quando_o_amor_bater_a_sua_port_1469132196598585sk1469132196bQuando o amor bater à sua porta;
I.S.B.N: 9788580415971;
Páginas: 304;
Autora: Samanta Holtz;
Editora: Arqueiro;

Avaliação: 
Livro cedido em parceria com a editora para resenha
Sinopse: Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso. Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade. O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja. Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer. A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

Ainda estou tentando encontrar uma forma de convencer vocês a lerem este livro! Como eu disse na resenha anterior, não tenho costume de ler romances porque nem sempre os personagens conseguem me cativar, mas a Samanta Holtz conseguiu não só prender a minha atenção como me convencer que o “clichê” ainda pode surpreender.

Em “Quando o amor bater à sua porta” nós conhecemos a Malu Rocha. Uma renomada escritora que vive uma rotina regrada: criar, escrever, pedalar e visitar o seu avô de 98 anos algumas vezes por semana em uma casa de repouso. E ela se sente feliz assim! Malu mora em um lugar tranquilo e inspirador longe da cidade e conhece o segredo do sucesso.  Sua única companhia (não que ela queira) é a sua assessora Rebeca que cuida da carreira da autora, mas é um pouco desorganizada e vive tirando a Malu do sério.

quando-o-amor-bater-a-sua-porta-2

[blockquote align=”none” author=”Quando o amor bater à sua porta (Pág. 113)”]”- Malu… As pessoas lutam, erram, se decepcionam. Perdem a memória! – Apontou para o próprio peito. – Mas, quando se sentam para ver um filme ou abrem um livro para ler, não querem mais daquele sentimento negativo. Querem sonhar, acreditar que a felicidade é possível, mesmo que através de uma história inventada por outra pessoa. Elas passam a acreditar naquilo e, por um instante, tomam o sentimento emprestado, como se fosse delas. É por isso que elas gostam tanto dos finais felizes.”[/blockquote]

Como eu disse no parágrafo anterior, Malu conhece a fórmula do sucesso e está terminando de escrever mais um dos seus romances. O que a atrapalhou (e a inspirou) a encontrar um novo final satisfatório para sua personagem foi uma entrevista concedida a uma jornalista, onde a mesma a questionou o significado do amor para a autora. Malu não soube responder a pergunta e voltou para casa com esta pergunta na cabeça. Foi aí que ela decidiu mudar o rumo da história que estava escrevendo pra mostrar para as suas leitoras que é possível ser feliz sozinha.

Enquanto Malu pensava no novo final do seu livro, ela é surpreendida com uma visita inesperada: um homem com o mesmo nome do personagem do livro que está escrevendo (Luiz Otávio) apareceu pedindo ajuda porque sofreu um acidente e perdeu a memória. Ele possuía apenas um papel com o endereço e um horário marcado com a autora. Malu não fazia ideia de quem ele era e nem se lembrava de ter marcado alguma entrevista com ele.

No começo ela não acreditou na história de Luiz Otávio, mas aos poucos foi acreditando na veracidade e ao mesmo tempo se sentindo responsável por ele. Então ela e Rebeca decidem ajudá-lo a encontrar sua família e a sua história.

quando-o-amor-bater-a-sua-porta-1

[blockquote align=”none” author=”Quando o amor bater à sua porta (Pág.117)”]”- Não acredito que temos o poder de mudar o futuro a todo instante, de acordo com as nossas escolhas e atitudes. A cada decisão que você toma, por menor que seja, um universo inteiro desmorona e dá lugar a uma nova realidade, que altera todo o curso da sua vida.”[/blockquote]

Quando menos esperamos, acompanhamos a jornada de Malu e Luiz em busca de quem eles verdadeiramente são. Luiz não se lembra de nada do seu passado e Malu precisa lidar com o final do seu novo livro, além do seu avô doente. A sintonia entre os dois personagens é incrível! Luiz consegue o que poucos conseguem: acalmar Malu. E enquanto ele não descobre a sua identidade, ele tenta descobrir quem é Malu Rocha e o que ela esconde atrás do seu nome.

quando-o-amor-bater-a-sua-porta

[blockquote align=”left” author=”Quando o amor bater à sua porta (Pág: 131)”]”- Um relacionamento está fadado ao fracasso quando um deposita as expectativas sobre o outro. Acaba-se esperando de alguém o que você deveria buscar e realizar por si mesmo.”[/blockquote]

A convivência com Luiz Otávio acaba despertando um sentimento em Malu que estava há muito tempo perdido.  Malu Rocha é uma personagem forte e resistente; e é no decorrer da história que vamos entendendo o porquê da sua personalidade e porque desconfiar do amor! Foi incrível vivenciar o crescimento do sentimento entre eles durante a trama.  Eu não sabia o que esperar a cada página virada e eu não conseguia largar o livro. Sem falar que a autora disponibilizou uma playlist maravilhosa com a trilha sonora para cada capítulo. Eu realmente me apaixonei por este livro e quero muito que você conheça a Malu Rocha!

TRILHA SONORA DO LIVRO

Comentários

Comentários