Comecei o projeto “Preparando a pipoca” no inicio do ano tão empolgada, que nem acredito que deixei de atualizá-lo aqui. E já foram quase 4 meses sem publicação a respeito, me perdoem. Vou compartilhar os filmes e séries que andei assistindo em Abril e um pouquinho de maio.

Eu não sou um homem fácil : Quando vi esse título na Netflix fiquei com o pé atrás, mas fui surpreendida positivamente. Damien (Vincent Elbaz) é um machista escroto, mas depois de um acidente acorda em um mundo onde as mulheres e os homens têm seus papéis invertidos na sociedade. Tudo é dominado pelas mulheres e ele acaba entrando em conflito com La Coach (Moon Dailly) que é uma renomada escritora. Apesar de se tratar de uma comédia romântica e ser divertido identificar as diferenças na trama, o filme é muito interessante. Damien não demora para perceber essa mudança e se sente incomodado com várias situações que já estamos acostumadas no dia-a-dia. Por exemplo, seu melhor amigo se tornou dono de casa; sua mãe passa a assumir o açougue da família; ele é assediado pela ex chefe e por aí vai.  Damien começa a sentir na pele todas as nossas dificuldades. Começando pelas roupas, que são curtas e apertadas. A depilação, pois todas as mulheres começam achar nojento os seus pelos. Quando ele menos espera, se descobre um “masculinista” e quer lutar pela igualdade. Super recomendo!

Once Upon a Time (7ª temporada) : Eu já compartilhei as minhas primeiras impressões sobre a 7ª temporada aqui no blog. Deixei claro que estava insatisfeita com a renovação e até tinha deixado a série de lado. Só que depois de ler sobre o cancelamento resolvi dar mais uma chance. É difícil abandonar algo assim, depois de tantos anos. Gosto do elenco e dos efeitos ruins. É só o roteiro que deixa a desejar, pois a repetição da história desanima. Como o cancelamento é oficial, alguns atores retornaram nos episódios finais para a alegria dos fãs. Gostei da nova versão do Henry – acho o ator maravilhoso – no entanto, só continuei pelo sentimento de nostalgia mesmo.

 

Lucifer (3ª temporada) : Imaginem a minha reação quando soube sobre o cancelamento da série. Nossa sorte é que o fandom é grande e estamos tentando salvá-la mostrando nossa indignação nas redes sociais (com #SaveLucifer).  Assim que essa temporada iniciou, eu senti o clima de despedida através dos diálogos. Me animei um pouco com a entrada do Tom Welling e gostei de acompanhar o novo mistério até uma parte. Depois fui pegando birra com alguns detalhes, porém continuei firme e forte. Mozão Tom Ellis não pode sair dessa série agora, gente. Em Rush foi a mesma coisa – tudo bem que a série era ruim e só ele salvava no elenco – cancelaram do nada e deixaram aquele final horrível. SAVE LUCIFER

 

Vingadores – Guerra Infinita : Queria dizer que saí da sala do cinema querendo assistir de novo. Eu o Di fomos logo na estreia para evitar todos os possíveis spoilers. Pensei que o Doutor Estranho teria pouca participação no filme, mas fiquei feliz quando vi o mozão BeneBatch várias vezes na telona. Todos da minha sessão estavam eufóricos e nem senti o tempo passar (segurei o xixi sem reclamar). E agora estamos aqui, ansiosos e curiosos pela continuação. Já li diversas teorias pela internet, já discuti sobre a atuação de alguns personagens e só resta esperar. O que vocês acham que vai acontecer?

 

Perdidos no Espaço : Pensa em uma série amorzinho? Perdidos no espaço é uma releitura da série clássica e preciso dizer que a Neflix acertou em cheio. Os efeitos estão muito bem feitos e o elenco é maravilhoso (me apaixonei pelo pequeno Will). Sem falar que achei muito legal colocarem uma mulher para fazer o papel de Dra, Smith. Só não dei 5 estrelas porque algumas coisas ficaram sem sentido, como por exemplo, eles distribuírem e abastecerem todas as naves em tão pouco tempo… Mesmo assim fiquei com vontade de uma segunda temporada e estou torcendo para que tenha renovação.

 

 

 Deadpool 2 : Não tem como dar menos do que 5 estrelas, gente. Gostei bastante da continuação e já falei sobre o filme aqui no blog. Deadpool é o tipo de filme que você não pode esperar nada, apenas sentar e apreciar. Me diverti com as inúmeras referências e não sei como consegui me emocionar em algumas cenas (culpa da Celine Dion e não do Wade). Mesmo não fazendo ideia do que iria encontrar na trama eu só espera uma coisa: Piadas com Thanos por conta do ator que interpretou o Cable. E TIVEMOS! Mais do que isso, teve muitas piadas internas até com a DC, ou seja, vale o ingresso.

 

 

 

Agora pretendo iniciar a série Safe, já assistiram?

Assistiu algum dos que citei? Beijos

 

Comentários

Comentários