Dreamville: Diário de uma viajante literária – Laura Melo 16

Ver uma amiga realizando um sonho é algo maravilhoso (recomendo essa sensação). Quando Dreamville chegou aqui em casa fiquei empolgada pela leitura. O livro é da minha amiga Laura Melo e foi publicado pela editora Fragmentos. Dreamville é um livro que te faz viajar, literalmente!

Dreamville: Diário de uma viajante literária - Laura Melo

SOBRE A HISTÓRIA

Anny Blackmoon é uma personagem que você iria adorar ter como amiga. Ela tem 20 anos e sempre foi uma menina meiga e sonhadora. Ela mora sozinha em um apartamento com a sua coelha Luna e trabalha na biblioteca central de Dreamville. E se você acha que a sua rotina para por aí, está enganado. Anny é babysitter nas horas vagas e ama fotografar.

Entretanto antes de chegar em sua fase adulta, iniciamos a história conhecendo um pouquinho sobre o seu passado. Anny amava passar horas do seu dia no sótão da sua casa. Lá no meio das tralhas – que ela chamava de tesouro – encontrava vários itens que ajudavam a sua imaginação trabalhar. Tudo que ela encontrava de “precioso” era guardado dentro de um baú. E foi assim, mexendo em tudo, que ela encontrou uma chave com um formato bem diferente. E apesar de não saber o que essa chave era capaz de destrancar, ela acreditava que era algo mágico. E por fim decidiu pendurar essa chave em seu pescoço e a carrega desde então. Contudo, se surpreende, pois certo dia essa chave começa a esquentar.

Dreamville: Diário de uma viajante literária - Laura MeloVoltando para os dias atuais, algo inesperado acontece com Anny. Ela recebeu um convite para a inauguração de um café que ocorreria naquele domingo. Como ela não tinha nada programado, decidiu ir e andar pela cidade antes do horário marcado. Todavia ela não esperava receber uma ligação de sua chefe pedindo para que fosse até a biblioteca receber uma encomenda de alguns livros importantes. E foi nesse trajeto que algo aconteceu.

Sim, ela cochilou na biblioteca enquanto esperava os entregadores. Só que quando ela acorda, encontra o pacote com os livros em cima da mesa. Anny achou estranho o fato de não ter ninguém e ouvir um barulho vindo da estante 25A. E mesmo com medo, ela foi até o corredor e se deparou com uma cena inimaginável. Os livros estavam voando e logo mais adiante havia um portal. Se Anny sempre foi uma garota sonhadora e aventureira, é claro que ela decidiu atravessar esse portal.

E assim que ela chegou do outro lado deu de cara com um bosque e uma cabana. Toda apreensiva, ela foi espiar o local e escutou 4 vozes lá dentro. E num passe de mágica ela foi parar no telhado da casa e teve a brilhante ideia (só que não) de entrar na casa pela chaminé.

Dreamville: Diário de uma viajante literária - Laura Melo

Dentro da casa ela se deparou com 4 criaturas “diferentes“. Ela conheceu Bruce um caçador de zumbis; Tiphyum globin, ou melhor, um glowGenevra uma feiticeira e amante da culinária; Willum pirata galanteador. Foi nesse encontro que eles explicaram o que estavam fazendo naquele bosque. Todos eram personagens de alguma história. Toda a vida dela foi escrita por alguém.

Depois do choque e de aceitar o seu destino, Anny descobre que eles foram escolhidos para cumprir uma missão. Vários grupos já tentaram conclui-la, mas sem sucesso. Se eles conseguirem, libertarão os diários de todos os personagens e dessa forma cada um poderia escrever a sua vida.
E então a aventura começa. Nesse trajeto eles vão se surpreender com a mudança de cenário e aparição de tudo que até então só existia na cabeça de Anny. Pedras que reclamam, flores que cantam, dinossauros, urso que usa chapéu, chuva que deixa tudo preto e branco, sombras e muito mais. Em cada cidade que eles passam conhecem uma nova cultura e coisas incríveis.  Será que eles vão conseguir cumprir essa missão? E o que significa a chave que Anny encontrou tantos anos atrás?
Dreamville: Diário de uma viajante literária - Laura Melo

MINHA OPINIÃO

Logo de cara eu me apaixonei por Anny. Ela é meiga, sonhadora e ama tudo o que envolve nerdices. Há várias referências na história e isso fez com que a leitura fluísse muito bem por aqui.  O que posso dizer é que a maioria das histórias que você ouvia quando era criança serão “relembradas” em Dreamville.

Os personagens são cativantes e cada um possui uma habilidade importante que ajudará na missão. E o dom de Anny é justamente de sonhar e acreditar no impossível. No início da história senti que ela é uma personagem solitária, Ela mora com sua coelha, possui a sua rotina e por mais que faça amizades por onde que passa, ela é uma pessoa sozinha.

E isso muda quando conhece a turma que a ajudará na aventura. Só fiquei chateada porque a leitura é curta e eu fiquei com aquele gostinho de quero mais, sabe? É o tipo de livro para se ler em uma tarde de chuva, bebendo um chocolate quente e marshmallow. Consegui me apaixonar e me divertir com todos os personagens e não queria me despedir de nenhum deles.

E preciso elogiar o trabalho na diagramação. O trabalho feito na capa está incrível, pois os detalhes lembram a personagem e isso deixa a leitura bem mais agradável. A chave que aparece na foto veio acompanhando para quem comprou o livro na pré-venda e esse detalhe deixou tudo mais mágico.

Recomendo fortemente a leitura! Ainda mais se você for fã de nerdices.

 

[penci_review]

Comentários

Comentários

Existe uma frase que consegue me descrever perfeitamente bem: “Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então“ (Alice no País das Maravilhas). Sou uma taurina que gosta de mudanças, estranho né?! Sempre gostei de fazer parte do que não conheço e nunca tive medo de arriscar naquilo que acredito. Sou Whovian, Sherlockian, Slytherin e Nintendista. Apaixonada por fotografia, livros, roedores, toys e miniaturas.

16 Comments

  1. Eu li zumbis e já fiquei interessada!
    Mas sério Clay, que livro e autora mais fofinhos! Fiquei apaixonada!
    A capa é maravilhosa e suas fotos só ressaltaram isso 🙂
    Tô louca pra descobrir quais são as referências nerds!
    Beijos!

  2. Eu já tava preparada para comentar: nossa, e não é que você arranjou uma chave muito linda para fotografar? Quem diria que ela vinha com o livro, ahahaha! Achei o máximo e a história parece ser bem interessante também, fiquei curiosa para ler.

    E é realmente muito gostoso ver os amigos realizando sonhos! Nenhuma conquista é fácil, então ver o esforço e depois a recompensa… parabéns para a Laura também 🙂

    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE