As regras do amor e da magia - Alice Hoffman

[penci_review id=”22891″]

O filme Da magia à Sedução fez parte da minha infância. Perdi a conta de quantas vezes já assisti. Eu sempre quis ser como a Sally e queria a Gillian como irmã. Então, quando soube que a Jangada iria publicar As regras do amor e da magia, um prequel dessa historia, fiquei bem empolgada.

As regras do amor e da magia - Alice Hoffman

SOBRE A HISTÓRIA

Susanna estabeleceu algumas regrinhas dentro de casa e exige que seus filhos sigam à risca. Nada de caminhar ao luar, não pode ler livros sobre magia, sem velas e o mais importante: nunca se apaixonar. Franny, Bridget (Jet) e Vincent Owens são irmãos e cresceram em Nova York no inicio dos anos 1960. Desde cedo, seus pais desencorajam os filhos a explorar suas peculiaridades. Susanna sempre soube que eles eram diferentes.

[penci_blockquote style=”style-2″ align=”left” author=”As regras da Magia e do Amor (pág. 32)”]Depois de ouvir tudo isso, Franny concluiu que a magia não ficava muito longe da ciência. Ambas procuravam significado onde não havia nenhum, luz na escuridão, respostas e perguntas difícil demais para que os mortais compreendessem. [/penci_blockquote]

Franny era a irmã mais velha e mais teimosa, ela tinha a habilidade de se comunicar com os pássaros; a doce Jet conseguia ler os pensamentos das pessoas; Vincent era o mais charmoso dos três irmãos e usava isso a seu favor. A família Owens foi amaldiçoada desde 1620, quando sua ancestral Maria Owens que foi acusada de bruxaria depois de amar o homem errado previu a ruína para qualquer membro da sua linhagem que ousasse se apaixonar. E Susanna sabe das consequências, pois carrega cicatrizes e por isso insiste para que seus filhos nunca se apaixonem.

Os três irmãos sempre desconfiaram que eram diferentes das outras crianças, porém apenas Vincent queria entender o que eles realmente eram. As coisas começaram a ficar claro, depois que eles foram passar o verão na casa da tia Isabelle. Ao contrário de casa, lá eles foram encorajados a assumir sua herança e suas diferenças. Não precisavam esconder quem eram e muito menos o que podiam fazer. Foi na pequena cidade de Massachusetts, onde todos olhavam a família Owens com medo, que eles aprenderam a ter orgulho e não se importar com a opinião dos outros.

As regras do amor e da magia - Alice Hoffman

Um pouquinho de magia na vida dos irmãos Owens

Foi nessa fase, em Massachusetts, que as crianças entenderam melhor sobre a maldição que assolava sua família e aprenderam a colocar seus poderem em prática. À medida que crescem e chegam na fase adulta, elas precisarão usar todos os conselhos da tia Isabelle e conviver com o dilema: abraçar sua verdadeira identidade e manter o amor à distancia ou arriscar tudo e descobrir o que o amor pode trazer! E o que esse risco acarreta?

Escrever por si só já era um ato mágico em que a imaginação alterava a realidade.

as regras do amor e da magia (pág. 61)

[penci_related_posts dis_pview=”no” dis_pdate=”no” title=”Não deixe de ler:” background=”” border=”” thumbright=”no” number=”4″ style=”list” align=”none” withids=”” displayby=”cat” orderby=”random”]

MINHA OPINIÃO

As regras do amor e da magia é tão envolvente que não consegui soltar o livro. A história foi convincente, bem contada e a sensação enquanto lia era de que estava assistindo a um filme. É uma trama sobre famílias e relacionamentos, autodescoberta e identidade. São tantas lições em tão poucas páginas! Mesmo sendo tão diferente dos irmãos Owens, me identifiquei com cada fase que eles viveram. Eles abraçaram os seus medos e aprenderam a lidar com a perda e, claro, a magia.

As regras do amor e da magia - Alice Hoffman

Não tenho vergonha de dizer que me emocionei com algumas partes. Faz tempo que eu não chorava com um romance e me senti feliz por isso. Ver as dificuldades que eles enfrentaram, todo o preconceito e as perdas fizeram com que eu sentisse vontade de abraçá-los. Mesmo com todas as diferenças, eles são unidos! Não medem esforços para defenderem um ao outro.

Vinte anos depois do original, novamente a autora conseguiu nos introduzir ao mundo mágico da família Owens. E se você não conhece a história, não se preocupe. Você não precisa ter qualquer conhecimento sobre essa família para se apaixonar pela obra. E se você já leu ou assistiu ao filme, é hora de acender a luz meia-noite e deixar todos da vizinhança saberem que a magia está de volta.

Quando você é jovem, olha para a frente e, quando você é velho, olha para trás.

as regras do amor e da magia (pág. 142)
As regras do amor e da magia - Alice Hoffman