O lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares #1 22 275

O lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares #1;
I.S.B.N:  9788544102848;
Páginas: 336;
Autor: Ransom Riggs;
Editora: Intrínseca;
Avaliação:
Sinopse:  Tudo está à espera para ser descoberto em “O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares”, um romance que tenta misturar ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que possa parecer – ainda podem estar vivas. “Mesmo sem as fotos, esta seria uma história emocionante, mas as imagens dão um irresistível toque de mistério. A narração em primeira pessoa é autêntica, engraçada e comovente. Estou ansioso para o próximo volume da série!” RICK RIORDAN, autor da série Percy Jackson e Os Olimpianos. “Um romance tenso, comovente e maravilhosamente estranho. As fotos e o texto funcionam brilhantemente juntos para criar uma história inesquecível.”

Finalmente eu consegui ler este livro! E quando digo finalmente, não é porque achei a história ruim (muito pelo contrário). Mas sim porque consegui chegar até ele na minha lista interminável de livros para ler. Ganhei o “O lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares” de presente de natal dos meus amigos Weslei e Flore e fiquei tão empolgada com a leitura.

Vamos conhecer Jacob? Um adolescente que trabalha na rede de mercados da família da sua mãe. Ele realmente odeia o seu trabalho, mas não consegue ser mandado embora por conta de seus parentes. Ele mora com os pais, inclusive o seu pai tem o sonho de publicar um livro, porém sempre desiste de suas idéias e elas acabam parando dentro de uma gaveta.

Fora os pais, Jacob possuía uma ligação muito forte com o seu avô paterno. Abe Portman sempre esteve presente na vida do neto contando histórias sobre o seu passado e mostrando o quanto foi feliz no lar da Srta. Peregrine mesmo vivendo no meio de uma guerra. Jacob amava as suas histórias, mas conforme foi crescendo ele passou a questionar a veracidade delas. Como já era de se esperar, ele deixou de acreditar nas histórias encantadoras que o vô contava até que um dia ele viu o seu avô morrer.

Foi então que Jacob decidiu ir atrás da verdade sobre o passado do seu avô e viajou para uma ilha em busca de respostas. E ele encontrou todas elas!

Apesar de ter curtido a história preciso confessar que não consegui simpatizar tanto com o personagem principal. Ele é aquele tipo de pessoa que não questiona nada, sabe? Não consegui sentir a sua presença na história e achei isso bem chato, pois apesar do destaque ser a história do orfanato, Jacob é o personagem que nos leva até lá e por mais que ele tenha ido atrás da verdade e demonstrado curiosidade a respeito, não consegui enxergar a sua personalidade. Espero que isso se desenvolva nos outros livros.

Mas finalmente poderei assistir o filme depois de tanto enrolar. Apesar de ter achado o início do livro arrastado, quero dizer que valeu a pena conhecer cada criança peculiar. Quando finalmente conheci o orfanato e as peculiaridades de cada criança fez com que a leitura valesse a pena. O autor conseguiu prender a minha atenção na história e fazer com que eu imaginasse todas as cenas criadas por ele – claro que as fotografias me ajudaram muito nisso.

Não vejo a hora de dar continuidade na história! <3

 

Comentários

Comentários

Existe uma frase que consegue me descrever perfeitamente bem: “Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então“ (Alice no País das Maravilhas). Sou uma taurina que gosta de mudanças, estranho né?! Sempre gostei de fazer parte do que não conheço e nunca tive medo de arriscar naquilo que acredito. Sou Whovian, Sherlockian, Slytherin e Nintendista. Apaixonada por fotografia, livros, roedores, toys e miniaturas.

22 Comments

  1. Oi Clay!
    Belas fotos, como sempre! hahah
    Gostei bastante da história. Sério que achou o Jacob um cara que não desconfia de nada? Achei até que ele é persistente, a única coisa estranha foi a facilidade que ele abandona a vida dele, a familia e o amigo por gente que ele mal acabou de conhecer. Mas tem coisas que a gente tem que ignorar se não a história não flui.
    Fora isso, estou ansiosa pela continuação!

