Image default
Home - Inevitável – Joy Fielding
Drama Resenhas Literárias Suspense

Inevitável – Joy Fielding

Imagina você conseguir ouvir tudo ao seu redor, mas não conseguir se mexer e nem mesmo se comunicar? Inevitável vai contar a história de Casey. Uma mulher que tinha uma vida perfeita, até entrar em coma.

SOBRE A HISTÓRIA

Casey tem a vida dos sonhos. Ela é rica, linda, trabalha com o que gosta e é casada com um homem maravilhoso. Bom, pelo menos é essa impressão que ela passa em uma conversa casual. E por falar em casualidade, o dia dela estava normal. Tanto que saiu para almoçar com as suas duas melhores amigas. Durante o almoço elas conversam sobre a vida e Casey aproveita para compartilhar que está planejando ter um filho com seu marido.

Poderia ser um dia como qualquer outro, mas quando se despediu de suas amigas, para prosseguir com a sua rotina diária, ela foi atingida por um carro no estacionamento e de repente fica tudo escuro. Algum tempo depois, Casey, acorda. Mas ela continua no escuro. No entanto ela pode ouvir os sons ao seu redor (médicos, enfermeiras, suas amigas e Warren o seu marido). Casey tenta se comunicar, mas ninguém a escuta. O que será que estava acontecendo?

Inevitável - Joy Fielding

Casey está em coma e descobre isso quando escuta os médicos conversando a respeito. Tudo no inicio pareceu confuso, um sonho. Entretanto ela se deu conta de que estava nessa condição. Seus dias passaram a oscilar entre ouvir programas de TV e ouvir seus amigos quando a visitavam. O tempo foi passando e o hospital não via evolução, por isso, seu marido a levou para casa junto com uma enfermeira e um terapeuta.

Por quanto tempo Casey ficaria assim? Ninguém sabe. Os médicos disseram que poderia ficar assim por dias, semanas e até anos. E mesmo ouvindo tudo a seu redor, ela não conseguia arrumar um meio de se comunicar. E o desejo de voltar a se mexer aumenta quando ela começa a ouvir coisas relacionadas ao seu acidente. O detetive, que estava com o caso, disse estar convencido de que que alguém tentou matá-la. Mas quem seria capaz de fazer isso? Aos poucos Casey vai juntando as peças e descobrindo coisas sobre seu passado e eventualmente quem foi o autor do crime. Será que ela vai conseguir sair do coma e se salvar?

MINHA OPINIÃO SOBRE INEVITÁVEL

Inevitável tem todos os elementos que prendem a minha atenção. A proposta da história é original e a forma da autora narrar deixa tudo mais misterioso. Casey é inteligente, mas ao mesmo tempo é ingênua. Ela vive uma vida que muitos gostariam de viver, mas não tem orgulho do seu passado. Ela passou por várias situações antes de conseguir a sua estabilidade.

E seu marido é o homem dos sonhos. Durante a história nós vamos descobrindo como eles se conheceram e iniciaram a relação. Ela não tem muitos amigos, mas conta com duas melhores amigas que a acompanham já faz um tempo. Porém uma dessas amigas não se conforma com o sucesso profissional (e até mesmo pessoal) e por isso vive soltando ironias para esconder a sua inveja.

Casey também tem uma irmã, só que essa irmã não é o melhor exemplo da família. Contudo, após o incidente ela passou a ser mais presente na vida de Casey. Enfim, a história começa em um ritmo lento e isso foi me cansando. Fiquei angustiada e aterrorizada quando lembrava das condições de Casey e fiquei imaginando como seria viver essa realidade.

Só que o final era tudo aquilo que eu tinha previsto antes mesmo da metade do livro. Não que isso tenha estragado a trama, todavia senti que poderia ser melhor trabalhado. Não aceitei a forma que o livro terminou e fiquei com vontade de “matar” metade dos contatos de Casey.

Inevitável - Joy Fielding

Leia também:

A guerra que me ensinou a viver – Kimberly Brubaker Bradley

Clayci

Leve-me com você – Catherine Ryan Hyde (Uma história sobre perdas e conquistas)

Clayci

Parceria com Raquel Machado

Clayci

20 comentários

Ingrid Ayalla 6 de dezembro de 2017 at 14:33

Gente, acho que nunca li nada do ponto de vista de alguém em como, bem original. Eu tenho minhas dúvidas sobre essa coisa de que pessoas em coma escutam o que acontece ao redor.
Lendo ânsia resenha já me veio uma pessoa em mente, pra quem tentou matar a perssonagem pelrimcipal. E o parágrafo final pode ou não ter me confirmado isso! Kkk

Resposta
Clayci 8 de dezembro de 2017 at 07:57

hahahahah
Na verdade o culpado não me surpreendeu em nada confesso =P

Resposta
Hoje é dia de livro 23 de novembro de 2017 at 16:01

Achei bem diferente a proposta da história. Nunca li nada no estilo! Vou colocar na lista para ler futuramente. Parabéns pela resenha!

Resposta
Clayci 23 de novembro de 2017 at 19:46

<3 Obrigada

Resposta
Livros & Café 20 de novembro de 2017 at 20:15

Oi, tudo bem?

Não conhecia esse livro ainda, mas não consegui me ver interessada nele. O enredo parece ser interessante, porém, não conseguiria lê-lo por enquanto. Vou passar a dica dessa vez.

Beijos.

Resposta
Lara xavier 20 de novembro de 2017 at 19:50

Ola nossa amei sua resenha fiquei muito curiosa para ler esse livro a capa é bastante diferente eu não conhecia o livro mais ja quero

Resposta
kênia Cândido 19 de novembro de 2017 at 20:10

Oi Clayci.

Que história! Eu não conhecia este livro e já adicionei na minha lista de desejados. Pena que você tinha previsto o final antes mesmo da metade do livro, mas pela sua resenha é uma história que merece ser lida. Anotei a dica .

Bjos

Resposta
Mari 16 de novembro de 2017 at 19:39

Meu senhor, só de ler seu post já fiquei super angustiada, hahahahaha. Imagina ficar sem poder se mexer e falar, só ouvindo o que acontece a seu redor? Ainda mais com todo o mistério sobre o acidente não ter sido exatamente um acidente…
Não sei se aguentaria ler, pra ser bem sincera. Por melhor que seja a história, acho que ficaria incomodada demais.
Beijos
Mari
Pequenos Retalhos

Resposta
Clayci 18 de novembro de 2017 at 21:51

hahahah fiquei com o mesmo sentimento.
Deve ser horrível, né?

Resposta
Cabine de Leitura 16 de novembro de 2017 at 15:19

O enredo parece ser bom, pelo menos a resenha me prendeu, a ponto de despertar ointeresse na leitura. Mas que pena o final deixar a desejar. Anoto a dica, quem sabe a oportunidade surja.
Como de costume, suas fotos estão fantásticas.

Beijos
https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

Resposta
Clayci 16 de novembro de 2017 at 19:35

Obrigada <3

Resposta
Mrs. Margot 15 de novembro de 2017 at 22:34

Fiquei curioso, parece uma história bem diferente, não conhecia o livro. 🙂
MRS. MARGOT

Resposta
Anny 14 de novembro de 2017 at 08:06

Primeiro a cara do SDML ta demais, eu não tinha reparado da ultima vez que passei aqui a troca do theme, agora sobre a resenha ficou demais Clay, me deu vontade de ler esse livro. Deve ser terrivel mesmo ficar em coma e ouvir as pessoas e nao conseguir se comunicar. Tenho um amigo que viveu essa situação, me contando o que se passava eu me colocava no lugar e pensava que eu teria enlouquecido.

Resposta
Clayci 15 de novembro de 2017 at 08:23

Super feliz que tenha gostado do novo tema Anny <3

Esse livro é incrível

Resposta
Ane Reis 13 de novembro de 2017 at 12:23

Oie Clayci =)

Não conhecia o livro e nem autor, mas acho que assim como você teria alguns problemas com a forma que a história foi desenvolvida.

Acho que ficaria bem aflita em alguns momentos durante a leitura. A premissa é interessante pelo tema que aborda, mas meu ritmo de leitura já não anda bom, então livros que começam devagar não são muito indicado rs…

Beijos ;**

Ane Reis | Blog My Dear Library

Resposta
Clayci 15 de novembro de 2017 at 08:25

Nossa Anne nem me fala.
Ando com uma ressaca que livros de ritmo lento me desanima hahaiuhaiuha

Resposta
Carol R. 13 de novembro de 2017 at 11:54

Fiquei frustrada com sua opinião sobre o final
bjs

Resposta
Monyque Evelyn 13 de novembro de 2017 at 11:38

Parece ser bem interessante, gostei de conhecer 😀

Resposta
Lilian Moraes 13 de novembro de 2017 at 09:15

“Imagina você conseguir ouvir tudo ao seu redor, mas não conseguir se mexer e nem mesmo se comunicar”, já me bateu um desespero lendo isso. Parece ser uma história bem intensa. Não li o livro, mas não fui com a cara do marido hahaha. Não confio muito em “homens dos sonhos”.

Beijos
http://orangelily.com.br/

Resposta
Clayci 15 de novembro de 2017 at 08:29

Então esse marido dos sonhos ai só em livros mesmo ahuahiuahhaihauhuiah

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE