Image default
Home - Jantar Secreto – Raphael Montes
Resenhas Literárias Suspense

Jantar Secreto – Raphael Montes

Jantar Secreto - Raphael Montes

SOBRE A HISTÓRIA

Jantar Secreto vai apresentar os amigos: Hugo, Miguel, Dante e Leitão. Eles decidiram sair da cidade em que cresceram, no interior do Paraná, para estudar no Rio de Janeiro. Depois de muito procurarem, finalmente encontraram um apartamento para dividirem as despesas enquanto não se formavam. Foram anos de estudos e expectativas para mudarem de vida, porém a realidade foi outra.

Dante trabalha em uma livraria, Hugo se formou em gastronomia só que não consegue se manter em nenhum emprego por conta do seu temperamento, Miguel faz residência em um hospital e Leitão abandonou o curso para ficar “trabalhando” em casa com a internet. Não era a vida que eles sonharam, mas apesar dos maus momentos nada abalava a amizade deles.

Pelo menos até Dante receber uma ligação inesperada. O corretor de imóveis responsável pela locação do apartamento informou que o aluguel não estava sendo pago há meses e deu um prazo curto para a regularização. Quem estava responsável pelos depósitos era Leitão, contudo, ele estava gastando todo o dinheiro com uma garota de programa pela qual se apaixonou.

Depois de brigarem e se ofenderem, Hugo propôs um jantar temático no apartamento deles como solução. Eles anunciaram o jantar na internet e torceram para essa ideia dar certo. Só que novamente deixaram o Leitão responsável pelo cadastro do anúncio e é claro que ele aprontou. Leitão decidiu brincar com o famoso enigma “carne de gaivota” e anunciou um jantar com carne humana. É claro que quando os outros descobriram, decidiram retirar o anúncio do ar, mas eles não imaginavam que nesses poucos minutos online, a procura foi grande e renderia R$30.000,00 na conta deles.

A verdade é que você não precisa comer carne humana para incentivar atos monstruosos, basta curtir um bife e uma linguiça que já está dando sua contribuição para o horror.

Conscientes da situação em que se meteram e desesperados por não conseguirem o dinheiro no prazo determinado pelo corretor, eles começaram a pensar em como iriam conseguir um corpo. E depois de muita discussão, eles decidiram furtar um cadáver do hospital em que Miguel trabalha. O plano inicial era fazer isso apenas uma vez, apenas para quitar o débito, mas eles não faziam ideia de que o jantar seria um sucesso.

Os convidados adoraram os pratos preparados pelo Hugo e questionaram sobre os próximos jantares. Os amigos não queriam se meter em encrenca e fizeram de tudo para acabar com o tal “jantar secreto”, mas começaram a perder o controle e se envolveram com pessoas erradas, ou seja, esse jantar foi apenas o primeiro.

Você é engraçado, sabia? Se a carne vem naquele pacote, coberto por plástico transparente, você não se importa. Pega, frita e come sem nem pensar de onde veio. Agora fica aí, cheio de mi-mi-mi. Quer saber? A única diferença é que não sou hipócrita como você.

MINHA OPINIÃO

“Não acredito que você ainda não leu nada do Rapahel Montes.” Já faz um tempo que eu estava com vontade de ler alguma obra do autor; acompanhei várias resenhas e a curiosidade só aumentava. Foi então que a minha amiga Ana, recomendou a leitura de Jantar Secreto. Logo que me emprestou o livro, ela me avisou sobre a trama forte e que seria preciso estômago para mergulhar ma leitura.

Antes de mais nada, eu quero elogiar o autor. Faz tempo que não lia nada tão envolvente e com uma escrita tão cativante. Raphael Montes prendeu a minha atenção logo na primeira página e não quis largar o livro até chegar no desfecho. Foi fácil se identificar com as personalidades dos quatro amigos; mas isso porque mesmo com os defeitos, eles tentam viver suas vidas da melhor forma possível. Claro que a situação criada é bem improvável, porém é o suficiente para repensarem sobres seus valores e conceitos.

Se você ainda não teve contato com a obra, vai se surpreender com a forma que o autor descreve o aspecto (e sabor) da carne humana. Apesar de ter outras temáticas discutidas ao longo da narrativa, é claro que a principal é o canibalismo. E o autor faz duras críticas a respeito do consumo de animais, chegando a questionar e comparar a diferença da carne animal e humana.

Jantar Secreto - Raphael Montes

Não quero dar muitos detalhes para evitar spoilers, até porque quero que vocês se surpreendam (como eu me surpreendi) com o final. Mas o livro é narrado em primeira pessoa, na perspectiva de Dante. Há alguns flashbacks que mostram o passado dos amigos e achei isso bem legal para entender melhor a relação entre eles. Sem falar que os personagens secundários são importantes para desvendar todo o mistério.

Eu realmente curti a leitura e pretendo ler as outras obras do autor. Fiquei imaginando as cenas conforme fui lendo e senti enjoo em algumas (preciso confessar). Sem falar que o trabalho gráfico está maravilhoso e isso só melhora a experiência. Enfim, recomendo a leitura para leitores com mente aberta e estômago forte.

Depois do que contei, é claro que você está me julgando. Deve estar aliviado, pensando : ‘eu jamais faria o que ele fez, esse cara é um psicopata.’ Sou seu termômetro de criminalidade, seu espelho de morbidez, sua bússola de loucura. Mas a verdade é que, se estivesse no meu lugar, você teria feito o mesmo. É fácil condenar alguém, pulverizar a responsabilidade, montar teorias e encontrar culpados. Mas repito : você teria feito igualzinho.

Jantar Secreto Book Cover Jantar Secreto
Raphael Montes
Companhia das Letras
360

Sinopse: Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de sucesso na capital fluminense. Mas o dinheiro está curto e o aluguel está vencido. Para sair do buraco e manter o apartamento, os amigos adotam uma estratégia heterodoxa: arrecadar fundos por meio de jantares secretos, divulgados pela internet para uma clientela exclusiva da elite carioca. No cardápio: carne humana. A partir daí, eles se envolvem numa espiral de crimes, descobrem uma rede de contrabando de corpos, matadouros clandestinos, grã-finos excêntricos e levam ao limite uma índole perversa que jamais imaginaram existir em cada um deles.

Leia também:

Adeus, China – Li Cunxin – O Último Bailarino de Mao

Clayci

O Lado Mais Sombrio

Clayci

O Homem de Giz – C.J. Tudor

Clayci

4 comentários

Nilda de Souza 2 de maio de 2018 at 22:45

Já tem um tempo que quero ler esse livro. E resenhas como a sua só faz aumentas minha curiosidade. Quero saber como é o final. Eu até tenho ele aqui. Espero ficar empolgada como você

Resposta
Clayci 3 de maio de 2018 at 08:59

O final foi o que mais me surpreendeu, sério hahaha
O autor conseguir me deixar muda.

Beijos

Resposta
Luciana Midory 29 de abril de 2018 at 21:28

Quando eu vi essa foto no Week Click, imaginei que seria um jantar onde alguém seria assassinado, ahahaha! Nunca ia imaginar uma história assim, estou bem chocada e, ao mesmo tempo, bem curiosa sobre como tudo isso termina! Suas resenhas sempre me instigam demais <3
Beijos, Clayci!

Resposta
Clayci 7 de maio de 2018 at 12:40

HAHAHAHAHAHAH
Quando minha amiga falou do livro eu pensei o mesmo que vc Lu.
Mas quando comecei a ler fiquei chocada.

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE