Apesar de Castlevania não ter feito parte da minha infância, sei o que a franquia representa para os fãs. Então, não fiquei empolgada quando soube que a animação seria produzida e lançada pela Netflix, mas posso afirmar que gostei muito do que eu vi.

A história começa quando Lisa, a esposa humana de Vlad Dracula Tepes, é queimada em praça pública, acusada de bruxaria pela igreja. Após descobrir o ocorrido, Drácula jura vingança e dá o prazo de um ano para os homens compreenderem o que fizeram, ou então soltaria o seu exército em fúria sobre Wallachia e demais cidades. E quando esse prazo acaba e nada mudou, as cidades da região começam a ser invadidas por demônios e eles matam todos os habitantes que encontram pela frente (é aí que as coisas ficam ainda mais aterrorizantes). Com isso conhecemos Trevor Belmont. Ele é o último da casa dos Belmont (lendários caçadores de vampiros que foram excomungados pela igreja) e ele terá que descobrir uma forma de derrotar o senhor das trevas.

Tendo em vista que não acompanhei o jogo e que não conhecia a sua história, minha opinião será baseada nos quatro episódios que a Netflix liberou nesta temporada. A primeira coisa que eu pude notar é a preocupação do roteirista em explicar e não justificar as ações do Dracula. Tanto que no começo da série, consegui me sensibilizar com o vampiro ao ver a forma que a sua esposa foi julgada e queimada. As imagens foram retratadas tão intensamente que senti vontade de apoiá-lo ao tomar a decisão de acabar com todos os fanáticos religiosos. Está certo que a trama se passa em 1476, porém Lisa queria utilizar a ciência para ajudar as pessoas.

A série é bem sombria e recheada de cenas fortes, como não poderia deixar de ser. Porém achei uma pena a temporada ser tão curta, mas notamos o intuito dos produtores. Os personagens (e a história) foram apresentados, principalmente para quem ainda não conhecia e será em 2018 que teremos a continuação e caça ao Dracula.

Oi pessoal, aqui é o Di! Antes de irem, gostaria de comentar um pouco da série. Vi com muito bons olhos, apesar de também não ter muito contato e conhecimento do jogo e sua história. Conhecia apenas um pouco do conteúdo, mas o que conseguiram realizar com esta animação, ou melhor, anime é algo que com certeza os fãs há muito gostariam de ver. Conseguiram não macular a história e a imagem dos personagens, muito pelo contrário, as fortificaram e espero que este anime seja a porta de abertura para demais adaptações de jogos que ficariam muito bem em versões animadas como este.  O melhor desse Castlevania é que você consegue assisti-lo e pensar no jogo ao mesmo tempo e para quem não jogo (como eu) a vontade de pegar o controle e começar a lutar contra demônios e clérigos fanáticos; e conhecer o game fica ainda maior. É isso aí.
Obrigado pela visita e até a próxima.

 

Comentários

Comentários