Image default
Home - Os Condenados – Andrew Pyper
Resenhas Literárias Suspense

Os Condenados – Andrew Pyper

Em “Os Condenados” Danny Orchard vai compartilhar a sua experiência de quase-morte e contar como foi que ele conseguiu voltar (mais de uma vez). Porém por mais que essa tragédia pessoal tenha se transformado em um grande best-seller, Danny não retornou sozinho.

SOBRE A HISTÓRIA

Vamos conhecer os irmãos Orchard? Danny e Ash são gêmeos e por mais que sejam parecidos fisicamente, eles possuem personalidades bem diferentes. Ash se destaca por onde passa. Ela é popular na escola (e na vizinhança) e possui as melhores notas nas matérias. Já Danny, vive às sombra da irmã. O relacionamento deles é complicado – aliás o relacionamento entre Ash e qualquer outra pessoa é complicado – porém eles são ligados e dividem uma experiência sinistra logo no parto. Ambos nasceram sob condições adversas e deram de cara com a morte. E isso fez com que suas vidas mudassem completamente.

Ash assusta a família. Ela é uma pessoa sem sentimentos e pratica vários atos de maldade desde pequena. Se você quer vê-la satisfeita, basta deixar claro que você a inveja (e ainda assim é capaz de ficar na mira dela). Ninguém gostava de Ash, nem mesmo os pais dela – eles tinham medo – tanto que tentaram se livrar da filha mandando-a para um colégio interno.  E é claro que ela não ficou por lá, não é mesmo? Entretanto algo inesperado aconteceu no aniversário de 16 anos dos irmãos Orchard.

Os Condenados - Andrew Pyper

Uma casa abandonada pegou fogo e Ash estava dentro. Danny tentou salvá-la, mas sem sucesso. Quase que ele ficou sem vida, mas com muita dificuldade conseguiu sobreviver. Todavia ele não fazia ideia de que esse incidente transformaria sua vida em um verdadeiro inferno. Anos se passaram e Danny é um revivente (uma pessoa capaz, em situação de quase morte, de transitar entre o mundo físico e o que nos espera após a morte) e decide compartilhar sua experiência em um livro chamado “O Depois”.

O fato é que sua irmã não aceitou morrer sozinha e voltou com ele. E mesmo depois de morta, Ash continua sendo uma garota vingativa e faz de tudo para que seu irmão fique e se sinta sozinho. Danny tenta seguir em frente e até mesmo constituir uma família, mas Ash deixa claro que ele merece ter o mesmo final dela E por falar em fim, é disso isso que ela está atrás. Afinal eles são gêmeos e devem compartilhar dos mesmos sentimentos, não? Agora Danny terá que correr atrás e descobrir o que aconteceu no dia do incidente que matou a sua irmã e tentar se livrar dela para conseguir seguir em frente.

Os Condenados - Andrew Pyper

[blockquote align=”none” author=”Os Condenados”]Eu morri mais de uma vez na minha vida. Algumas pessoas conseguem equilibrar pratos em varas, outras podem acertar todas as tacadas jogando golfe em Pebble Beach, mas poucas têm tantos carimbos no passaporte da outra vida como eu. É um dom, creio, ainda que seja um dom que não desejo para ninguém. Haverá mais uma travessia para mim, assim como para todos nós. Mas ninguém pode dizer o que espera por vocês do outro lado, eu mesmo só posso falar do que vi, porque se o seu destino é a cobertura ou a sala da caldeira, depende de você. Paraíso ou Hades, Céu ou Inferno – eles são feitos sob medida. Eu sei porque estive em ambos.[/blockquote]

MINHA OPINIÃO

Mesmo vendo muitas pessoas criticarem a obra anterior de Pyper, eu gostei. O Demonologista deixou a desejar no final, mas a trama foi envolvente e interessante. Contudo preciso admitir que tive uma experiência melhor com Os Condenados. Nesse livro o autor conseguiu trabalhar bem o suspense. Tanto que eu lia imaginando cenas de um filme; A história tem tudo para dar um bom roteiro de uma adaptação cinematográfica.

Ash dá medo! Ela é uma pessoa fria e deixa isso claro para qualquer pessoa que cruzar o seu caminho. E o interessante é que mesmo depois de morta, ela consegue controlar o seu irmão. Ele fica sem reação com a presença dela, da mesma forma que as pessoas ficavam quando ela ainda era viva. E ele aceita! Ele se acostuma e se conforma com a sua presença. Só quando conhece uma pessoa especial e sente interesse em constituir uma família ao lado dela, que Danny começa a se preocupar e a desejar que o fantasma da sua irmã desapareça.  Entretanto, Ash não vai permitir isso. Ela é consumida pelo ciúme e começa a prejudicar as pessoas que estão ao lado de Danny. O desejo (e o objetivo) é ter o irmão só pra ela. O único que sobreviveu a tudo!

Os Condenados - Andrew Pyper

A forma que o personagem narrava sua experiência quase-morte é curiosa. Afinal não sabemos o que nos espera do outro lado. E isso é uma discussão que está presente na maioria das religiões. Será que existe o paraíso ou o inferno? Não sei, mas em Os Condenados foi interessante ver a liberdade do autor em abordar um assunto tão incerto.

Apesar de que o final me desapontou um pouco. Eu havia imaginado outras possibilidades e estava com a expectativa alta, mas é uma história que vale a pena ser lida. Ela não mostra apenas um lado sobrenatural. Os condenados mostra um homem que está tentando lutar com os seus fantasmas particulares. Danny é uma pessoa sozinha e ele sempre foi assim!

E por mais que Ash seja uma pessoa sombria e problemática, ela teve seus traumas. Quando o mistério foi revelado deixei a perversidade dela de lado e comecei a pensar na garota que passou por tudo aquilo. Em Os Condenados há vários traumas e abusos que mexe com a gente.

Recomendo muito a leitura.

Leia também:

Rangers #10: Imperador de Nihon-Ja – John Flanagan

Clayci

Sorteio de aniversário do blog – (28 livros)

Clayci

Sociedade J.M Barrie – Barbara J. Zitwer

Clayci

4 comentários

Alice 23 de outubro de 2017 at 15:32

Oiii Clayci

Pelo visto o Pyper tem um probleminha na hora de elaborar finais, pois o outro livro dele embora fosse legal também não teve aquele final 5 estrelas… Achei a história de Os Condenados bem legal e gostei dessa liberdade do autor em dar seu parecer e visão do depois da morte através dos dois irmãos. Já fiquei com medo de Ahs só pelo que tu contou na resenha…haha

Beijos

aliceandthebooks.blogspot.com

Resposta
Clayci 25 de outubro de 2017 at 09:42

Pensei a mesma coisa que vc quando finalizei a leitura.
Parece que ele passou anos pensando na trama e rascunhado e o final faz as pressas ahuhiauuahuiahuiahiuah..

E ela é assustadora. Fiquei com vontade de ler mais histórias com Ash rs

Beijos

Resposta
Anny 23 de outubro de 2017 at 08:50

Gostei da resenha, é bem o tipo de livro que eu curto bastante, vou add a minha meta de leitura no skoob pra nao esquecer.

Resposta
Clayci 25 de outubro de 2017 at 09:45

Oba! Tomara que vc curta a leitura, Anny!!
*_*

Beijos

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE