Em algum lugar nas estrelas – Clare Vanderpool

por Posted on 10 Comments 4 min. de leitura 40 visualizações

Olá, como vocês estão? Hoje é comemorado o dia mundial da conscientização do Autismo e no ano passado, compartilhei 3 livros com personagens autistas aqui no blog. Em algum lugar nas estrelas estava entre essas recomendações, no entanto, não dei muitos detalhes sobre a história. Esse livro é especial e significou muito pra mim, por isso decidi falar um pouquinho sobre ele hoje.

Em algum lugar nas estrelas - Clare Vanderpool

Se você me acompanha no Sai da Minha Lente, já deve ter percebido que gosto de dividir as resenhas que faço. Falo um pouquinho sobre a história e depois dou a minha opinião a respeito, porém hoje farei algo diferente. Em algum lugar nas estrelas foi uma leitura tão importante e emotiva, que decidi falar sobre o livro como um desabafo.

Quem é Jack Baker?

Jack Baker é um adolescente que nasceu no Kansas, mas teve a sua vida transformada depois da morte de sua mãe. Ele se sente perdido, sem direção e se culpa pelo o que aconteceu com ela. Depois da tragédia, seu pai decidiu colocá-lo em um colégio interno para meninos no Maine. Lá, Jack encontra Early Auden, o garoto mais estranho da turma, que lê o número pi como se fosse uma história; e coleciona recortes sobre as aparições de um grande urso preto nas montanhas próximas.

Em algum lugar nas estrelas - Clare Vanderpool

Por mais que Jack saiba que os outros garotos consideram Early Auden estranho, ele não se importa com os comentários e acaba se aproximando dele. E quanto mais eles convivem juntos, mais vão descobrindo afinidades e acreditando que ainda há esperanças nesse mundo confuso. Esse livro fala sobre se sentir perdido, sozinho e angustiado. Mas também fala sobre encontrar o caminho de volta à vida. Só para ter uma pequena ideia, essa história se passa no final da Segunda Guerra Mundial, em uma época que o mundo precisava de uma cura e direção.

[penci_blockquote style=”style-2″ align=”none” author=”Em Algum Lugar das Estrelas “]Lembrei o que Early Auden havia dito. Ele ouvia Louis Armstrong às segundas, Frank Sinatra às quartas, Glenn Miller às sextas e Mozart aos domingos. A menos que chovesse. Se chove é sempre Billie Holiday.[/penci_blockquote]

Playlist: Em Algum Lugar das Estrelas

O pai de Jack sempre fora ausente, pois trabalha na Marinha. Quando sua mãe morreu – de um aneurisma cerebral – ele se sentiu culpado e consequentemente estava com dificuldades para se adaptar ao novo ambiente. Foi Early que o ajudou a encontrar não só o caminho de volta pra casa, mas também sentido para os seus dias. Os dois decidiram viver uma aventura arriscada, atrás do que acreditavam.

Uma das coisas que eu mais gostei nessa história, foi a conexão que Jack tinha com a sua mãe. Em todas as suas observações (seja pelos lugares que ele passava e as pessoas que encontrava), o jovem sempre se lembrava dos seus conselhos.

Em algum lugar nas estrelas - Clare Vanderpool

Quem é Early Auden?

E o que falar de Early Auden? Ele é um personagem extraordinário. Era visto como o garoto mais estranho da turma, pois viva sozinho e isolado. Porém achei incrível a sua capacidade de enxergar as coisas por outra perspectiva. A sua visão do mundo é unica! Ele aprendeu formas de lidar com as dificuldades da vida.

Early tem regras específicas, por exemplo, as músicas que deve ouvir em cada dia da semana. Louis Armstrong às segundas; Sinatra às quartas; Glenn Miller às sextas; Mozart aos domingos e Billie Holiday sempre que estiver chovendo. Como a história se passa no final da Segunda Guerra Mundial, ele não é descrito como autista, por isso seus amigos acham o seu comportamento estranho.

Ele também vê os números como se fosse uma história; Com formas, texturas e sentimentos. Pi não é apenas uma equação matemática, é a busca da vida de um menino que está tentando conquistar o seu espaço. Por mais que a trama seja narrada na visão de Jack, há capítulos em que Early conta histórias sobre o Pi. Gostei tanto que deixei esses capítulos marcados para ler sempre que me sentir perdida.

Em algum lugar nas estrelas - Clare Vanderpool

Que direção seguir?

A história é delicada e sem muitas reviravoltas. O foco está na amizade entre os dois garotos e na discussão sobre identidade. Afinal, queremos saber quem somos e a nossa importância no mundo, não é mesmo? Todos sentem-se perdidos em algum momento (ou vários) na vida. E está tudo bem!

[penci_blockquote style=”style-2″ align=”none” author=”Em Algum Lugar das Estrelas”]Às vezes, é melhor não ver todo o caminho que se estende diante de você. Deixe a vida surpreendê-lo, Jackie. Há mais estrelas por aí do que as que já têm nome. E todas são lindas.[/penci_blockquote]
Em algum lugar nas estrelas - Clare Vanderpool

Recomendo muito essa leitura!

Receba as publicações por e-mail

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 Comments
  • Luana Souza
    abril 22, 2019

    Que post emocionante, Clayci. Me deixou com vontade largar tudo que estou fazendo agora para pegar meu exemplar e começar a ler logo. Na verdade, eu já o deixei na bolsa separadinho para poder ler. Vejo tantas pessoas elogiando esse livro que fico até emocionada por finalmente poder tê-lo em mãos. Mas nenhuma resenha foi tão sincera e bonita quanto a sua (e não falo apenas pelas fotos). A história parece ser encantadora, com personagens que a gente consegue se identificar. Minhas amigas já me compararam com personagens autistas da ficção (de um jeito bom, não ruim!), e por isso estou ainda mais curiosa para conhecer o Early *-*

  • lilian farias
    abril 11, 2019

    Esse é um dos livros da editora que sinto extrema vontade de ler e fico esperando uma promoção boa dele na Saraiva. Li muitas resenhas e sempre me chama atenção como as pessoas relatam o envolvimento com a história, a aproximação do leitor com o personagem e o tema identidade é inesgotável.

    • Clayci
      abril 15, 2019

      Ahhh vire e mexe sai uma promoção no próprio site da editora <3 Recomendo muito

  • Mayara Milesi
    abril 9, 2019

    Ola!!

    Confesso para você que sou apaixonada pela edição desse livro. A capa me chama e isso aguça imensamente a minha curiosidade para a leitura. Tenho um medo absurdo de a leitura ser lenta, mas adorei ainda assim a sua resenha e tenho que te dizer que sua resenha me deixou ainda mais curiosa para conhecer a profundidade dessa historia.

    beijos

  • Beatriz Andrade
    abril 8, 2019

    Que linda indicação, Clayci!
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro e depois de ver seu post falando sobre ele eu fiquei ainda mais interessada. A edição parece estar linda <3

    • Clayci
      abril 9, 2019

      Espero que você consiga dar uma chance para essa leitura <3

  • Andressa Ledesma
    abril 6, 2019

    Que fotos mais delicadas e lindas! Adoro vim conferir suas postagens.
    Esse livro já estava nos meus desejados, e depois dessa resenha minha vontade de ler é ainda maior!
    Adorei saber que tem playlist, sempre gosto de escutar depois da leitura.
    beijos

  • Alice Lacerda Montiel
    abril 5, 2019

    Oiii Clayci

    Apesar de ser uma história de poucas reviravoltas, parece ser tocante, aborda um tema que li pouco pra ser sincera e gostaria de conhecer mais. Focar na amziade dos dois garotos é bem legal também, ima gino que o leitor meio que se envolve e se sente muito ligado aos personagens, num mundo onde todos os livros focam só em romance, acho super bacana quando encontramos uma história que preza na amizade. A edição está lindissima, como sempre, Darkside arrasa.

    Beijos

    http://www.derepentenoultimolivro.com

  • Marijleite
    abril 4, 2019

    Que post encantador! Suas fotos estão lindas. Li esse livro há algumas semanas e super concordo com tudo o que disse sobre ele; eu amei conhecer a forma como o Early via o mundo e como ele e o Jack construíram essa amizade. Obrigada por trazer a playlist, estava mesmo procurando algumas das músicas e artistas citados.

  • walter
    abril 2, 2019

    otimo psot! 😉

    O Planeta Alternativo

Previous
A Pequena Sereia e o Reino das Ilusões – Louise O’Neill
Em algum lugar nas estrelas – Clare Vanderpool

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE