Resenha: A probabilidade estatística do AMOR à primeira vista 60 608

IMG_1850

Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.

IMG_1832Se o livro tirou meu fôlego só em ler o título extenso, porque não iria tirar com a história? Quando comecei a ler “A probabilidade estatística do amor a primeira vista” fiquei imaginando como seria encontrar uma pessoa que mudasse minha vida em poucas horas, claro que não imaginei isso em um aeroporto, afinal tenho medo de aviões, mas em uma fila de banco? Padaria? Show? Ponto de ônibus?

O livro conta a história de Oliver e Hadley, eles se conheceram em um aeroporto e começaram a ter  uma história ali mesmo.

Oliver é um britânico romântico, que apesar de irritar Hadley com seu sotaque me fez imaginar como seria a sua voz. Sabe aquele cara que você sempre quis conhecer em seu colégio? Que admira-elogia-aconselha? É o Oliver! Se eu me apaixonei por ele logo nas primeiras páginas porque Hadley não se apaixonaria?

Ele é como uma música que ela não consegue esquecer. Por mais que tente a melodia do encontro entre os dois fica tocando na cabeça repetidamente, cada vez mais agradável, como uma canção de ninar, como um hino; não tem como ficar cansada daquilo.

IMG_1840Hadley é americana e passa por uma fase difícil em sua vida, afinal ver os pais se separando e ser convidada para o novo casamento do seu pai, não é fácil. Ela foi “obrigada” a viajar para Londres, mas não imaginava que essa viagem mudaria tanto a sua vida. Ela não sabia que era possível sentir saudades de uma pessoa que está na sua frente, mas é.

Ele olha para ela, cabeça inclinada, mão em seu braço, e antes que tenha tempo de se sentir nervosa, antes mesmo de entender a situação, ela o ouve murmurar “Que se dane”, e então, para sua surpresa, ele se inclina e lhe dá um beijo.

IMG_1841O livro não gira somente em torno dos dois. Nele conhecemos a história dos pais de Hadley, além da relação dela com o pai (que no momento é delicada, eles se afastaram e ela relembra diversos momentos que passaram juntos). A família de Oliver “aparece” no final da história, mas te deixa surpreso ao saber o motivo de sua volta para sua cidade natal.

Se o sentimento é verdadeiro, não precisa ficar mostrando para os outros.

IMG_1834Serei honesta, li o livro em 2 dias e não sei porque demorei tanto, pois é uma leitura rápida que prende a sua atenção. Ele tem 223 páginas é narrado em terceira pessoa e dessa forma enxergamos os conflitos de Hadley com facilidade. Jennifer E. Smith soube prender minha atenção e me deixar curiosa, imaginando o que viria nas páginas seguintes. (ISBN – 9788501095442). Recomendo a leitura!

Você sabia que as pessoas que se encontram pelo menos três vezes de maneiras diferentes em menos de 24 horas têm 98% de chance de se encontrarem de novo?

Beijos

 

Comentários

Comentários

Existe uma frase que consegue me descrever perfeitamente bem: “Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então“ (Alice no País das Maravilhas). Sou uma taurina que gosta de mudanças, estranho né?! Sempre gostei de fazer parte do que não conheço e nunca tive medo de arriscar naquilo que acredito. Sou Whovian, Sherlockian, Slytherin e Nintendista. Apaixonada por fotografia, livros, roedores, toys e miniaturas.

60 Comments

  1. Eu to muito afim de ler esse livro agora, parece ser bem interessante. Na verdade, livros que falam de relacionamentos ou românticos me interessam muito mais do que os de aventuras e ficção (pronto, confessei). Tá na minha lista pra comprar na bienal 😡

    Bitocas!

    1. Eu já tenho dificuldades para me interessar por romance, Thami! Confesso que já abandonei muitos livros (com o tema) no meio por causa da melação e nimimi que já vivo no dia a dia hahahaha mas esse é bem diferente!

  2. Eu quero muito, muito, muiiiiito ler esse livro, mas ainda não consegui comprar. Sempre que decido ele ta em falta.
    Tem até um fato engraçado. Eu pedi ele na Saraiva em abril, cheguei a efetuar o pagamento e eles nunca me enviaram, porque tava fora do estoque (porque venderam então?, foi a minha pergunta), somente agora em novembro é que recebi um email da livraria dizendo que ele estava disponível novamente.

    Pena que já encerrei minhas comprar literárias de 2014, então ele vai ter que ficar pro ano que vem. Ando com falta de amor na vida e sempre que leio um livro amorzinho fico me sentindo melhor e mais sonhadora!

    Beijooo

  3. Eu li esse livro de uma vez, numa tarde.
    A história é tão gostosinha, leve e cativante que foi impossível abaixar o livro sem ter terminado. Não morri de amores, por que não me conformo com o final, mas gostei e recomendo a leitura também. <3

  4. Já quero esse livro, depois da boa indicação e ainda ser atraída pelo titulo… Agorame conta Clayci e essa maletinha vintage? To infartando aqui do outro lado srsr lindo pos, lindas fotografias como sempre!

    Obs: interessante isso “Você sabia que as pessoas que se encontram pelo menos três vezes de maneiras diferentes em menos de 24 horas têm 98% de chance de se encontrarem de novo?”

    Beijos

    ?

    Ari
    De volta ao retrô | Twitter | Facebook | Instagram

  5. Olha eu aquiii! o/
    Faz tempo que ouço/leio falar sobre esse livro e sempre tive curiosidade em lê-lo, mas esta é a primeira resenha que leio. Adoro esses romances e histórias de verdade, já está na minha lista do skoob e agora vou comprá-lo.
    Adorei as fotos <3
    Principalmente porque me encantei com essa malinha verde! hauahuaah
    Beijooo

  6. Tenho vontade de ler esse livro só por causa desse título. É bom de falar.
    Gostei muito da sua resenha, parece ser um livro lindo.
    Tem promo valendo o livro Maré Vermelha no blog: petalasdeliberdade.blogspot.com .

  7. Muito show! Parece um bom livro…vejo diversas resenhas positivas por ai. Sua resenha ficou tão fofa, acredito ser reflexo da leitura com o mesmo ritmo. Nahim… amei as fotos também.
    Beijos!
    Monólogo de Julieta

  8. Comprei o livro “Uma Vida Sem Limites”, comei a ler ontem, e não consigo parar! Estou no trabalho, com ele do lado “me olhando” e estou com a maior vontade de pega-lo para ler.

    Nunca imaginei que um dia eu iria entrar no mundo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE