Fotografia


A Garota do Lago – Charlie Donlea

A Garota do Lago - Charlie Donlea

SOBRE A HISTÓRIA

Vamos falar sobre A Garota do Lago? Kelsey Castle é uma jornalista investigativa que voltou a trabalhar depois de passar algumas semanas afastada. Ela não queria encarar os seus colegas de trabalho, pois mesmo voltando dias antes de acabar a sua licença, ela não estava preparada para receber perguntas e olhares.

Para evitar esse constrangimento o seu chefe a enviou para cobrir uma história sobre um assassinato que ocorreu na cidade de Summit Lake. A vítima se chamava Becca Eckersley e era uma jovem estudante de direito que estava terminando o seu curso, mas foi assassinada de forma brutal dentro da casa de sua família.

Becca era uma pessoa bem sucedida, com pais que sempre investiram em sua educação. Ela tinha um futuro promissor e fazia planos para a sua carreira. Ninguém conseguia imaginar quem seria capaz de fazer isso com uma jovem tão conhecida e querida.

A Garota do Lago - Charlie Donlea

A dor era lancinante. A visão de Becca ficou embaçada, e a audição, comprometida. Foi quando ele enfiou as mãos frias sob a calça do agasalho esportivo dela. Nesse momento, Becca recobrou a plena atenção. Apesar de estar imobilizada sob o peso do corpo dele, ela o esmurrou e o arranhou ao ponto de deslocar alguns dedos e de as unhas ficarem cobertas de pele e sangue.

Kelsey não fazia ideia de onde estava se metendo. Assim que chegou na cidade, se deu conta de que se tratava de um caso complexo. O pai da vitima, um advogado poderoso, estava usando a sua influência para encobrir a investigação e omitir informações importantes sobre o caso. E é claro que por se tratar de uma cidade pequena, muitos acreditavam que o assassino estava apenas atrás de dinheiro.

Só que pela experiência da jornalista, ela sabia que tinha muito mais coisa por trás desse crime e por isso decidiu investigar o assassinato. E com a ajuda de alguns moradores da pequena cidade, a jornalista descobriu alguns segredos sobre a jovem Becca. Kelsey ficou ainda mais curiosa, quando descobriu que a jovem deixou o seu assassino entrar na casa no dia do crime.

O QUE ACHEI DE A GAROTA DO LAGO

Não sei nem por onde começar essa resenha. Comprei esse livro em uma promoção da submarino e paguei menos de R$11,00 no box (este e o livro Deixada para trás). Já faz um tempo que estava curiosa com essa leitura, pois gosto de livros policiais e vi várias resenhas elogiando a obra.

O livro intercala os capítulos entre o presente (o momento em que está ocorrendo a investigação sobre o assassinato da jovem) e o passado (meses antes de Beca morrer). Dessa forma ficou mais interessante imaginar o que realmente aconteceu e especular o verdadeiro culpado.

A Garota do Lago - Charlie Donlea

Esse foi o meu primeiro contato com o autor e gostei da forma com que ele desenvolveu a história, porém algumas coisas me incomodaram e senti que, apesar de interessante, a trama ficou rasa e que era necessário ele ter se aprofundado mais em algumas partes.

Kelsey era para ser a protagonista da história, pois ela viveu um trauma; e sentiu que essa investigação a ajudaria de alguma forma. Entretanto, o autor não se aprofundou em seu passado e ela acabou se tornando uma personagem sem graça pra mim. Ela foi enviada para a cidade, foi com o propósito de escrever um artigo para a revista em que ela trabalha.  Além de desvendar o mistério envolvido nesse caso.

Só que para uma jornalista experiente e com um bom status, a achei bem lerda. Sem falar que ela conseguia todas as informações que desejava com muita facilidade. Em minutos pessoas (que nem a conheciam direito) passavam a arriscar a própria vida para ajudá-la, ou seja, ela mesma não fez muita coisa sozinha.

Desde o inicio da história, por conta do seu afastamento e silêncio, sabemos que algo aconteceu com ela. E por conta disso, acreditava que esse fato serviria como pano de fundo. Contudo, a situação foi simplesmente ignorada. Acredito que era possível deixar a história mais interessante e fazer conexões com o caso investigado, mas enfim…

Outra coisa que me irritou profundamente enquanto lia, foi a própria Becca. Até agora fiquei sem entender quem realmente ela era. Se realmente foi uma boa moça (como aparentava ser) ou se as suas ações tinham uma segunda intenção.

Não vou desmerecer o autor porque fui surpreendida com o assassino. Passei a história toda imaginando que era uma pessoa e foi outra. Me senti uma otária quando liguei os pontos, mas mesmo assim o final também poderia ter sido melhor trabalhado.

Não fiquei muito satisfeita com A garota do lago, no entanto, quero dar outra chance pro autor em breve! Alguém já leu essa história?

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • "Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória."

    Livros

    Mansão Gallant – V.E. Schwab

    Por

  • Melhor te amado, e deopis perdido, do que jamais saber o que é amo?

    Livros

    As musas – Alex Michaelides

    Por

  • Império do Vampiro - Jay Kristoff

    Algumas pessoas nascem com sorte. E algumas pessoas fazem a própria sorte.

    Livros

    Império do Vampiro – Jay Kristoff

    Por

comentários

  • Renato Moraes

    Eu li e gostei muito desse thriller policial! Fiquei na duvida de como a Rae soube que a becca disse que o Brad estava na cabana ( pag 241) , sendo que em momento algum aparece uma troca de informações direta entre a Rae e a Becca. Do mais um bom livro e uma ótima resenha sua. Parabéns!

    responder
  • Graziela

    Eu só queria saber como o diário de Becca estava na casa da dona da cafeteira. Fiquei o tempo todo achando que o assassino tinha um cúmplice por causa disso. Me surpreendi quando o autor revela que Brad é o assassino. Mas mesmo assim ficaram faltando respostas. E o tempo de gestação de Becca? Fiquei na dúvida se eram 5 meses ou se ja estava no final da gestação.

    responder
    • Renato Moraes

      Graziela , ela havia esquecido o diario no banco da cafeteria.

      responder
  • Ana Paula

    Minha principal crítica é justamente sobre o assassino. O cara se mata,coloca -se a data em que o mesmo tira sua vida e no final simplesmente ele é o assassino??! Foi ressuscitado msm. No mais, faltou folhas para preencher. Quem estava encobrindo o caso e o porquê desse encobrimento?? Jack morreu, assim do nada, em poucas linhas msm?? Com tudo isso, ainda recomendo a leitura!!

    responder
    • Vinicius

      Nenhum momento fala que o assassino morreu anteriormente, o autor causa uma alusão daquilo aconteceu, porém ao contrário, a Becca por exemplo, inicialmente logo na introdução, entendi q morreu em casa, ao decorrer da leitura, fui enganado pelas minhas concepções, ela morreu no hospital. Saquei a jogada do autor, não se deve julgar quando não está esclarecido, assim como foi esclarecido a situação do Jack

      responder
    • lia

      terminei o livro e decepção total como o Brad se mata, depois mata a becca ? e o jack pelo amor de cristo como assim ele morreu em dois parágrafos so ?

      responder
    • Cris

      Quando Jack morreu eu fiquei totalmente pasma, eu devorei o livro e o final deixou a desejar. Parece que o autor resolveu simplesmente mata-lo e derrubou o avião ?

      responder
  • Thayná

    Achei que a Rae e o médico lá (que eram apenas pra ajudar a protagonista) fizeram mais do que a PRÓPRIA jornalista, a Rae ajudou ela a achar o diário (O que foi a chave pra tudo) e o médico se arriscou pra poder conseguir a autópsia dela, ou seja, praticamente 90% das provas não foram conseguidas pela jornalista, que por sinal é bem lerdinha. Outra coisa que eu achei bem nada a ver foi “ressuscitar” o Brad, pode não ter sido isso, mas a intenção que me pareceu foi que não tinham um assassino e resolveram colocar um que “Surpreendesse” já que pensávamos que ele estava morto. Também me deixou muitas dúvidas como: Por que os pais dela queriam tanto esconder sobre o assassinato? Como que a polícia não sabia dos amigos da Becca? O bebê sobreviveu? Se a mulher da cafeteria pegou o diário da Becca, por que não entregou à polícia? (Essa nem vou cobrar tanto porque todo mundo da cidade sabia que o caso estava sendo encoberto). Se quando a Becca foi morta ela estava a duas semanas de dar a luz, pelo amor de Deus nem precisava de uma autópsia pra saber se ela estava grávida. Por que ninguém sabia disso? Principalmente o delegado?

    Enfim, gostei do enredo do livro, mas o final me decepcionou muito.

    responder
  • SINDI ELLEN

    EXATAMENTEEEE!!
    No final, não ficou claro o PQ os detetives queriam encobrir a história…FORA QUE, por qual motivo os detetives não procuraram primeiro os AMIGOS de Becca???????? não fez sentido nenhum.

    responder
  • SINDI ELLEN

    Acabei de terminar de ler o livro, porém não gostei, o fato de o assassino não ter me surpreendido nenhum pouco, deixou a desejar…além do que, como vc falou, não conseguimos saber quem realmente era Becca Eckersley. A parte que o Jack morre, também foi muito rápida e chata. Emfim… poderia ter sido uma história muito mais surpreendente, porém deixou a desejar…como que mata o Brad e depois revive ele do nada?????
    Para um primeiro livro, não foi tão ruim, porém tem muito o que melhorar…

    responder
  • Iêda Teófilo

    Acabei de ler é até interessante, mas deixou muitíssimo a desejar faltou consistência na finalização, ficou tudo vago e sem fundamento, muitas lacunas, o autor tem muito a melhorar, vou ler mais uma obra dele pra ver se me conquista. Ps: Que fotos incríveis Clayci, parabéns.

    responder
    • Clayci

      Eu fiquei com essa mesma sensação Iêda. Ele poderia ter se aprofundado mais, fico parecendo que o final foi feito às pressas né

      responder
    • Ana Paula

      Minha principal crítica é justamente sobre o assassino. O cara se mata,coloca -se a data em que o mesmo tira sua vida e no final simplesmente ele é o assassino??! Foi ressuscitado msm. No mais, faltou folhas para preencher. Quem estava encobrindo o caso e o porquê desse encobrimento?? Jack morreu, assim do nada, em poucas linhas msm?? Ainda assim, recomendo a leitura ?

      responder
      • Vinicius

        Nenhum momento o livro decreta a morte na viga na época da graduação. Ninguém disse que alguém estaria lamentando pela suposta “morte” de Brad , achei isso bacana, já estava desconfiado porque o livro não deixou claro, ninguém disse de estar de luto ou algo similar

        responder
  • Yasmin

    Eu acho que o passado da Kelsey é totalmente irrelevante na história, somente a parte do trauma mesmo que foi mencionado várias vezes no livro e relacionado com o assassinato de Becca. Entretanto fiquei curiosa a respeito do bebê de Alice e também porque no início foi falado que por ser de uma família poderosa, talvez estivessem tentando ocultar o caso. No fim me pareceu que a família dela nem tinha muito conhecimento a respeito do assassinato e os detetives na realidade realmente acreditavam em um roubo seguido de morte (sendo que perseguiram a Kelsey a todo custo no fim do livro como se tivessem medo de que ela conseguisse informações ocultas) e isso achei meio raso. De qualquer modo adorei o livro ????

    responder
  • Jonathas Damacena da Silva Barbosa

    Houve algumas falhas, principalmente na parte em que Brad aparentemente falece e depois retorna e ceifa a vida de Becca, todavia é uma falha tolerável, porque salvo engano, foi o primeiro livro que o Donlea escreveu.

    Ademais, o livro é dinâmico e gostoso de ler; eu indicaria.

    responder
Mais comentários
1 2 3

newsletter receba novidades

Receba atualizações do blog por email

veja também

  • "Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória."

    Livros

    Mansão Gallant – V.E. Schwab

    Por

  • Melhor te amado, e deopis perdido, do que jamais saber o que é amo?

    Livros

    As musas – Alex Michaelides

    Por

  • Império do Vampiro - Jay Kristoff

    Algumas pessoas nascem com sorte. E algumas pessoas fazem a própria sorte.

    Livros

    Império do Vampiro – Jay Kristoff

    Por

ir ao topo

Buscar no site

Trechos do livro A sociedade de Atlas Trechos do livro: Mansão Gallant Dark Academia O que é? Ficção Científica: 5 livros pra quem quer começar