupante. Ela ainda está se conhecendo e buscando a própria identidade, contudo, teve que crescer antes da hora por conta das questões políticas. Aos pouquinhos, a jovem vai descobrindo a própria voz e mostrando a sua coragem, tal como resiliência e surpreende a todos.

Veera Hiranandani criou a história de Nisha se baseando na história da família de seu pai. Isso deu uma sensação maravilhosa de autenticidade. No final do livro tem nota da autora falando sobre esse fato histórico. Mais de 14 milhões de refugiados cruzaram a fronteira e pelo menos 1 milhão morreu nesse percurso. Adorei a maneira como a autora descreve o que está acontecendo ao redor de Nisha. Principalmente os cheiros e sabores da culinária local. Sem dúvidas se tornou um dos meus livros favoritos do ano.

O Diário de Nisha - Veera Hiranandani (Uma jornada emocionante)

PLAYLIST O DIÁRIO DE NISHA

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Fotografia

    Lúcifer, o libertador – Ticiano Bréscia

    Por

  • Fotografia

    Condado Maldito: Bruxas & Assombrações (Vol.1)

    Por

  • Fotografia

    Psicopata Americano – Bret Easton Ellis

    Por

comentários

  • Kelly Alves

    Oi Clayci,
    Estou na metade da leitura de Nisha, como o mês está bem corrido ainda não consegui finalizar. A história da Nisha é o tipo de leitura que gosto de fazer sempre, apesar de serem livros tristes e que despertam revolta, ainda sim acordam a nossa humanidade, nos faz refletir sobre a nossa vida e perceber que nossos problemas não são tão graves e que com um pouco de paciência podemos resolvê-los.
    A edição da Dark está linda e suas fotos ficaram incríveis.

    Beijokas

    responder
Mais comentários
1 2

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • Fotografia

    Lúcifer, o libertador – Ticiano Bréscia

    Por

  • Fotografia

    Condado Maldito: Bruxas & Assombrações (Vol.1)

    Por

  • Fotografia

    Psicopata Americano – Bret Easton Ellis

    Por

ir ao topo

Buscar no site

plugins premium WordPress
Tatuagem Literária: A vida invisível de Addie LaRue Frases do livro: A casa no mar Cerúleo Trechos do livro A sociedade de Atlas Trechos do livro: Mansão Gallant