Love Kills – Danilo Beyruth

por Clayci
16 comentários 75 visualizações

Sobre o autor

Love Kills foi o meu primeiro contato com o trabalho ao autor. Danilo Beyruth é um autor bastante premiado pelos seus trabalhos e um nome consolidado nos quadrinhos brasileiros. Criador de Bando de Dois e Necronauta, reformulou o personagem Astronauta, de Maurício de Sousa, em uma série de graphic novels, colaborou com a Marvel Comics, em Motoqueiro Fantasma e Guardiões da Galáxia e tem trabalhos publicados nos Estados Unidos, Europa e Argentina.

Em 2018, Danilo viu seus personagens e conceitos ganharem vida no filme Motorrad, dirigido por Vicente Amorim. Samurai Shirô segue o mesmo caminho e já está em produção cinematográfica internacional, também com direção de Amorim, o ator das séries Os Tudors e Vikings, Jonathan Rhys Meyers, além de Eijiro Ozaki, Kenny Leu e MASUMI no elenco. E os darksiders colecionadores tiveram contato com seu trabalho nas ilustrações horripilantes da edição comemorativa de 50 anos de A Noite dos Mortos-Vivos, de John A. Russo, em que Danilo dá um tiro certeiro na cabeça dos zumbis famintos. (fonte)

Um pouco mais sobre Love Kills

Love Kills é a investigação de Danilo Beyruth sobre o mito dos vampiros. A história se passa em São Paulo e o autor mostra como esses seres estão sobrevivendo nos dias atuais. Helena é uma das sobreviventes e vive em um prédio na cidade. Ela é bem solitária, mas prefere viver dessa forma. Em uma de suas caçadas noturnas, Helena acaba se esbarrado com Marcus; um cozinheiro que não está muito satisfeito com o seu trabalho, mas continua nesse emprego e fazendo o melhor que pode. Depois de uma confusão no restaurante em que trabalha, ele se vê atraído por Helena sem saber os perigos que essa aproximação podem trazer.

Admito que não gostei do Marcus e fiquei sem entender em quê a sua presença contribuiu na trama. Mas me surpreendi com os traços de Danilo, pois foi o meu primeiro contato com o trabalho do autor e gostei de como ele enriqueceu a narrativa com as suas ilustrações. Moro em São Paulo, porém a rotina do dia-a-dia faz com que certos detalhes importantes passem despercebidos. No entanto, ao ler e admirar seus traços, foi como se eu pudesse sentir e ouvir toda a agitação da cidade.

Ao mostrar a forma como esses vampiros vivem e onde se escondem na cidade, Danilo trouxe outras reflexões ao apresentar realidades ignoradas em São Paulo. E mesmo com um assunto tão delicado, como o vício, há cenas de ação e combate. A ausência de cores na paleta preta e branca, harmoniza com esse lado sombrio da cidade. Gostei de ler Love Kills!

Love Kills Book Cover Love Kills
Danilo Beyruth
Darkside Books
248

O sentimento e a forma como esses seres vampíricos se orientam no mundo em LOVE KILLS, destinados à imortalidade, trazem reflexões sobre a própria vida mortal do leitor. Entretanto, as cenas de ação e combate, e a narrativa cuidadosa de Danilo Beyruth não são colocadas de lado.

Os desenhos muito bem realizados chamam a atenção do leitor em um primeiro momento, mas a qualidade da narrativa, da transição entre os quadrinhos e o ritmo da história, que mescla diálogos e ações, é o que vai segurá-lo até o final da obra. É uma leitura veloz, mas o leitor vai querer voltar algumas vezes, para se atentar aos detalhes da arte e da história, como se fosse um verdadeiro imortal.

Você também poderá gostar

16 comentários

Mari Barros 10 de março de 2020 - 17:17

Acredita que com a exceção das HQs da Mônica, eu não li mais nenhuma? Eu estou super curiosa para ler e essas da Darkside são simplesmente uma das que mais quero, principalmente porque eu criei um trauma com história de vampiro depois de crepúsculo e eu quero quebrar isso hahahaha

resposta
Maria Luíza Lelis 4 de março de 2020 - 22:32

Oi, Clayci! Tudo bem?
Eu não leio quadrinhos, por isso ainda não conhecia o autor. Mas achei a premissa desse muito diferente e interessante. Primeiro porque nunca li nada que envolvesse vampiros no Brasil, segundo que achei muito legal o autor aproveitar para mostrar realidades de São Paulo que muitas vezes são ignoradas. Além disso, pelas fotos que você incluiu deu para ver o quanto a edição está linda.
Adorei sua resenha e nem preciso comentar das fotos né? Maravilhosas como sempre <3
Beijos!

resposta
Beatriz Andrade 3 de março de 2020 - 23:06

Que edição mais linda, Clayci! Eu já conhecia o livro, mas ainda não li e vendo aqui o seu post só aumentou a minha vontade de ler. As suas fotos estão maravilhosas como sempre. Eu adoro o tema e imagino que seja um livro ótimo! Quero muito ler algo da Caveirinha também

resposta
Debyh 2 de março de 2020 - 19:12

Olá,
Muito legal o quadrinho! Não conhecia a história, e achei interessante a vida dela na cidade como vampiro, misturar o dia a dia normal com algo sobrenatural sempre fica interessante.

resposta
Ana Caroline Santos 26 de fevereiro de 2020 - 16:03

Olha que legal pois não sabia que era o mesmo autor de Necronauta, o qual li curti. Acho que por isso só já seria algo que me chamaria atenção, e saber que tem uma edição linda e ótima história me incentiva ainda a mais a ler. Dica super anotada e espero poder ler em breve!
Adorei!
Beijos

resposta
Dayhara Ribeiro Martins 25 de fevereiro de 2020 - 19:43

Eu vi esse livro e achei que fosse algo totalmente diferente hahaha fiquei feliz demais em saber que é um quadrinho brasileiro e que é sobre vampiros, muito bacana! Adoro as suas fotos e a maneira como você discorre tão bem sobre as histórias. <3

resposta
Nina Spim 23 de fevereiro de 2020 - 20:56

Oi, Clayci! Não tenho acompanhado muito a DS, então não sabia desse livro e não me interessei, apesar de eu gostar de graphic novels. A trama mesmo não me atraiu, não fiquei com vontade de conhecer as personagens. Mas adorei, como sempre, as suas fotografias!

Love, Nina.
http://www.ninaeuma.blogspot.com

resposta
Fernanda Santos Barroso 2 de março de 2020 - 23:44

Olá!
Eu não costumo ler muitos livros assim, na verdade, acho que não li nenhum, mas estou abismada com como essa pessoa é conhecida nesse meio e eu não sabia.
O livro parece ser muito interessante pra quem gosta, inclusive sem algumas pessoas que iriam pirar com ele, então a dica tá anotada pra passar adiante.

Abraços

resposta
Ariadne Rodrigues Machado 21 de fevereiro de 2020 - 11:13

Gostei demais das ilustrações, a história parece bem legal! Lindas fotos ^^

bjs

Ariadne ?
De volta ao retrô | Instagram

resposta
Ava 21 de fevereiro de 2020 - 07:47

Oi Clayci, tudo bem?
Nossa, que trabalho incrível, as ilustrações dele são maravilhosas. Gostei muito. E a história parece ser bem instigante. Gosto de histórias assim.
Abraços
Ava

resposta
Camila Faria 20 de fevereiro de 2020 - 14:47

Nossa Clay, que traço maravilhoso o dele. Gostei muito e fiquei bem animada para ler. Difícil encontrar histórias de vampiros que se passam aqui no Brasil, achei curioso e pitoresco. Beijo, beijo :*

resposta
Lívia Alli de Alcântara Madeira 18 de fevereiro de 2020 - 08:15

primeiro AMEI demais as fotos que vc tirou! e como adoro histórias de vampiros com certeza já fiquei bem curiosa pra ler esse livro

http://www.tofucolorido.com.br
http://www.facebook.com/blogtofucolorido

resposta
Clayci 18 de fevereiro de 2020 - 08:42

Muito obrigada <3

resposta
Kênia Cândido 20 de fevereiro de 2020 - 19:42

Oi Clayci.

Amei sua resenha e já desejava essa Hq para conhecer a escrita do autor. Mas ao ler sua opinião minha curiosa e vontade de conquistar este livro aumentou. Parabéns pela resenha e parabéns pelas fotos. Ficaram lindas.

resposta
Clayci 26 de fevereiro de 2020 - 13:10

Fico feliz que tenha gostado <3

resposta
Larissa Dutra 17 de fevereiro de 2020 - 20:11

Olá, tudo bem? Não conhecia esse livro ainda, mas fiquei bem curiosa para ler, principalmente por se tratar de vampiros. Adorei tua resenha e as fotos, super quero ler!

Beijos,
Duas Livreiras

resposta

Deixe um comentário