Image default
Home - Ikigai – Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz
Comportamento Não Ficção Resenhas Literárias

Ikigai – Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz

Olá, hoje vim falar deste livro: Ikigai – Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz. A princípio pode parecer outro livro de auto-ajuda, porém é um documentário e um registro de dados e fatos, compilando entrevistas com as pessoas mais longevas do mundo. Pessoas que em seus plenos 90, 100 anos de idade ou mais, estão totalmente dispostas e sã. Realizam suas atividades diárias em casa e em sua comunidade, saem e se divertem com seus amigos; vivem no fluxo da vida.

Ikigai é um livro curto e trabalhado por dois pesquisadores que visitaram esses locais e comunidades onde as pessoas possuem idades muito avançadas, mas que aparentam ser muito mais jovens. Sempre houve um mistério e um questionamento sobre as pessoas que conseguem atingir idades muito avançadas, ainda mais quando permanecem em perfeita saúde. Inevitável fazer um contra-ponto com a nossa vida, pensando se conseguiremos atingir tal patamar.

Ikigai - Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz

Héctor García e Francesc Miralles deixam claro que ikigai é um termo para abranger a nossa razão de existir, ou e você preferir, ikigai é a razão pela qual você se levanta todos os dias. Motivo, propósito, vontades… não importa a palavra, é isso que irá te dar “combustível” para viver o máximo que puder. E é muito comum hoje as pessoas passarem por frustrações existenciais. Concordemos, essa sensação é muito ruim e parece de fato que drena nossa vitalidade. O oposto disso é o ikigai.

Uma das maneiras de estruturar seu ikigai é o chamado “flow“. A ideia de fluir e sentir a realização das tarefas, uma a uma e a satisfação que somente esses momentos podem proporcionar. E não é preciso muito para se obter o flow aos poucos, podendo começar por tarefas simples: Uma jardinagem, uma caminhada podem ser um bom começo. Muitos aplicam esse estado de espírito em seu trabalho, o qual deixa de ser um “trabalho” para se tornar um momento de prazer para corpo e alma. Quando estiver tão envolvido com aquilo que realiza e não perceber o tempo passar, você atingiu um estado de flow.

Ikigai - Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz

O importante sobre ikigai é que não estamos falando de uma busca incessante pela perfeição, mas sim por uma busca de sintonia com o que nos cerca. Os habitantes das zonas de estudo do livro tem isso em comum, mais do que aquilo ingere no dia a dia, o seu “estado de viver” é que realmente irá contar. É uma leitura curta e interessante, agradável na parte das entrevistas reproduzindo a declaração das pessoas mais velhas do mundo. E vou dizer, dá uma motivação a mais para chegar ao estado de flow.

Vale a pena dar uma lida. Abraços e até mais!

 

 

Ikigai Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz Book Cover Ikigai Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz
Intrínseca
208

Sinopse: Descubra seu ikigai e encontre o propósito que vai guiar sua vida

Por que existem pessoas que sabem o que querem, enquanto outras definham na confusão? Segundo os japoneses, o segredo é encontrar seu ikigai, conceito que pode ser traduzido como razão para viver. Ter um ikigai claro e definido proporciona a satisfação e o propósito que justificam nossa existência, sendo, para muitos, também a chave da longevidade.

Em Ikigai: Os segredos dos japoneses para uma vida longa e feliz, os autores Francesc Miralles e Héctor García vão até Okinawa, a ilha japonesa de população centenária, e reúnem pela primeira vez em livro os hábitos e rotinas que mantém em dia a saúde da mente, do corpo e do espírito daquele povo. Um guia com informações claras e sucintas, além de listas, tabelas e ilustrações que colocam em suas mãos as ferramentas certas para entender e encontrar seu ikigai.

Leia também:

Ninfeias Negras – Michel Bussi

Clayci

Labirinto – Jim Henson

Clayci

A última Estrela – Rick Yancey

Clayci

18 comentários

iza 25 de maio de 2018 at 21:46

Sou fascina por meditação, tarô, horoscopo; Acho que o ser humano é ligado de alguma forma com a Natureza, que temos uma conexão profunda com tudo que é vivo neste pequeno planeta em que vivemos. Acho que eu me daria muito bem lendo este livro, além de fazer um bem danado pra minha mente ansiosa.

Resposta
Clayci 29 de maio de 2018 at 08:47

O Di gostou muito dessa leitura, até eu fiquei tentada em ler rs

Resposta
Fabrica Dos Convites 21 de maio de 2018 at 17:38

Eu conheço o livro, até ganhei um exemplar, mas não é o tipo de livro que eu estou lendo no momento, por isso, por enquanto, ele está apenas na estante. Mas que bom que gostou da leitura.
Bjs, Rose

Resposta
Clayci 28 de maio de 2018 at 08:54

Também não leio esse gênero com frequência, Rose <3

Resposta
Ana Caroline Santos 19 de maio de 2018 at 22:22

Olá, tudo bem? Que ideia interessantíssima em trazer para um livro. Não conhecia essa denominação, mas parece ser uma coisa boa para levarmos para a vida. Já tinha visto a capa por ai, no entanto nunca me aprofundei no que realmente tratava o livro. Agora sabendo, fiquei bem curiosa, por isso dica anotada <3
Beijos,
http://diariasleituras.blogspot.com.br

Resposta
Clayci 28 de maio de 2018 at 08:53

Fico feliz e, saber que se interessou <3

Resposta
Fernanda Santos Barroso 18 de maio de 2018 at 17:51

Olá!
Confesso que eu não costumo ler esse tipo de livro, simplesmente porque não costuma me prender muito. Mas e gostei tanto do tema dele e dessa simplicidade que parece tratar, que acho que daria uma chance sim, mesmo sendo um documentário. Espero consegui algum dia.

Abraços

Resposta
Diego Lorenzo 19 de maio de 2018 at 11:10

Bom dia, Fernanda.
Dê uma chance sim, pois é bem curtinho e o tema é apresentado de forma didática mesmo, direta e sem maiores rodeios.

Resposta
Beatriz Cavalcante 18 de maio de 2018 at 10:30

Eu nunca gostei muito de livros de auto ajuda mas achei esse muito interessante. Não parece ser aqueles que tem lá os 5 passos mágicos para mudar de vida como se fosse super fácil e você nunca fez nada para resolver isso, hahaha. Gostei da proposta dela e por envolver essa temática japonesa eu fiquei com vontade de ler. 😀

Resposta
Diego Lorenzo 19 de maio de 2018 at 11:16

Olá Beatriz.
Então, este livro, quando o li, não me pareceu caminhar por esse mesmos 5 passos que você mencionou dos livros de auto ajuda. Aí o classifiquei mais como um documentário, por assim dizer. Ele mais expõe as coisas sobre ikigai e o que o envolve, do que falar: faça assim, faça assado kkkkkk

Resposta
Viviane Dutra 18 de maio de 2018 at 09:15

Olá, que livro interessante, sempre ouvi falar da longevidade dos japoneses, sabia ser devido aos hábitos alimentares saudáveis, os rituais que acalmar e trazem paz. Fiquei bem curiosa para ler, e como é da Intrínseca, acho que será fácil encontrá-lo.
Obrigada pela dica.
Bjos
Vivi
http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

Resposta
Diego Lorenzo 19 de maio de 2018 at 11:21

Não tem de que, Viviane.
Ali também encontrará outros motivos mais sobre a longevidade dos japoneses, e não só eles como também outros povos e grupos populacionais mundo afora.

Resposta
Andrea Morais 17 de maio de 2018 at 18:01

Olá!
Não conhecia esse livro e confesso que pelo título não prestaria atenção a ele em uma livraria, mas adorei sua resenha e fiquei bem interessada em seu conteúdo e nessa questão de alcançar esse estado de equilíbrio com tudo o que está ao nosso redor, Adorei mesmo!
Como sempre, imagens lindas na postagem <3

Livre Lendo

Resposta
Diego Lorenzo 19 de maio de 2018 at 11:24

Obrigado, Andrea
Quando der uma passada por alguma livraria, dê uma olhadinha no livro, vale a pena.

Resposta
Emy 17 de maio de 2018 at 08:45

Esse livro parece ser ótimo!
Embora eu não queira viver até os 100 anos, gostaria de saber mais sobre ikigai e sobre o tal flow… Já está na lista para ser minha próxima aquisição!

Resposta
Diego Lorenzo 19 de maio de 2018 at 11:25

Olá Emy.
O flow é bem interessante, considerei ele até mais interessante do que o ikigai em si. Este é mais abrangente, de longo prazo… o estado de flow podemos conseguir certamente com um pouco mais de facilidade.

Resposta
Anny 16 de maio de 2018 at 09:58

Estado de Flow atingir sem saber o que era, e justamente com a jardinagem. Para mim é como uma terapia, reservo os domingos para ela, ja que tem feira na frente de casa e o tio da barraca de planta ja sabe que vou da as caras por lá rsrs. Me dei conta no domingo de que quando estou mexendo com a terra, plantando, não me dou conta do tempo, quando dou por mim, ja me atrasei para as outras tarefas de casa.
Bjs Clay

Resposta
Diego Lorenzo 19 de maio de 2018 at 11:27

De fato Anny. É exatamente isso o estado de flow. A jardinagem inclusive é um dos mais citados no livro. Imagino que tenha um belo jardim em casa. OU seria uma horta também?

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE