Os diários de Amora - Joris Chamblain & Aurélie Neyret

SOBRE A HISTÓRIA

Sabe quando você gosta de alguma cosia e sente vontade de sair compartilhando essa paixão com todos que conhece? Foi assim que eu me senti quando li o primeiro volume do quadrinho francês “Os diários de Amora – O Zoológico Petrificado“. Não há nada demais na história, mas é justamente a simplicidade que conquista. Amora é uma garota de 10 anos de idade que sonha em ser escritora.

Ela é uma menina generosa, corajosa e determinada. Possui um gosto literário bem eclético (desde romances a revistas científicas) e como deseja um dia tornar essa paixão em profissão, segue os conselhos de sua mãe e começa a escrever um diário para aprimorar a sua escrita. E o mais legal é que no decorrer da trama, nos deparamos com alguns trechos do seu pequeno diário. Amora tem tudo para ser uma escritora; ela é esperta e gosta de observar tudo que está em sua volta. Só precisava de “uma grande história“.

Enquanto essa ideia não aparece, a jovem gosta de passar as suas tardes na casa da árvore. E quase sempre acompanhada de suas melhores amigas, Line e Erica. Certo dia, as três deram de cara com um senhor tenebroso andando sozinho na floresta e cheio de tintas. Por ser curiosa,  Amora quis saber mais sobre esse senhor e contará com a ajuda das suas melhores amigas para descobrir sua identidade.

Os diários de Amora - Joris Chamblain & Aurélie Neyret Os diários de Amora - Joris Chamblain & Aurélie Neyret

MINHA OPINIÃO

Nem sei por onde começar. Sei que o quadrinho foi escrito para um público mais jovem (bem mais jovem), porém é difícil não se encantar com o trabalho de Joris Chamblain (roteiro) e Aurélie Neyret (arte).  É o tipo de história que você tem que ler para alguma criança, pois há várias personagens femininas fortes. Amora mora com a sua mãe e logo nas primeiras páginas a jovem deixa claro que ela é uma das suas maiores inspirações.

Outra fonte de inspiração para Amora é a senhora Desjardins. Sua vizinha, que é uma escritora e apoia as suas ideias. Achei incrível a forma com que a jovem a respeita e busca conselhos. Suas melhores amigas também não ficam para atrás. A cumplicidade entre elas é a coisa mais linda de se ver. Realmente fiquei apaixonada pelo trabalho.

Como disse no início da publicação, é possível ver trechos do diário da Amora enquanto lemos. Achei isso interessante, pois as ilustrações são maravilhosas e são esses detalhes que despertam o interesse em resolver o “grande” mistério da história. Sem falar que eles aguçam a imaginação dos pequenos (sei disso porque eu li para os meus sobrinhos e ficaram com vontade de escrever um diário).

Os diários de Amora - Joris Chamblain & Aurélie Neyret Os diários de Amora - Joris Chamblain & Aurélie Neyret

E o mais legal é que consegui enxergar várias personagens em Amora enquanto lia. Ela realmente se preocupa com as pessoas ao seu redor e aprecia as coisas simples da vida. Polyanna? Amelie Poulain? Chihiro? Um pouco de cada. Super recomendo! A única coisa que me incomodou um pouco foi o formato do livro. Pois ele é grandinho, ocupa um espaço maior na estante e é mas delicado. Muito fácil de amassar e achei que poderiam ter feito a capa com um material mais resistente.

Conhecia essa Graphic Novel?
Beijos

 

 

 

Os Diários de Amora. O Zoológico Petrificado Book Cover Os Diários de Amora. O Zoológico Petrificado
Joris Chamblain & Aurélie Neyret
Editora Nemo
80

Sinopse: Amora sonha em ser escritora, e seu assunto favorito são as pessoas, principalmente os adultos – ela adora observá-los para tentar adivinhar seus segredos, como Michel... Todos os domingos ela observa o homem se embrenhar na floresta, desaparecendo por todo o dia. O que ele faz durante todo esse tempo? E por que parece tão triste quando retorna? Acompanhe Amora até o coração da floresta em sua primeira investigação.

Comentários

Comentários