Finalmente consegui finalizar a leitura de “O Reino Escondido“, o terceiro livro da série Asas de Fogo que foi lançado há alguns dias atrás pela editora Fundamento. Estava tão ansiosa por essa continuação que passei a leitura na frente dos outros e agora não vejo a hora de sair o quarto volume.

Asas de Fogo é uma fantasia escrita pela autora Tui T. Sutherland. Já resenhei A profecia dos Dragões (primeiro volume) e A Herdeira Desaparecida (segundo volume) aqui no blog, então se você não conhece a série, vale a pena dar uma lida na resenhas anteriores.

SOBRE A HISTÓRIA

Você acredita em profecia? Cinco dragonetes foram escolhidos para acabar com a guerra entre sete tribos de dragões que já dura há anos. O grupo foi criado nas profundezas de uma montanha e finalmente conseguiram fugir depois de muito esforço. Eles foram procurar ajuda no Reino Marinho, mas se tornaram prisioneiros da gananciosa Rainha Coral. Mais uma vez, eles precisaram unir forças para fugir do mundo aquático e conseguiram escapar para a Floresta Tropical.

O Reino Escondido vai focar na história de Glória, nossa Asas de Chuva. Ela foi uma das dragonetes roubadas, quando ainda estava no ovo, para realizar a profecia. Porém a tribo dela não estava no planos (era para ser um Asas do Céu em seu lugar), por isso roubaram a espécie errada. Por conta desse erro, Glória sempre se sentiu diferente dos demais. Cresceu ouvindo que era uma preguiçosa, que não fazia mada direito e que sua espécie era uma vergonha para a história de Pyrrhia.

O sonho de Glória era provar para todos que eles estavam errados. Queria mostrar que os Asas da Chuvas eram importantes e corajosos. E finalmente ela poderia fazer isso, pois o grupo de dragonetes estava indo para Floresta Tropical procurar ajudar. No entanto, ao encontrar sua tribo, Glória se decepciona ao se dar conta de que todos os boatos eram verdades.

Os Asas de Chuvas vivem em uma comunidade pacífica. Eles passam o dia dormindo, comendo frutas, voando e só querem saber de paz. E ela se lamentou quando soube que ninguém quis procurá-la durante todos esses anos em que estava ausente. Para falar a verdade, eles nem se deram conta de que seu ovo foi roubado.

Por mais que Glória fingisse que não se importava pela falta de interesse da sua tribo, ela se importava (e muito). Assim que chegou na floresta ela percebeu que alguns dragões estavam desaparecendo e ninguém queria fazer nada para descobrir o motivo. Ela até tentou buscar ajuda da rainha, mas foi ignorada. Glória terá que provar que é uma Asas de Chuva diferente dos demais e irá atrás de pistas ao lado dos seus amigos e seu irmão recém descoberto. Será que eles vão descobrir quem está raptando esses dragões?

MINHA OPINIÃO

Estou com dificuldades para falar sobre essa história, pois Glória é a minha personagem favorita dos dragonetes. Também adoro o Lamur, mas a personalidade de Glória despertou o meu interesse (deve ser porque me identifiquei demais com jeito ranzinza dela). Ela é inteligente, desconfiada e pode não parecer, mas é amorosa. E ela sempre foi rejeitada por ser um Asas de Chuva, mesmo com os dragonetes apoiando e defendendo a amiga, ela se sentia deslocada.

Mas ao contrário dos livros anteriores, o Reino Escondido, não enfatizou tanto a guerra entre as tribos. A discussão maior foi sobre família e política, pois Glória se deu conta de que a comunidade dela estava acostumada com as rainhas que não faziam nada para ajudar e ela queria mudar isso. Logo que se deu conta de que alguns dragões estavam desparecendo, Glória tomou a iniciativa de procurá-los.

Mesmo o foco sendo a Glória, conseguimos ver o amadurecimento de alguns dragonetes, como por exemplo, a Tsunami. Ela está menos encrenqueira e pensando mais no próximo deixando a ideia de “ser rainha” de lado. Também tivemos uma aproximação entre ela e Glória e achei isso fantástico. Porém, se você acompanha a série, pode se incomodar com a falta de “ação” nesse volume. Como eu disse ali em cima, os Asas de Chuvas são pacíficos e fazem de tudo para não se meterem em problemas. Tirando o fato de não se preocuparem tanto com os ovos e não se interessarem por quem está sumido, achei uma comunidade bem evoluída. E agora estou aqui pensando em teorias depois de ler o final, mas vou parar por aqui para evitar spoilers do mal

 

3 motivos para ler a série Asas de Fogo

1 – Os dragonetes não são de verdade, mas os problemas abordados na história são.

Asas de fogo é uma série para um público infantil, mas que conquista todas as idades. A autora fala abertamente sobre problemas que enfrentamos ao longo da vida. Na série é discutido assuntos como lealdade à família, liderança, bondade, superação, a importância de enfrentar aquilo que nos dá medo e o valor da compaixão. É claro que tudo isso é apresentado em formato didático, com uma escrita leve e acessível às crianças. No entanto, ao ler notamos que os dragões sofrem para chegar ao conhecimento, pois eles cometem erros e até mesmo prejudicam quem ama sem ter noção das consequências.

2 – Cada um com a sua personalidade, respeitando as diferenças.

Pyrrhia é um lugar interessante, mesmo que não seja tão explorado na história. Como já citei nas resenhas anteriores, há sete tribos de dragões e cada grupo possuí seus próprios habitats. Estamos no meio de uma guerra, então é natural ter rivalidades, mas a autora trabalhou as habilidades e características de cada tribo muito bem. O papel dos dragonetes é mostrar que é possível conviver pacificamente e que não faz diferença da onde você vem, mas sim o que você faz.

Estou acostumada a ler fantasias onde o autor não se preocupa tanto em criar “grandes” personagens. Por ser voltado para um público infantil, alguns autores acreditam que eles não precisam de tantos detalhes. Mas a Tui T. Sutherland pensou em tudo! Cada dragonete tem a sua própria voz na trama; conhecemos (e compreendemos) suas motivações e sentimos os conflitos internos. A história é tão bem escrita que até os personagens secundários (e os vilões) aparecem em algumas cenas com profundidade e eu adorei encontrar isso em um livro infantil.

3 – O capricho nas edições

Sou suspeita porque eu amo a edições da Fundamento, mas preciso elogiar o trabalho na diagramação.  O conteúdo está incrível! Há mapas mostrando os detalhes da região de Pyrrhia e antes da história iniciar, temos acesso as características de cada tribo (descrição do perfil, habilidades, as rainhas de cada grupo e as alianças). E os detalhes da capa? Queria que fosse possível mostrar a real beleza nas fotos.

Já conhecia a série? Curte Dragões?

Beijos

O Reino Escondido Book Cover O Reino Escondido
Asas de Fogo
Tui T. Sutherland
Fantasia
Fundamento
312

Sinopse: A saga épica dos cinco dragonetes continua em uma emocionante aventura nas profundezas da floresta tropical, onde o perigo espreita atrás de cada árvore.

Os jovens dragões não sabem o que vão encontrar no reino dos Asas da Chuva. Glória espera aprender mais sobre sua família, e os outros dragonetes acreditam que terão um pouco de paz, já que a tribo dos Asas da Chuva não está envolvida na guerra. Afinal, eles são indiferentes demais para se envolverem em batalhas ferozes e mortais.

Mas algo estranho está acontecendo. Dragões estão desaparecendo misteriosamente da floresta tropical. E a rainha dos Asas da Chuva não está fazendo nada para descobrir o paradeiro de seus súditos. Glória e seus amigos, inconformados, saem em uma missão de resgate, que os leva para dentro do território inimigo. E que pode arrastar o pacífico reino para onde seus habitantes nunca quiseram ir: a guerra.

Antigos segredos, batalhas épicas, reviravoltas, muita ação e fantasia aguardam você nas páginas de Asas de Fogo!

Comentários

Comentários