Sabe aqueles dias que você está entediado com a vida e não sabe o que fazer e nada consegue prender a sua atenção? Então, eu estava me sentindo desse jeito enquanto zapeava o catálogo da Netflix e dei de cara com esse documentário. Abstract: The Art of Design foi lançado em fevereiro desse ano. É tanta coisa e muitas delas bastante interessantes, como esta, acabam passando desapercebidas.

A série mostra não só o ambiente de trabalho, mas como funciona o processo de criação dos designers mais relevantes dos últimos anos. O documentário está dividido em 8 episódios (de aproximadamente 40 minutos cada) e apesar de seguirem carreiras diferentes em cada episódio nós vamos conhecer um pouco sobre a vida pessoal do profissional entrevistado, como deu início a sua carreira, os seus principais trabalhos e o que eles estão preparando para o futuro.

Confesso que não comecei pelo primeiro episódio. Como trabalho com fotografia pulei o conteúdo e fui direto para o trabalho do Platon. Para quem não o conhece, ele é um fotógrafo incrível que consegue captar as almas de seus modelos. Ele já fotografou vários líderes mundiais e em cada registro conseguimos enxergar de forma simples a personalidade de cada um deles. E nesse episódio, Platon, fala que não se considera fotógrafo. Que sua câmera é apenas uma ferramenta e que na verdade o segredo é você sentir o momento e entender a história por trás daquilo.

Abstract: The Art of Design

Foto: Platon

Platon registrou a foto de Putin o atual presidente da Rússia.

E depois dessa aula, pois foi assim que me senti quando o vi compartilhando dicas que o ajudaram, decidi dar uma chance para os demais episódios e pude enxergar o mundo de um outro ângulo. A criatividade é algo que precisa ser trabalhada e consegui extrair 3 lições nesse documentário e quero compartilhar com vocês.

1-  SAIR DA ZONA DE CONFORTO

Não se conforme com a vida que você leva. Não se acomode com a sua situação. Esse papo de que uma “ideia genial” vai aparecer na hora certa, não existe! Em Abstract: The Art of Design cada profissional mostra sua dificuldade e deixa claro que o processo de criação é algo diário. Sabe o “pensar fora da caixinha“? Você precisa sair da sua zona de conforto e dar uma chance para o desconhecido.

Abstract: The Art of Design

Foto: Reprodução Netflix

2- NÃO DESISTA

Só por que sua ideia não deu certo de primeira não significa que ela não seja boa, entende?! Você sabia que Thomas Edison testou mais de 6000 materiais para que a sua ideia sobre a lâmpada incandescente desse certo? É importante você se inspirar sempre e correr atrás de alternativas. Não coloque seu projeto na gaveta, trabalhe nele e veja em que você pode melhorá-lo.

3- NÃO DEU CERTO? REINVENTE

Tem uma frase do Albert Einstein que é mais ou menos assim: A vida é igual andar de bicicleta. Para manter o equilíbrio é preciso se manter em movimento. Como eu disse ali em cima, dar uma chance pro desconhecido pode te ajudar. É importante você correr atrás do “novo” e não se apegar ao que não deu certo. Porém não faça isso por obrigação. Dê um tempo para sua mente e curta o momento. Saia para conhecer novos trabalhos, novas pessoas, novos ambientes; Se inspire! E trabalhe naquilo que você acredita

Achei o documentário didático e isso é maravilhoso! Conhecer um pouquinho mais sobre o trabalho de cada profissional, me mostrou que não é fácil chegar no topo. Há erros e arrependimentos, mas também há chance de trabalhar com o que se ama e acreditar na nossa capacidade.

Alguém aí já assistiu?

Beijos

Comentários

Comentários