  2. Eu tenho esse livro em casa e quero ler, mas acabo sempre deixando pra depois… E o pior é que não quero assistir o filme antes de ler, então são duas coisas que acabo adiando, hahahahaha
    Beijos
    Mari

  3. Nossa, fazia tanto tempo que eu não conseguir concluir nenhuma leitura, e finalmente consegui com esse livro. Apesar de estar curtindo outros vários gêneros de livros, esse me prendeu de uma forma gostosa, como há tempos não acontecia. Estou lendo o segundo e gostando também. Achei a forma que o autor achou pra desenvolver a história bem criativa.

  4. Faz muito tempo que tenho vontade de ler esse livro, desde que o via aleatoriamente nas livrarias. Mas acabei nunca dando prioridade a ele por sempre estar com uma lista imensa. Tenho a impressão de lembrar de minha irmã ter comprado o primeiro volume, acho que ainda a edição da LeYa, na ultima Bienal, irei conferir e verei se já coloco na lista deste ano.
    Também sou dessas, só quero ver o filme quando terminar de ler.
    E como sempre, suas fotos ficaram maravilhosas!

    Bites!

  5. Babe, as suas fotos me encantam tanto que não te aguento ?

    Eu sempre assisto o filme para depois ler o livro, mas como não me falaram muito bem dele, resolvi pensar em ler primeiro. Eu amei a sua resenha e fiquei ainda mais curiosa para comprar ele, sério. Mais um livro para a minha lista interminável HAHA

    Beijão ?

  6. Esse livro não me chamou a atenção quando foi lançado, mas estava super curiosa pelo filme (por motivos de Tim Burton). Porém em um clube do livro que participe esse livros entrou como a escolha do mês e resolvi dar uma chance. A história me surpreendeu, porém confesso em muitos momento deu vontade de desistir (achei o ritmo lento). Ainda gostando da história não me animei para ler os dois últimos. Vou aguardar tuas próximas resenhas e quem sabe animo.

  7. Olá!
    Só queria dizer que: amo as fotos dos seus posts! Fico mais apaixonada ainda pelos livros, hahaha. E agora falando do livro da resenha, eu tinha uma vontade muito grande de ler ele, mas depois que saiu o filme e eu vi comentários negativos acabei me desanimando, mesmo sabendo que o livro sempre será melhor do que a adaptação. Mas, sei lá, ainda pretendo uma dia ler, quem sabe ainda esse ano, né?
    Gostei muito da resenha! E fico feliz que tenha aproveitado a leitura.

  8. Que bom que você gostou da história <3 a trilogia se tornou uma das minhas queridinhas, espero que se encante pelos outros livros também… e ah… eu não tive dificuldade de me apegar ao protagonista hahaha mas é verdade que as vezes senti falta de alguns questionamentos! Beijos!
    Colorindo Nuvens

  9. Eu assisti a o filme porque ganhei o ingresso no blog de dois amigos e foi aquilo de “ainda bem que não tive que pagar por isso”… Sabe essa falta de conexão que você sentiu com o Jacob? Eu senti com TODOS OS PERSONAGENS! Nenhum conseguiu me despertar nada, tudo muito bleah… Ainda assim queria ler o livro pra ver se vendo a história “real” isso muda, hahaha!
    Eu acho o máximo isso de ter as fotos das crianças, genial pra te fazer entrar na história!

  10. Eu gostei muito do livro, mas tbm tive o mesmo pensamento que vc em relação ao jacob. Ainda não deu pra ler os outros, mas estou com grandes expectativas, apesar de saber que posso me frustrar
    Bjss

  11. eu li esse livro em 2013 e ano passado antes do filme revolvi reler, pq tb tinha comprando o 2o da série. nas 2x achei o começo muito bom, mas acho que meio que se perdeu no meio com tanta coisa. depois do filme, fiquei mais perdida ainda. adoro o burton, mas em adaptação literária ele sempre me decepciona! tb num consegui simpatizar com o jacob e o final me deixou O QUE? hahaha
    :****

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE