IMG_0712

Querido Papai Noel, não sei se lembrará de mim, pois não escrevo nenhuma cartinha para o senhor há pelo menos 20 anos. Caso o senhor não lembre do meu nome, o que acho bem difícil, eu sou aquela menina que, ao invés de escrever todos os itens que queria ganhar, desenhou por preguiça de escrever.

Não mudei tanto de lá pra cá, ainda sinto preguiça para escrever e eu ainda acredito em você. O mundo anda tão complicado que eu preciso acreditar em algo para continuar sorrindo. Lembro que no meu último contato havia pedido uma boneca com berço e mamadeira e também uma bicicleta para o meu irmão. Acho que o senhor vai se lembrar dele, ele era aquela criança que dificultava o seu trabalho. Não dormia e ficava esperando a sua chegada e eu sei que o senhor tinha que ficar escondido até ele pegar no sono (e isso demorava muito).

Meus desejos mudaram, mas ainda brinco com bonecas viu? Tenho vivido bem na medida do possível, confesso que não ando me alimentando como deveria, mas deixo essa confissão para outro profissional. O que quero pedir este ano é que a magia do Natal não acabe durante o ano de 2016. Nesta época do ano amigos se reencontram, desconhecidos se cumprimentam, crianças fazem pedidos, pessoas dão passagem no trânsito, existem várias ações sociais, há pedidos de desculpas. Como diria o compositor Maurício Gaetani “Se a gente é capaz de espalhar alegria, se a gente é capaz de toda essa magia. Eu tenho certeza que a gente podia fazer com que fosse Natal todo dia.”

Quero que seja Natal todo dia!
Feliz Natal <3

Com amor,
Clayci

Essa publicação faz parte da blogagem coletiva de Dezembro/2015 do grupo Blogueiros Geeks

Comentários

Comentários