Image default
Home - O Dom – Robert Ovies
Resenhas Literárias Suspense

O Dom – Robert Ovies

download-1O Dom;
I.S.B.N: 9788576862796;
Páginas: 336;
Autor: Robert Ovies/
Editora: Verus;
Avaliação: 
Sinopse: Quando C. J. Walker, um garoto de nove anos, encosta no braço da amiga de sua mãe no velório e sussurra o desejo de que ela não estivesse morta, só está tentando fazer a coisa certa. Mas, no momento em que a mulher desperta, a tempestade que se segue não pode ser contida. Pessoas aterrorizadas, dentro e fora das fronteiras da cidade, exigem saber quantos de seus entes queridos podem ter sido enterrados vivos pelo mesmo agente funerário, ou por qualquer outro. Porém a prova de que C. J. Walker pode realmente despertar os mortos é filmada em segredo e então veiculada publicamente. Em uma única manhã, a mãe de C. J., Lynn, vê sua casa se tornar uma fortaleza e seu filho, um alvo. Indivíduos de luto, desesperados para que a morte abandone seus entes queridos; representantes da mídia e de organizações médicas e científicas; influentes líderes religiosos e poderosas agências governamentais, todos mexem seus pauzinhos para ganhar uma posição de vantagem e influência e obter o máximo controle sobre o dom mais poderoso de que já se teve notícia. Em meio à confusão, Lynn e seu ex-marido, Joe, lutam para encontrar uma maneira de escapar com C. J., para mantê-lo em segurança e de alguma forma tornar possível que ele tenha uma vida normal novamente. Mas para isso eles precisam agir rápido, antes que o garoto seja levado por algum dos vários interessados em seu poder. O DOM é um livro ágil e alucinante, que lida com questões sobre morte, vida, amor, ética e fé.

“O Dom” foi a segunda leitura da minha seleção de livros do mês de outubro. Agora imagine se você tivesse o dom de trazer alguém de volta  a vida? Como você lidaria com esse poder? Nesse livro nós lidamos com vários questionamentos, mas principalmente com as consequências dos nossos desejos.

A história já começa em um ambiente pesado: um velório! Poderia ser um velório como qualquer outro: com muita dor, sofrimento e tristeza na hora da despedida.  Porém o desejo e o sussurro de uma criança de nove anos fez com que uma cidade inteira parasse para se questionar sobre a possibilidade de ressuscitar alguém.

Esse garoto de nove anos se chama C. J. Walker e nem ele mesmo sabia sobre o seu dom. Durante o enterro da Marion Klein, ele apenas desejou que ela ficasse bem e minutos depois esse desejo foi atendido. Klein não só voltou a vida como também se curou do câncer (motivo do seu falecimento). Mas o que era para ser visto como um milagre tomou outras proporções, afinal ninguém reparou na presença do garoto o que mais poderiam pensar senão negligência por parte da funerária e hospital? Ela realmente estava morta?

o-dom-1

[blockquote align=”left” author=”O Dom (Pág. 29)”]”Isso significa que ele não acreditava mais em milagres? Ou que não acreditava mais em si mesmo, ou em seu lugar no grande plano de Deus?”[/blockquote]

A história me lembrou de uma passagem da bíblia: “A Ressurreição de Lázaro” no qual Jesus traz Lázaro de Betânia de volta à vida depois de quatro dias de sepultamento. Quando a notícia explodiu nas mídias, C.J sabia o que tinha feito, porém não sabia como lidar e se alguém sequer acreditaria nele. Depois de um desabafo com a mãe – que se sentiu culpada por levá-lo ao velório e se sentir responsável por algo que não tinha sido ele – ela pediu ajuda ao pai de C.J (Joe) para convencê-lo de que aquilo não era possível.

Joe pensou que a melhor maneira de fazer com que ele percebesse que não tinha sido culpa dele era levá-lo a um hospital ver um doente em fase terminal e pedir para que sussurrasse no ouvido do paciente (como fez com Marion). Na cabeça dele quando seu filho entendesse que aquilo não daria em nada, ele não se culparia mais pela volta de Klein. Só que não foi bem assim o que aconteceu! Dez minutos depois da presença de C.J o paciente se curou e foi aí que Joe viu que o menino dizia a verdade.

[blockquote align=”right” author=”O Dom (Pág 54)”]”Não é Deus que as pessoas querem. Elas querem milagres.”[/blockquote]

A partir desse acontecimento a família de C.J perdeu o controle de tudo. Acabaram saindo na mídia e tiveram que ficar trancados em casa por conta dos jornalistas que faziam plantões em frente a casa deles. Todos queriam falar com C.J! Esse dom atraiu não só curiosos, mas a igreja, o governo, os fanáticos. As pessoas começaram aparecer em seu quintal com cartazes pedindo ajuda para curar alguém e isso começou a preocupar a Lynn (mãe de C.J).  No começo Joe enxergava o poder do filho como uma forma de ganhar dinheiro, afinal quantas pessoas pagariam para trazer um ente querido de volta? E se houvesse a ressurreição de alguém conhecido?

O livro me surpreendeu porque nele conseguimos encontrar o pior e o melhor do ser humano. Conseguimos pensar na possibilidade e de como seria se ela acontecesse de fato. O peso da responsabilidade de trazer alguém de volta a vida, ainda mais para uma criança de nove anos. O medo de como as pessoas enxergariam esse poder! O que fariam com C.J se tivessem a oportunidade de tê-lo em mãos? Ele se tornaria uma arma para o governo? Uma experiência para a igreja? Lynn foi a única que pensou nessas questões e se preocupou com o futuro do seu filho.

`Havia uma coisa chamada poder excessivo. E haveria um preço terrível a pagar se as pessoas descobrissem que ele o possuia.”

Não estava com muitas expectativas na leitura e no final o livro me surpreendeu e muito! Valeu a pena ler e recomendo.

Alguém conhecia a história?

Beijos

Leia também:

Eu Amo Paris – Lindsey Kelk

Clayci

Fator Nerd

Clayci

O Mundo Perdido – The Lost World

Diego Lorenzo

23 comentários

Débora 20 de outubro de 2016 at 10:05

Caramba, que massa! Não conhecia esse livro. Fui ficando cada vez mais curiosa conforme fui lendo a resenha. Nossa, parece ser bem interessante e desses que prende o leitor, sabe?! Fiquei com muita vontade de lê-lo, quero saber o que acontece depois com C.J., com a mãe dele e o todo mundo que sabe sobre esse dom. Gostei muito da resenha, Clayci! =)
Beijinhos ?

Contadora de Histórias

Resposta
Clayci 21 de outubro de 2016 at 10:45

Aiii o final não foi muito feliz, mas foi excelente para reflexão viu?
EU SUPER RECOMENDO

Resposta
Dai Castro 18 de outubro de 2016 at 11:47

Adorei essa premissa de ter que arcar com as consequências do que desejamos. Acho legal mostrar os dois lados do ser humano, somos seres tão complexos, acho que a obra acerta em criar uma reflexão sobre isso! Beijos!

Colorindo Nuvens

Resposta
Clayci 23 de outubro de 2016 at 17:29

Sim;; enquanto eu lia ficava me perguntando o que eu faria se fosse comigo =/

Resposta
Váh 17 de outubro de 2016 at 09:46

A história é bem tenebrosa né? Acho que se virasse filme ia ficar bem legal hehe…
Ah, adorei sua caneca de caveira <3

https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

Resposta
Clayci 21 de outubro de 2016 at 10:30

Simmmm
QUERO FILME JA <3

Resposta
Nana 17 de outubro de 2016 at 01:30

Olá,
O livro parece ser do tipo que eu gosto, até imaginei que daria um ótimo filme…será que já tem? :O
Se ele devolveu a vida, então imaginei também que de outra pessoa foi tomada, será?
Fiquei super curiosa.

tenha uma ótima semana.
Nana – Obsession Valley

Resposta
Clayci 17 de outubro de 2016 at 09:00

Eu procurei e não achei, mas sim seria bem legal né?
Beijos, Nana.

Resposta
Priih 16 de outubro de 2016 at 23:20

Oi Clayci, tudo bem? Faz tempo que não passo por aqui, mas resolvi visitar! =)
Curti muito a dica e achei a premissa bem interessante. Nunca tinha ouvido falar nesse livro, mas o enredo e a resenha chamaram a minha atenção.
Beijos,

Priscilla
Infinitas Vidas

Resposta
Clayci 17 de outubro de 2016 at 09:02

Oi Prih! Que bom ter vc de volta <3

Recomendo a leitura <3
Beijão

Resposta
Mayara Vieira 16 de outubro de 2016 at 23:20

Não conhecia esse livro ainda, mas adorei. Fiquei com vontade de ler! Bjs

http://www.mayaravieira.com.br

E ah, tem sorteio/concurso cultural lá no blog e o prêmio é uma camisa personalizada de PLL! Vem participar! <3

Resposta
Michele Lima 16 de outubro de 2016 at 21:10

Oi Clayci!

Interessante a premissa do livro, gostei! E tb achei legal a relação com Lázaro que vc fez. Gostei da dica e estou de olho nesse pão de queijo!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Resposta
Clayci 17 de outubro de 2016 at 09:09

Ahhhhh eu acredito que vc vai gostar viu?
Beijos

Resposta
Ane Reis 16 de outubro de 2016 at 16:15

Oie Clayci =)

Não conhecia o livro e nem o autor, mas fiquei bastante curiosa coma premissa do livro. Faz tempo que não leio nada sobrenatural que realmente traga algo novo e me cative. Mas lendo a sua resenha percebi que O Dom possui elementos interessantes e uma história bem construida.

Dica anotada 😉

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
@mydearlibrary

Resposta
Clayci 16 de outubro de 2016 at 20:51

Oba!!! Espero que consiga ler e que goste da leitura <3

Resposta
Kézia Martins Batista 16 de outubro de 2016 at 16:09

Você fala das minhas fotos, mas as suas são mil vezes melhor em :3 Quero muito comprar uma camera semi profissional ano que vem, quero melhorar a qualidade do meu blog, o seu já tá otimo e lindoooo <3
Ah, e eu adorei a resenha desse livro, você usa o lev tm né? Ele é muitoo bom! hehe
http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

Resposta
Clayci 16 de outubro de 2016 at 20:51

Ah que amor !! Obrigada <3

Investe sim!! Vc tem um olhar fotográfico muito bom e vale a pena ^^

E simmmmmm.. uso o Lev e adoro *_*
Beijos

Resposta
Pâmela Possani 16 de outubro de 2016 at 15:38

Clay!!
comer um pão de queijo e ler o dom no lev
que de boas hein dona moça
ta um fervor esse mes de outubro hein? *0*
imagina ja começar num velorio… ixeee! E a caneca causou certinho com a tal da ressurreição do Klein
to indo marcar no skoob menina…
O projeto e bem legal, né?
olocoo! rsrsrs fico feliz com isso, apesar do seu medo, viu HAHAHA
Essa capa é bem bonita mesmo, fora as artes que tem do livro que foi exposta, também muito bonitas! *-*
Um beijo!
Pâm – wwww.interruptedreamer.com

Resposta
Clayci 16 de outubro de 2016 at 20:57

Ahhhhh menina depois que aprendi a receita desse pão de queijo se deixar eu faço todo dia hiauhuiahiauha

Resposta
Cida 16 de outubro de 2016 at 13:13

Oi! Eu curto muito histórias que mostram como as pessoas podem ser muito boas ou muito más, que mostram o dois lados de cada um de nós. A trama parece ser intrigante, gostaria muito de conferir.

Bjos!! Cida
Moonlight Books

Resposta
Clayci 16 de outubro de 2016 at 21:04

Oi Cida!!

Leia sim.. assim que tiver oportunidade <3
Beijos

Resposta
Thaynara Moretti 16 de outubro de 2016 at 11:13

Já ouvi falar nesse livro e to com muita vontade de ler. Você comprou na bookstore da Saraiva mesmo?

Resposta
Clayci 16 de outubro de 2016 at 21:07

SIm!!! Estava em promoção e aproveitei <3

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE