Image default
Home - Quarto (Emma Donoghue)
Drama Resenhas Literárias Suspense

Quarto (Emma Donoghue)

quarto capaQuarto
I.S.B.N: 
9788576861317
Páginas:350
Autora:
Emma Donoghue
Editora:
Verus
Sinopse: 
Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la. O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

Apesar da vontade de conhecer a obra, eu fiquei adiando a leitura por um bom tempo. Eu só conheci “Quarto” quando a adaptação cinematográfica foi indicada ao oscar. Ela ganhou o nome de “O quarto de Jack” e eu ainda não assisti. Quis dar uma chance para a leitura e, agora que finalmente eu li, perdi o interesse de assistir, mas já vou explicar o porquê. 

O livro é narrado pelo Jack, um menino de 5 anos que vive em um quarto com a sua mãe. Ele não conhece o “Lá fora” e acredita que o mundo são as paredes que o cercam. Apesar desta triste realidade, Jack, é um menino feliz;ele vive uma rotina diária ao lado de sua mãe que faz de tudo para proporcionar os melhores momentos da sua infância.

A Mãe de Jack foi vítima de um sequestro. Ela vive encarcerada no porão do Velho Nick (nome que o menino deu ao velho} e sofre abusos desde então. O fato de ter desistido de assistir ao filme é por causa do choque que eu tive ao ler a história na visão da criança.  A mãe tenta fazer de tudo para não incluir o filho nessa história, ela não deixa o homem vê-lo e a noite, enquanto rola o abuso, ele dorme dentro de um guarda-roupa. Por mais, que não tenha detalhes do abuso, é triste ver o menino narrando o que acontece com tanta ingenuidade.

Ela já havia tentado fugir do porão várias vezes, mas sem sucesso. Surge uma nova ideia e ela conta com a ajuda do pequeno Jack, que não vê motivos para fugir. Ele não acredita que existam coisas do lado de fora do quarto, mas depois de muita conversa ele decide ajudar sua mãe.

O que eu mais gostei na história foi a vida fora do quarto. Ver a forma que o Jack olhava as coisas pela primeira vez. A mãe do garoto é forte e determinada, mas tem os seus momentos de fraqueza devido ao trauma. Ver como ela lida com a vida depois que consegue fugir do cativeiro e como enfrentou a mídia e a família me fez admirá-la.

É uma história que vale a pena ler! Quem sabe um dia não dou uma chance ao filme?

Beijos

Leia também:

Quem é John Green?

Clayci

Inevitável – Joy Fielding

Clayci

Sociedade J.M Barrie – Barbara J. Zitwer

Clayci

43 comentários

Clayci 11 de julho de 2016 at 10:50

Vamos assistir o filme quando vc vier aqui ahuahuiahuahahuiahiuah

Resposta
Anne 5 de julho de 2016 at 19:24

Assista ao filme, é lindo! Imagino que tenha sido bem difícil criar o roteiro dele, afinal o livro é narrado sob a ótica de um menino de cinco anos. E claro que o livro vai ser infinitamente melhor que o filme SEMPRE, mas merece uma chance sim, eu amei!
Quero muito ler o livro!
Beijo

Resposta
Clayci 6 de julho de 2016 at 14:13

Sim, Anne!!
Eu fico imaginando o quanto foi difícil para autora criar a história e esta visão de forma tão ingênua.

Irei assistir sim!!
Bejos

Resposta
Vân Crist 3 de julho de 2016 at 21:48

GENTE, QUE HISTÓRIA! Eu já até salvei o link do post aqui nos meus favoritos pra eu ler, sério. É uma coisa bem complicada lidar com abusos tão sérios em uma história assim, tenho certeza que é uma leitura delicada, intensa e que eu PRECISO MUITO LER ? Ótima resenha Clayci!

Resposta
Clayci 4 de julho de 2016 at 20:58

Obrigada Van <3
E leia sim,acredito que vc vai gostar *_*

Beijos

Resposta
Aline Alves 1 de julho de 2016 at 23:35

Eu não costumo sair da minha zona de conforto, tento, mas não consigo sempre. Esse livro é uma boa chance. Estou curiosa para saber como é a visão desse menino em relação a tudo isso. Essa história me deixou intrigada, quero ver o desenrolar, fiquei até angustiada aqui. :'(

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 19:54

Leia sim!
Depois me fala o que vc achou <3

Beijos, Aline!!

Resposta
TaryBelmont 29 de junho de 2016 at 12:58

Nossa. Eu nao sabia que o livro era visto do ponto do Jack, fiquei curiosa agora. Eu assisti o filme fiquei bem curiosa pra descobrir porque cargas da’gua uma mãe se mantinha em um quarto com o filho, a descoberta foi chocante, e ver peloa olhos do menino deve ter ido inda mais. É linda a luta para superar tudo depois, a mãe com seus momentos de fraqueza a falta de aceitação do pai dela (nao sei se no livro é assim tambem). Mas é realmente uma história densa.

Bites!

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 18:11

Sim, acho que fiquei mais chocada por ler a visão dele rs.
Vale a pena a leitura <3

Resposta
Isabele 28 de junho de 2016 at 20:34

Eu assisti ao filme e fiquei muito angustiada. Nem sei se tenho condições psicológicas de ler o livro.
Uma coisa que me incomodou muito no filme, foi a expectativa para que ela retomasse a vida normalmente, como se nada tivesse acontecido. Uma forçação de barra pro Jack se integrar…

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 19:07

SIM! Eu não gostei dessa parte do livro tbm..
=/

Resposta
Ana Claudia 28 de junho de 2016 at 16:31

Preciso dizer que: eu sou muito curiosa por essa história (filme/livro), porém me falta coragem para enfrenta-la. Eu já sei que eu vou sentir muito o filme, e ainda não tô preparada para encarar esse drama. Mas, agora, lendo sua resenha, talvez eu prefira ver o filme antes de ler o livro… Talvez fique como uma preparação psicológica pra coisa!

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 19:17

Ana, apesar do tema vale muito a pena <3
Recomendo

Resposta
Ane 28 de junho de 2016 at 15:31

Quando vi a primeira vez sobre esse livro confesso que ele não chamou muito a minha atenção. Quando vieram os comentários da adaptação para o cinema fiquei curiosa pela história, mas só isso. Agora lendo sua resenha fiquei com vontade de conhecer a história que apesar de ser triste me pareceu trazer uma mensagem muito bonita.

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 19:19

Sim, Ane!!!
A Mensagem é linda apesar de tudo
Recomendo <3

Resposta
Midian Santos 28 de junho de 2016 at 13:36

Hey!

Eu assisti o filme e perdi a vontade de ler o livro, hahaha.
Gostei muito do filme, e ao que parece, foi bem fiel ao livro. Achei muito bonito o modo como a protagonista cuidava e amava o filho, independentemente das circunstâncias…

beijos,

http://tordodemorango.blogspot.com.br

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 19:21

Sim!!!

Admirei a atuação dela

Resposta
Clara Rocha 28 de junho de 2016 at 11:46

Oi Clayci! Caraca, essa história é uma história bem forte né ? Mesmo da perspectiva de uma criança eu tenho meu estomago embrulhado só de pensar em um abuso. Mas eu também me interessei demais ao ver que o filme havia sido indicado ao oscar. E tenho certeza que a atriz foi muito bem. Eu gosto dela. Eu me interessei muito pela história, e fiquei com vontade de ler. Acho que isso é o mais importante, vou ver o filme e ler o livro (não nessa ordem) mas pra poder comparar um com o outro…

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 19:35

Sim, bem forte mesmo Clara! =/
Eu gostei da leitura, porque como a história é narrada na visão dele, então não detalhe o que já sabemos.
Então não fiquei tão incomodada..
Acho que foi por este motivo que me esqueci das condições em que eles viviam.
Recomendo a leitura, e espero assistir o filme em breve.

Beijos

Resposta
Ane Reis 28 de junho de 2016 at 10:30

Oie Clayci =)

Esse é um daqueles livros em que a autora parte nosso coração em pedacinhos e depois vai colando aos poucos. É angustiante, triste e de certa forma bonito. Uma dessas histórias que vou levar para sempre comigo. Estou bem curiosa para assistir ao filme. Tenho certeza que vou chorar um monte rs…

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
@mydearlibrary

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 19:35

HAHAHAHAHAHAHHAHA
SOMOS 2 ANE <3
Sei que vou chorar quando assistir tbm!

Resposta
Mari 28 de junho de 2016 at 09:27

Esse é um livro que tenho medo de ler, acho que vou chorar horrores. Pelo menos, é o que sempre acontece quando leio livros em que a história é contada por crianças. Não assisti o filme também, mas tenho vontade. Acho que você deveria dar uma chance pelo que li sobre o filme.
Beijos
Mari
http://www.pequenosretalhos.com

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 20:17

Não chorei muito com a leitura viu?
Isso tudo porque a visão do garoto é tão pura que até me esqueci das condições em que eles viviam, Mari..

Resposta
Erika 28 de junho de 2016 at 03:35

Oie, tudo bem? O livro ainda não li, mas assisti o trailer do filme e fiquei completamente apaixonada pela história. Realmente o momento em que ele começa a conhecer as coisas pela primeira vez é a melhor parte. Estou curiosa para ler o livro e fazer uma comparação com o filme. Gostei muito da sua resenha. Beijos, Érika ^^

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 13:52

Erika, irei dar uma chance para o livro.
E achei lindo a ingenuidade dele <3
Beijos

Resposta
LP 27 de junho de 2016 at 17:57

Alo Hermana!
faz tempo que não aprecia por aqui, então nem lembro nossa ultima conversa, mas me lembro que tinha me prontificado a ensiná-la a procrastinar. Mas como você esta? Como anda as coisas?
Sobre o post, bem vamos lá.
De uma chance ao filme, vale a pena. É um filme bacana para assistir, não vai ser aquela genialidade do tipo sei lá obra do Daniel Day Lewis, mas vale a pena.
bjos LP
quatroselos.blogspot.com

Resposta
Clayci 27 de junho de 2016 at 19:49

Oi LP!!
Eu percebi que vc estava sumido, espero que esteja tudo bem por ai hein…
E sim, vc ficou de me treinar ops ensinar a procrastinar hahahahaha
Várias pessoas me recomendaram o filme, e disseram que vale a pena..
Vou assistir sem me apegar, sem expectativa rs

Beijos!

Resposta
Dai Castro 27 de junho de 2016 at 17:44

É comovente ver o universo que a mãe criou para livrar o garoto da realidade, né? Me senti um pouco desesperada ao ler, mas ainda assim, a história é suave por não ser focado na violência, não diretamente… Ainda não assisti ao filme, quando penso me dá um certo aperto, sabe? Ainda não tive coragem… Beijos!
Colorindo Nuvens

Resposta
Clayci 27 de junho de 2016 at 19:51

Exatamente Dai! Eu só gostei do livro, e dei 5 estrelas porque o personagem soube expor a ingenuidade dele sabe?
Achei linda a descrição do mundo aos olhos dele <3
E várias pessoas me recomendaram o filme, e acho que vou dar uma chance sim rs

Beijos
PS: Amei seu layout novo!

Resposta
Giulia 27 de junho de 2016 at 15:45

Oi, Clay!
Eu também não conhecia o livro até o lançamento do filme e optei pra ler o livro antes!
A cada resenha que leio me deixa mais curiosa! Ahh e eu adoro esse biscoito de koalaaaa! hahahaha

Beijos,
Giulia | http://www.1livro1filme.com.br

Resposta
Clayci 27 de junho de 2016 at 19:58

Giulia eu amo esses biscoitinhos tbm! Tive que aproveitar uma promoção e quase trouxe o estoque da loja pra casa (a exagerada aqui hahaha).
Eu super recomendo a leitura, apesar do clima os personagens são cativantes. E adorei conhecer o mundo na visão do pequeno Jack.
E estou vendo que terei que assistir tbm hahahahah
Beijos

Resposta
AMANDA ALMEIDA 27 de junho de 2016 at 14:43

Oi Clayci, tudo bem?
Eu confesso que tenho resistência quanto ao filme e ao livre pelos mesmos motivos. Me dá aflição só em imaginar o sofrimento, e em pensar que pessoas passam por isso me doí.
abraços,
Amanda Almeida

Resposta
Clayci 27 de junho de 2016 at 20:01

Exato, Amanda!
Na leitura cheguei a esquecer das condições dos dois, por causa da narração do garoto.
Acho que vou dar uma chance ao filme, por causa dele hahaha #confesso.

Beijos

Resposta
Mayara Anjos 27 de junho de 2016 at 14:34

Eu já tinha visto bastante sobre o filme, mas nada sobre o livro. Mas acredito eu que o filme pareça ser bem mais leve do que o livro, a ideia do filme é focar mais na relação entre mãe e filho e não no fato do cárcere privado e abuso, que é uma tristeza imensa. Vou adicionar na minha lista de livros!

Resposta
Clayci 27 de junho de 2016 at 20:04

No livro tbm, Mayara!!
O foco é na relação dos dois, mas é impossível não pensar nas condições deles né? =/
Beijos!!

Resposta
Katarina Holanda 27 de junho de 2016 at 14:30

Fiquei tão devastada com o filme que não sei se teria coragem pra ler o livro. Mas apesar de triste, é muito muito lindo! ?

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 13:54

A história é forte mesmo, mas vale a pena conhecer <3

Resposta
Lorraine Faria 27 de junho de 2016 at 13:14

Eu não li o livro, que imagino ser ainda mais chocante que o filme, mas acho que vale a pena dar uma chance para a adaptação. De certa forma o filme também é contato pela ótica do Jack e a atuação do Jacob no filme é fantástica <3

beeeijo

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 13:57

Sim, sim..
Por isso que darei uma chance hahahahah
Já estou convencida <3

Beijo

Resposta
Camila Faria 27 de junho de 2016 at 12:28

Eu acabei fazendo o caminho contrário Clay, vi o filme antes de ler o livro. Aí desanimei de pegar a leitura depois… quem sabe um dia, acho que deve ser interessante sim (apesar de triste)!

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 14:23

hahahahahahahah
Apesar da história ser gostosa por causa da visão dele, tem algumas cenas desconfortáveis né..

Resposta
Adriel Christian 27 de junho de 2016 at 11:16

oi, oi.

poxa, Clayci! eu já vi o filme e adorei. a história é bem tensa, a gente torce do início ao fim pela mãe o filho, e graças a Deus tudo se resolve no fim. <3 eu ainda não li o livro, mas acredito que ele seja melhor ainda do que o longa, pq sempre fica de fora vários detalhes…

bjs!
Não me venha com desculpas

Resposta
Clayci 3 de julho de 2016 at 14:25

A leitura foi maravilhosa <3
E acredito que seja melhor por causa dos detalhes né?
Mas, ainda quero ver o filme ^^

Beijos.

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE