Filmes & Séries

Aggretsuko: um olhar animado sobre a realidade corporativa

Aggretsuko: um olhar animado sobre a realidade corporativa

Encontrei essa indicação enquanto navegava no blog da Lu, há algumas semanas atrás. Ela citou 3 motivos convincentes para assistir o anime. Aggretsuko é super curtinho, possui 10 episódios de 15 minutos cada e está disponível na Netflix. Faz tempo que não assisto nenhum anime e dei uma chance justamente por não exigir muito tempo. E só posso dizer que: nunca me identifiquei tanto!

Acredito que se você tem mais de 20 anos também vai se identificar com alguma situação da série. Aggretsuko possui bichinhos fofinhos como personagens principais, mas não se engane porque o anime pode ser tudo, menos infantil. Ele retrata muito bem a realidade corporativa.

Retsuko é a protagonista do anime. Ela é uma panda vermelha de 25 anos que trabalha no setor de contabilidade em uma empresa. Ela conseguiu o “trabalho dos sonhos” quando se formou e desde então vive a mesma rotina e a mesma função há anos. Retsuko vive sobrecarregada! Assim como muitas pessoas, a panda vermelha, acorda cedo todos os dias e precisa encarar o estresse que conhecemos bem: transporte público lotado, filas, pessoas tóxicas, excesso de trabalho e o pior de tudo, um chefe completamente abusivo e machista.

Assim como nós, Retsuko precisa de um hobby para conseguir lidar com os seus problemas e se distrair de toda insegurança que a rodeia. Ela gosta de ir no Karaokê e descontar toda a sua raiva no Death Metal, música que lhe permite expressar toda a sua insatisfação. E o que mais chamou a minha atenção foram as situações que a panda vive em seu ambiente de trabalho. Mesmo sendo uma animação e os problemas sendo abordados de forma divertida, são situações reais e que presenciamos em qualquer empresa.

Aggretsuko: um olhar animado sobre a realidade corporativa

Machismo

Preciso começar com o problema principal da infelicidade da nossa panda vemelha: Ton. O chefe da jovem é um porco machista, agressivo, misógino que faz a vida de quase todos os funcionários daquela empresa um inferno. Há várias cenas em que ele humilha Retsuko, além de sobrecarregá-la com funções que nem compete dela.

Por mais que no decorrer da série a gente vá conhecendo melhor a vida pessoal do porco e entendendo que ele também possui os seus dilemas, nada justifica a forma com que ele trata os funcionários. Ele não sabe agradecer, só sabe exigir e rebaixar as mulheres que trabalham no setor. Opa! Já encontrei vários porcos nas empresas que já trabalhei.

Abuso de Trabalho

“Preciso que você fique até mais tarde”, quem nunca passou por isso? Retsuko não sabe dizer “não” e guarda toda a sua indignação para si. Por ter essa personalidade muitas pessoas acabam tirando proveito da sua “boa vontade” e a sobrecarregam cada vez mais. Retsuko já teve que dormir no trabalho para conseguir dar conta e entregar o serviço – que nem era dela – dentro do prazo.

Pensei até que esse papel seria representado por um polvo, pois já conhecemos bem essa cena. Muitos são contratados para trabalhar 8 horas por dia, mas sempre acabam estendendo o prazo e exercendo outras funções sem nenhum acréscimo salarial e reconhecimento.

Pessoas Tóxicas

Retsuko pode contar com alguns amigos para tornar a sua jornada de trabalho mais leve, porém há outros que não querem o seu sucesso. Na série há vários personagens que já encontramos alguma vez na vida: os puxa sacos que fazem todas as vontades do chefe para ter benefícios dentro da empresa, os fofoqueiros que fazem questão de espalhar boatos e causar o caos em um setor, os folgados que vivem pedindo favores que estão fora do nosso alcance (ironicamente no anime essa personagem é uma cobra), entre outros.

O foco do anime está no setor de contabilidade e na rotina da panda vermelha, mas conhecemos outros personagens que trabalham na mesma empresa e sofrem dilemas parecidos. Também conhecemos a vida de Retsuko fora do trabalho, além do Karaokê a panda vermelha mostra a raiva que ela passa para fazer outras atividades – como comprar roupas e ter o vendedor perguntando o tempo todo se ela precisa de ajuda.

Quando eu disse que você provavelmente se identificaria com o anime (se tiver mais de 20 anos) é porque vai compreender as inseguranças da nossa personagem principal. Retsuko só quer fazer o seu trabalho e conseguir sair no horário certo sem nenhum problema adicional. Ela terminou a sua graduação com a esperança de ter um futuro brilhante dentro de uma multinacional, entretanto viu que nem tudo são flores.

VEJA O TRAILER

É um anime que vale a pena assistir!

 

Leia também

Doctor Who: 13º Doctor – Além do espaço, tempo e aparência

Clayci

Crítica: Os Defensores (1ª temporada)

Clayci

Crítica: A Bela e a Fera

Clayci

14 comentários

Jacqueline Sohari 17 de julho de 2018 at 19:42

Eu AMO essa série!
É fofa e apesar de parecer simples, é complexa!
Adoro!

Responda
Clayci 17 de julho de 2018 at 21:30

Simm <3
Não tem nada de infantil nessa fofura toda rsrsr

Beijos

Responda
Lorena 10 de julho de 2018 at 19:55

Não costumo assistir animes e nem tenho 20 anos hahaha, mas eu gostei desse em questão até porque aborda temas que acontece em nosso dia a dia, enfim obrigada por indicar.

Responda
Clayci 11 de julho de 2018 at 10:01

Ahh eu que agradeço pelo comentário <3

Responda
Ana Caroline dos Santos 9 de julho de 2018 at 17:02

Olá, tudo bem? Não conhecia o anime, mas fiquei bem animada com essa mistura de fofices com assuntos “sérios” para serem debatidos. Esse ar dos animes sempre me encorajam para vê-lo e com esse não será diferente. Com certeza dica anotada <3 Adorei!
Beijos,
http://diariasleituras.blogspot.com.br

Responda
Clayci 10 de julho de 2018 at 13:56

Torcendo aqui pra vc curtir a história <3

Responda
Mari 9 de julho de 2018 at 15:47

Esse anime me pegou de surpresa. Não costumo assistir animes, mas acabei me interessando por esse. Eu achei muito legal como os temas são abordados no anime, especialmente por se tratar de temas tão atuais e problemas que tanta gente passa. Gostei muito.
Beijos
Mari

Responda
Clayci 10 de julho de 2018 at 13:55

Sim…
Eu tbm gostei muito como eles trabalharam esses temas.

Responda
Dayhara 9 de julho de 2018 at 11:29

Menina, eu nao sou muito de animes mas fui completamente fisgada, nao acredito! Hahah que temas mais pertinentes, caramba! Eu espero realmente assistir o quanto antes, já sinto algumas crises existenciais vindo por ai, certamente, valeu pela dica!

Responda
Clayci 10 de julho de 2018 at 13:52

HAHAHAHAHAHAHHA
é um animo para mostrar que o mundo adulto é cruel =P

Responda
Larissa Dutra 8 de julho de 2018 at 14:28

Olá, tudo bem? Uau, logo que vi o post achei que fosse um desenho infantil ou algo do tipo, mas pelo jeito o anime trata de temas bem pesados e não tem nada de infantil, rs. Adorei a dica; sendo curtinho acho que consigo dar uma chance em breve.

Beijos,
Duas Livreiras

Responda
Clayci 10 de julho de 2018 at 13:45

Tudo bem sim e vcs?
Pois é. Apesar do aspecto infantil é uma história com problemas adultos rs

Beijos

Responda
Nina Spim 7 de julho de 2018 at 16:50

Oi, Clayci, tudo bem? Coloquei esse anime na minha lista há algum tempo, porque achei a proposta doida e maravilhosa ao mesmo tempo haha. Mas, pelo que tenho acompanhado, deu supercerto! Quero muito assistir, porque tenho certeza de que vou me identificar também. Acho muito importante histórias assim, mesmo que cheias de risadas, porque, afinal, é a realidade de muita gente e é ótimo poder se identificar. Infelizmente, eu também sou aquela pessoa que não sabe dizer não :/

Love, Nina.
http://www.ninaeuma.blogspot.com

Responda
Clayci 10 de julho de 2018 at 13:19

Nina tenho trabalhado isso, pois eu tbm não sei dizer não e sempre acabo sofrendo com isso.
Vi que a série terá uma segunda temporada ano que vem <3
Espero que vc curta

Beijos

Responda

Deixe um comentário

* Seu comentário será enviado para aprovação.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE