Rangers #11: Histórias Perdidas - John Flanagan

Não está sendo nada fácil me despedir da série Rangers Ordem dos Arqueiros. Histórias Perdidas foi um presente do John Flanagam para os fãs. São contos incríveis sobre o reino de Araluen. E mesmo lendo a notícia de que o autor lançará o 13º livro em um futuro não tão distante, já estou com saudades.

SOBRE A HISTÓRIA

Giles MacFarlane é um professor que está liderando uma expedição arqueológica atrás de vestígios do reino de Araluen. Iniciamos a história em 1846, no condado de Redman –  pertencente à República dos Estados de Aralan. Giles encontrou as ruínas do Castelo Redmont e desde então explora (junto com a sua equipe) atrás de evidências sobre os heróis que amamos tanto. Os arqueiros de Araluen se tornaram uma lenda; Não há nenhuma prova de que eles realmente existiram, pelo menos por enquanto.  Audrey, uma das voluntárias mais empolgadas da expedição, encontra uma cabana isolada e chama Giles para explorar a novidade. Eles encontraram um baú com várias páginas de um manuscrito. Felizmente eles encontraram provas de que os arqueiros existiram, pois nesse baú havia as Histórias perdidas de Araluen.

Foi assim que John Flanagan encontrou uma oportunidade para apresentar nove histórias inéditas desse universo incrível. A maior parte dos fatos descritos se passam após os acontecimentos do décimo livro. Logo no primeiro conto o autor alterna entre presente (após o fim do volume anterior) e passado. E mais pra frente vamos encontrar um passado bem mais distante. Sem falar que o autor aproveitou para atender aos pedidos dos fãs e criou dois contos baseado em histórias e momentos que já conhecemos. Rangers #11: Histórias Perdidas - John Flanagan

Rangers #11: Histórias Perdidas - John Flanagan

MINHA OPINIÃO SOBRE HISTÓRIAS PERDIDAS

Esse livro foi um presente maravilhoso para os fãs da saga. Relembrei vários momentos (e personagens) que passaram pela série. Halt é o meu personagem favorito e quando li o conto sobre a verdadeira origem de Will fiquei emocionada. Sempre achei encantadora a relação entre os dois arqueiros, mas finalmente pude compreender melhor a ligação entre eles. Por mais que Halt já tenha mencionado sobre o pai do jovem, foi em Histórias Perdidas que compreendi o motivo dele acompanhar o jovem desde pequeno.

Mas vamos mudar um pouquinho de assunto. Finalmente Horace vai se casar com a princesa Evanlyn  e Will terá que escrever os votos para o grande dia deles. E é claro que se tratando de Will não será nada simples. O arqueiro não quer desapontar o amigo e nem as pessoas da realeza que estarão presentes na cerimônia.

E por falar em casamento, Alyssa também irá para o altar com o arqueiro. Sem dar spoilers, o que posso dizer sem medo é que teremos muitos casais em Histórias Perdidas. É claro que haverá alguns incidentes no decorrer das histórias, mas eles serão usados apenas como pano de fundo. O clima geral é de festa e alegria! 

Não há muito o que dizer sobre o livro, pois não quero estragar a leitura de ninguém (mesmo não sendo um lançamento). A história fluiu super bem por aqui e demorei um pouco para conclui-la porque queria aproveitar todos os detalhes antes de me despedir dos personagens. Sem falar que no final me surpreendi com o primeiro capítulo de Brotherbandeu já li e resenhei por aqui.

LEIAS AS RESENHAS DOS LIVROS ANTERIORES

Rangers #12: Arqueiro do Rei - John Flanagan Rangers #11: Histórias Perdidas - John Flanagan

 

VEJA O VÍDEO SOBRE O PRIMEIRO LIVRO DE BROTHERBAND


[penci_review]

Comentários

Comentários