2720763Batman – A Piada Mortal;
I.S.B.N:8573515473
Páginas: 82;
Autor: Alan Moore;
Editora: Panini Livros
Sinopse: Em ‘Coringa e Batman – A Piada Mortal’, os fãs saberão a origem do Coringa e sua relação conturbada com o Cavaleiro das Trevas. Esta edição de luxo conta como um dia ruim na vida de um homem pode significar a linha que separa a sanidade da loucura.

“Devo ou não devo levar esta resenha para o blog?”. Pensei muito antes de fazer esta publicação por dois motivos: 1 – Eu não costumo resenhar HQs no SDML;  2– E escolhi justamente uma história complexa para falar a respeito;

Pela primeira vez tive dificuldades em fazer uma resenha sem spoilers. Sempre tomo cuidado e evito expor cenas importantes, mas dessa vez não tive escolha. Se você ainda não assistiu ou leu “A Piada Mortal” esta resenha possui SPOILERS.

Piada Mortal 2

Finalmente consegui comprar a edição de luxo de A Piada Mortal. Ela é considerada uma das melhores histórias do Batman. Apesar de conter poucas páginas – se comparado as leituras que estou acostumada a fazer – eu demorei muito para terminar a história. Pois tive que me atentar e admirar todos os detalhes das ilustrações e absorver todas as cenas retratadas.

Sim! O diferencial está na intensidade que há nos crimes cometidos e as ilustrações reforçam ainda mais cada momento da história narrada. Por falar em crimes fiquei imaginando como esta história foi vista no ano do seu lançamento, em 1988.  Digo isto porque eu fiquei chocada com a perversidade enquanto a lia. Nela podemos conhecer melhor o passado conturbado do Coringa e nos emocionar com a cena em que Bárbara Gordon é atingida por um tiro ficando paraplégica.

Piada Mortal 1

Dessa vez Coringa quis atingir o melhor amigo do Batman! Ele escapou de Arkham com o propósito de enlouquecer o Comissário expondo as barbaridades feitas à sua filha depois de atirar nela.  E foi com essa tragédia que conseguimos perceber que a maldade do Coringa não possui limites.

[blockquote align=”none” author=”Coringa”]Frente ao inegável fato de que a existência humana é louca, casual e sem finalidade, um em cada oito deles fica piradinho! E quem pode culpá-los? Num mundo psicótico como este… qualquer outra afirmação seria loucura![/blockquote]

Enquanto ele coloca o seu plano em ação, vamos nos deparando com flashbacks sobre o passado do vilão. Conhecemos a vida do comediante falido e a perda da sua sanidade.  Ele quer provar que qualquer pessoa sã pode ser levada a loucura se for estimulada “corretamente”. E para provar sua teoria ele usa Gordon como teste e o expõe em situações humilhantes e traumatizadoras.

Não recomendo esta HQ apenas para os fãs de Batman. Coringa é um vilão conhecido e acho que vale a pena dar uma oportunidade para saber um pouquinho mais sobre o seu passado e a forma com que ele se perdeu.  Fiquei chocada com a maioria das cenas – inclusive o meu medo por palhaços aumentou hahahaha – mesmo assim quero que você leia.

Quem aí curte esse universo?
Beijos

beda2016

Comentários

Comentários