Aurora nas sombras – Fabien Vehlmann & Kerascoët

por Posted on 11 Comments 2 min. de leitura 72 visualizações

Aurora nas Sombras foi uma graphic novel que me enganou direitinho. Quando soube que a Darkside Books iria lançar este título aqui no Brasil, logo me encantei pela capa (mas deveria ter desconfiado). Essa obra é do autor Fabien Vehlmann e dos quadrinistas Marie Pommepuy e Sébastien Cosset – que usam o pseudônimo Kerascoët.

E quando digo que fui enganada é porque a leveza dos traços realmente atrai, porem… Imaginei que encontraria uma história leve, com uma mensagem otimista e que terminaria com um sorriso no rosto. Entretanto posso antecipar que – pela minha interpretação – não existe moral real nessa história. Assim que fechei o livro, fiquei pensando sobre a lição que os autores queriam transmitir. Contudo, só consegui pensar em como a vida é frívola e cruel, mas ao mesmo tempo sensível. Sem mais, sem lição de moral a passar.

Aurora nas sombras - Fabien Vehlmann & Kerascoët

Um pouco mais sobre Aurora nas Sombras

A história começa de um jeito inocente: com um casal tomando chá da tarde e trocando palavras de afeto. Só que durante esse encontro, uma gosma cai do teto e de repente tudo começa a mudar. Pequenas criaturas começam a sair do corpo de uma criança que está em decomposição. No meio de tanta confusão, cada criaturinha que surge possui uma aparência meiga e característica.

Todos estão confusos querendo saber o que aconteceu. E admito que me senti perdida junto com esses pequenos seres, afinal da onde eles surgiram? No início da publicação mencionei a minha forma de interpretar esta história e para responder àquela pergunta será necessário que você leia. Pelo que pude compreender, essas criaturas são fragmentos, ideias e traços da personalidade dessa criança que faleceu.

Entretanto não consigo compreender direito o desfecho que é dado a cada um. Num primeiro instante parece não ter sentido algum, logo, é preciso atenção ao repensar a história e seus personagens para tentar abstrair algo dali,

Sendo assim, cada fragmento terá que se localizar e encarar os seus próprios desafios. Aurora é uma espécie de alter ego e tenta sempre ajudar aqueles que estão a sua volta. Ela é doce, inocente e é fácil sentir empatia em sua personalidade, mas no decorrer da história ela precisará deixar sua inocência de lado para lidar com um mundo mais sombrio.

Mas vou parar de falar sobre a história para não entregar os pontos importantes, pois realmente quero que você leia. Aurora nas Sombras mexeu bastante comigo! Os traços e as cores são cativantes; ajudam a dar a meiguice necessária que a trama precisa. Por um momento cheguei a me esquecer do ambiente pesado

Aurora nas Sombras Book Cover Aurora nas Sombras
Fabien Vehlmann & Kerascoët
Darkside Books
96

Um grupo de pequenos seres é obrigado a sair do lugar aconchegante onde mora e iniciar uma luta pela sobrevivência em um mundo terrível. Tudo parece dentro dos conformes, certo? Bem, mais ou menos. A casa deles era o cadáver de uma garotinha estirado no meio da floresta, e o lugar para onde eles vão não é nada mais, nada menos que o mundo que conhecemos como nosso. Depois de provocar pesadelos com Floresta dos Medos, de Emily Carroll, e viver uma aventura fantástica com Francis, de Loputyn, a DarkSide® Books convida os leitores a embarcar em uma jornada um tanto quanto sinistra com Aurora nas Sombras. Indicado ao Prêmio Eisner em 2015, o quadrinho, escrito por Fabien Vehlmann e ilustrado pelo casal Marie Pommepuy e Sébastien Cosset (que assina como Kerascoët), conta a história da doce Aurora e seus amigos conforme eles viajam por um mundo estranho. Cercados por perigos e incertezas, eles se veem confrontados por situações extremas que despertam sentimentos como inveja, egoísmo, rancor e ganância. Formar alianças fica cada vez mais difícil, e quando o grupo começa a se desestruturar, Aurora se vê diante de um dilema: até onde ela está disposta a ir para sobreviver? Aurora nas Sombras é a verdadeira definição de um pesadelo açucarado. Não se deixe enganar pelo traço fofo e aquarelado desta graphic novel: ela pode ser atraente aos olhos, mas é perturbadora na mesma medida. Assim como o mundo em que vivemos.

Receba as publicações por e-mail

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 Comments
  • Lucas
    setembro 10, 2019

    Gostei do seu poste, existe muitos artigos em seu blog relacionado a este que acebei de ler gostei de seu blog.

  • Váh
    setembro 9, 2019

    A capa é lindaaa, as ilustrações super bonitas.
    E fiquei beeeem curiosa sobre a história.
    Eu confesso que gosto dessa contradição; um livro aparentemente fofo mas com uma história pesada.
    Me chamou a atenção 🙂

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    • Clayci
      setembro 11, 2019

      Fico feliz que tenha se interessado Váh

  • Alice
    setembro 7, 2019

    Oiii Clayci

    Eu ja ia ler enganada, porque também pensei que fosse uma estória pra sorrisos e mensagens otimistas… As ilustrações estão lindas e achei legal esse detalhe de que é um livro que não tem moral real, a gente tem que refletir e chegar às nossas próprias conclusões (que nem sempre serão iguais a de outras pessoas que lerem) acho bacana isso. Não imaginava que o livro fosse tão curtinho, deve ser uma leitura rápida porém surpreendente por apresentar uma estória mais peculiar do que a gente está acostumado a ler geralmente.

    Beijos, Alice

    http://www.derepentenoultimolivro.com

    • Clayci
      setembro 11, 2019

      Eu acho que vc iria gostar dessa leitura Alice <3

  • leticia
    setembro 7, 2019

    Fiquei muito interessada. E essas fotos? Maravilhosas.
    Beijos,
    http://www.lewestinblog.com

  • Dai Castro
    setembro 6, 2019

    Eu também fui pega de surpresa com o enredo dessa história, achei que seria uma aventura com um final bem definido e quando li, vi que além da atmosfera ser totalmente diferente do que eu esperava, a história em sim acaba gerando várias interpretações.
    A arte me encantou demais <3 Porém, a doçura para por aí né amiga!~Estou encantada pelas fotos, traduziu demais os elementos da HQ !
    Um beijos

  • PS Amo leitura
    setembro 6, 2019

    Só pela sua resenha eu já leria o livro hahaha não sou muito de HQ, mas a proposta apresentada é realmente boa. O fato dela ter surpreendido você e trazer inúmeros questionamentos, é ótimo. Gosto de livros assim 😉

    Beijos,

    • Clayci
      setembro 6, 2019

      Perfeito para nos fazer refletir,né? <3

  • essas edições da darkside sao mt lindas e as fotos que vc fez ficaram perfeitas! adorei conhecer esse conto de fadas assustador e já quero ler

    http://www.tofucolorido.com.br
    http://www.facebook.com/blogtofucolorido

Previous
Darth Vader – S.H. Figuarts Bandai
Aurora nas sombras – Fabien Vehlmann & Kerascoët

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE