Image default
Home - Metro 2033
Resenhas Literárias

Metro 2033

metro Países inteiros destruídos, florestas devastadas, escassez de alimentos e água. O ser humano já não tem mais o comando sobre a Terra. Novas formas de vida a dominam. Um desastre nuclear varreu a superfície terrestre obrigando os poucos sobreviventes a uma existência sem sentido e sem esperança nos túneis do metrô de Moscou. É nesse cenário pós-apocalíptico que Dmitry Glukhovsky traz o tema da possibilidade do fim do mundo. ´Metrô 2033´ cria uma atmosfera caótica ao tentar mostrar como se comportaria um ser humano em um ambiente onde o que predomina é o instinto de sobrevivência.
ISBN:978-85-766-5547-3
Código de Barras:9788576655473
Páginas:416
Peso:667,00 gr
Ano de publicação:2010
Tipo de encadernação:Brochura
N° da Edição 1

 

Dmitry Glukhovsky é um gênio, sério!  Foi sua primeira publicação e deu origem ao jogo, desenvolvido pela 4A games (que até então é meu querdinho). O livro foi publicado em 2002 e ele disponibilizou em seu site, as visualizações foram crescendo e em 2009 já havia sido traduzido para mais de 20 países. O jogo tem praticamente a mesma história, mas caso você não conheça irei resumir: O jogador assume o papel de Artyom, um jovem de 20 anos e orfão ainda criança. Ele nasceu dias antes de um ataque nuclear, que deixou aproximadamente 40 mil sobreviventes em Moscou. A história conta como os sobreviventes se refugiaram nos metrôs da cidade e lutam contra mutantes (criados por conta da radiação) para sobreviver, além desses monstros o jogador se vê no meio de uma disputa política e militar entre as facções criadas nos túneis (falo de Comunistas, nazistas e Criminosos) interferindo na trajetória de Artyom

É muita ousadia da minha parte, mas Metro 2033 é um dos melhores livros de ficção que já li. Digo isso porque, superou o trama que vivi no jogo, são muitos detalhes criativos e questionamentos sobre política, moral e religião.
Artyom, passou sua vida inteira dentro do metrô e foi mandado para uma missão importante que pode decidir o destino dos habitantes de sua estação (e até mesmo de todo o metrô).

Será que, na verdade, a persistência com que seguia sua jornada influenciava os eventos futuros?

A história demora para se desenvolver porque ela não é focada apenas no objetivo de Artyom, durante sua trajetória vai acontecendo situações conforme ele avança e é ai que o autor usa o cenário para expor o pior e o melhor do ser humano. O metrô não é um lugar pacífico há crenças e ideologias que causam conflitos e o leitor fica se questionando a respeito.
Uma constante guerra entre o Partido Comunista e o Quarto Reich, diversas estações dominadas por religiosos fanáticos e satanistas em um mundo caótico.

A disponibilidade de lugares no paraíso é limitada; só no inferno o acesso é aberto a todos.

A mensagem que Dimitry passa ao leitor é que nem mesmo o holocausto nuclear é o suficiente para o ser humano aprender sua lição, ou seja, o conflito sempre existirá. Pode parecer que o livro só fala de desgraça, mas calma, ainda há pessoas fazendo o seu melhor e ajudando no que é possível., o autor não quer apenas causar medo. Ele mostra que o terror existe, mas não é a essência do livro, ele conta uma história de vidas humanas, sustentando o pouco de humanidade que ainda lhes restam.

“– Sabe, já vi muitas coisas no metrô. Em uma estação acreditam que se cavar bem fundo, é possível chegar até o inferno. Em outra, que já estamos vivendo no limiar do paraíso, porque acabou a batalha entre o bem e o mal e os que sobreviveram foram escolhidos para entrar no Reino Celestial. Depois disso tudo, essa sua história sobre o Grande Verme de alguma forma, não soa convincente. Você, pelo menos, acredita no que diz?” – Artyom

Recomendo a leitura se você não tiver pressa no progresso da história, se você curte ação do início ao fim pode pegar birra com o livro, pois ao contrário do jogo, o autor criar um ambiente para conhecermos bem os personagens e formularmos uma opinião sobre e só depois mostra a “realidade”

me

O que mais gostei no livro foi que ele conseguiu fazer com que eu pensasse sobre minha própria crença e avaliasse até onde ela é benéfica ou maléfica. Dimitry mostrou ter um grande potencial ao criar essa história, acertou em cheio e espero ter mais novidades dele em breve.

Recomendo a leitura!

Beijos

Leia também:

A última Estrela – Rick Yancey

Clayci

As letras do Amor – Paula Ottoni

Clayci

Caraval #1 – Stephanie Garber

Clayci

25 comentários

Bruna Guedes 25 de setembro de 2015 at 14:41

Nunca li esse livro, poxa, é a primeira resenha que vejo sobre ele, mas acabei amando já *–*
Vi um comentário de uma menina aqui embaixo dizendo que já tinha esgotado :/ Mas vou procurar mesmo assim ?
beijos
Ganurb

Resposta
Clayci 25 de setembro de 2015 at 16:59

Bruna, na Saraiva ainda tem em estoque =D

Resposta
Carla Nascimento 16 de setembro de 2014 at 13:39

Nossa, adoro esses cenários pós apocalipticos. Filmes, livros, séries e jogos <3
Vamos ver se meu namorado me dá, hahaha.

Resposta
Amanda Queiroz 16 de setembro de 2014 at 12:41

Que blog incrivel ! Adorei ! Um dos poucos que além dos conteúdos que me agradam é bonito e organizado. Parabéns 😀

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:46

Oi amanda, fico feliz e agradeço o elogio =D

Beijos

Resposta
Thami 16 de setembro de 2014 at 00:09

Parece ser interessante, se bem que eu tenho a mania de me apegar aos livros de romance mesmo, haha! Dai só lendo pra ver se eu vou gostar mesmo ou não. Ei, faz tutoriais sobre como você faz aquelas miniaturas?

Bitocas!

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:47

Oi Thami!!! Vou tentar fazer algo sim rs..
Obrigada
beijos

Resposta
Gabriela Freitas 15 de setembro de 2014 at 21:57

Não tem NADA a ver com o meu estilo de leitura e mesmo assim eu fiquei MORRENDO de vontade de ler. Resenha sensacional, parabéns.

http://www.novaperspectiva.com/

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:47

Obrigada, Gabi!!!

Resposta
Alessandra Mess 15 de setembro de 2014 at 21:13

Esse livro me lembrou um pouco 1984, do george orwell.
Parece ser ótimo!

http://www.workingmachine.nu/

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:47

Ale, estou querendo ler esse livro e agora que disse isso,irei providenciar rs
Beijos

Resposta
Angélica Anicésio 15 de setembro de 2014 at 18:24

Não conhecia esse livro! :O
Pela resenha parece ser muito bom! Já quero. haha
Beijos, Clay.

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:48

E é sim Angélica!!
Beijos

Resposta
Thais Terra 15 de setembro de 2014 at 17:49

Não conhecia o livro, mas me interessei demais! Parece ser incrível e já quero ler 🙂

http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

Beijoos ;*

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:48

Leia sim, Thais!
Beijos

Resposta
Jessi Quadros 15 de setembro de 2014 at 13:51

Nunca ouvi falar nesse livro, mas já me interessei pela história!
Vou procurar para ler!

Bjs
http://www.garotadebotas.com

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:49

Lê sim, Jessi!!

Resposta
Camila Faria 15 de setembro de 2014 at 13:26

UAU, que história interessante! Eu conheci os metrôs de Moscow, então fiquei ainda mais curiosa para ler a história, me envolver… Vou procurar o livro!

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:49

Cami, é bem envolvente!!

Beijos

Resposta
Andy Cordeiro 15 de setembro de 2014 at 12:44

Adorei a resenha, fiquei curiosa pra ler!
Super beijos!

http://blogdaandy.com/

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:49

Obrigad Andy!!

Resposta
Pâmela 15 de setembro de 2014 at 12:05

Tem joguinho? Confesso que prefiro filme quando se trata dessa temática.. rs
Beijos!

http://www.pamlepletier.com/

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:49

Tem jogo sim,Pamela!!

Resposta
Tamirez 15 de setembro de 2014 at 11:41

Tu conseguiu comprar esse livro? Ondeeee? Mais pro início do ano eu revirei o mundo e não encontrei pra vender, mandei até e-mail pra editora e eles disseram que estava esgotado e não tinha previsão de reimprimir. Depois dai, desencanei e desisti :/

Dai entro aqui e tarãã.
~frustrada auhuahuahua

Beijoo

Resposta
saidamin 16 de setembro de 2014 at 12:50

Tamirez, comprei ele já faz um tempo e fo ima saraiva.
Assim que comprei, lançaram uma edição que vinha com o mapa do metro e fiquei triste pq não esperei hahaha
Caso vc curta livros digitais tem ele na lelivros gratuito em epub ^^

Beijos

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE