Image default
Home - A história secreta da Criatividade – Kevin Ashton
Não Ficção Resenhas Literárias Sextante

A história secreta da Criatividade – Kevin Ashton

a_historia_secreta_da_criativi_1470135535602702sk1470135535bA História Secreta da Criatividade;
I.S.B.N: 9788543103969;
Páginas: 288;
Autor: Kevin Ashton;
Editora: Sextante;
Avaliação: 
Sinopse: Ao desvendar os mistérios da invenção, Kevin Ashton mostra que a criatividade é mais o resultado de pequenos passos do que de saltos extraordinários. Com histórias fascinantes, estudos desafiadores e texto brilhante, este livro é imperdível.” – Adam Grant, autor de Dar e receber. Quando pensamos nos grandes inventores e gênios criativos, muitas vezes temos a impressão de que seus feitos são resultado de um momento de inspiração. Imaginamos que Mozart ouvia suas composições inteiras na mente antes de escrevê-las, que Einstein desenvolveu a Teoria da Relatividade durante uma conversa informal e que Kandinsky pintava suas obras numa única tarde. Mas, na verdade, a criação está longe de depender da sorte, da simples inspiração ou de algum dom especial. Em A história secreta da criatividade, o professor do MIT, Kevin Ashton, mostra que o processo criativo é lento, complexo, espinhoso e repleto de falhas, frustrações e recomeços. Por meio de histórias reais e inspiradoras – como a do menino de 12 anos que fez a produção mundial de baunilha crescer no século XIX, da mulher que realizou as primeiras descobertas sobre o DNA e dos irmãos Wright dominando a arte de voar – Ashton explora algumas das grandes invenções da humanidade para revelar a surpreendente verdade por trás de sua concepção. Ao analisar a trajetória de grandes nomes das ciências, das artes e dos negócios, o autor mostra que a capacidade criativa é inerente ao ser humano. O que faz com que alguns deles se destaquem, no entanto, é um misto de perseverança, trabalho duro e dedicação. De Arquimedes à Apple, dos Muppets à latinha de Coca-Cola, este livro é uma apaixonante investigação sobre o surgimento das ideias – e mostra que todos nós somos capazes de colocá-las em prática.

A resenha de hoje é sobre um assunto que eu adoro trabalhar: criatividade! Quem trabalha com a criatividade sabe como é difícil renovar o estoque de ideias. Sempre há bloqueio criativo, além de outros fatores que dificultam no processo de criação (família, trabalho, relacionamento, humor…) e muitas vezes temos que forçar o nosso cérebro a funcionar.

Lembro que a alguns anos atrás comprei um livro de auto ajuda que listava formas de se concentrar e ser produtivo para ajudar no processo de inovação. Não consigo me lembrar do título e nem do autor, mas lembro de uma frase que dizia mais ou menos assim: “Criatividade é igual andar de bicicleta“. Como assim?

a-historia-secreta-da-criatividade-2

Criar não é fácil e temos vários exemplos para comprovar isso. Vou citar um bem antigo do período Paleolítico: Acham mesmo que os primeiros seres humanos, quando criaram as primeiras ferramentas básicas com o auxílio de pedras afiadas tiveram facilidade? Essas ferramentas ajudaram nossa espécie a começar a moldar o mundo com a caça e até mesmo a produção de roupas. E há muitos outros exemplos e nomes que comprovam que criar não é algo fácil: Henry Ford, Ludwig van Beethoven, Charles Darwin, Thomas Edison, Albert Einstein, Louis Pasteur entre muitos outros. 

Muitos acreditam que a criatividade é algo espontâneo e que não há sofrimento, suor, fracasso, erros, lágrimas, surtos ou desânimo antes de chegar no resultado final. A criatividade não é um dom, ela é uma construção.  E é exatamente isso que o Kevin Ashton mostra em “A história secreta da Criatividade“! No livro conhecemos pessoas que fizeram diferença, mas que nem por isso viveram de fama, sucesso, glamour e reconhecimento. Ele cita pessoas que não tiveram muito apoio e até mesmo material para trabalhar naquilo que acreditavam.

Com as histórias compartilhadas conseguimos compreender que a vida do criativo é árdua. Ele fracassa mais do que acerta (e quando acerta não consegue sentir que acertou). Sempre busca melhorias no processo e muitas vezes deixa de dormir, comer para concretizar seu objetivo.

É um livro que vale a pena ter na estante e ler sempre que se sentir desmotivado ou quiser buscar uma referência. É claro que o trabalho que realizo não se compara com os gênios citados no livro, mas me ajudou a refletir melhor sobre o meu esforço e que devo continuar fazendo aquilo em que acredito.

SORTEIO DO LIVRO
a-historia-secreta-da-criatividade-1

E para mostrar que eu realmente gostei do livro pedi para a editora Sextante me conceder uma edição para sorteio aqui no Sai da Minha Lente. Para participar é bem simples, basta clicar na foto acima que você será redirecionado para a foto oficial no instagram. É só seguir o meu perfil por lá e indicar 2 amigos (quantas vezes quiser) para participar.

Sobre o autor

ashton-photo_2010-jpg-180x270_q85_upscaleKevin Ashton é um pesquisador britânico do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Ele começou sua carreira comandando um trabalho pioneiro sobre identificação de produtos por radiofrequência e inventou a expressão “internet das coisas (IoT, na sigla em inglês). Kevin é cofundador do Auto ID-Center no MIT e criador de três start ups de sucesso. Seus textos sobre inovação e tecnologia foram publicados em veículos como The New York Times, The Atlantic, Quartz e Medium.com.

 

Leia também:

Quando Finalmente Voltará a Ser Como Nunca Foi -Joachim Meyerhoff

Clayci

Eu Amo Paris – Lindsey Kelk

Clayci

Sherlock: O Banqueiro Cego (Mangá #2)

Clayci

30 comentários

Clayci 23 de setembro de 2016 at 17:42

hahahahahahah
Boa sorte <3

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 15:44

Boa sorte *_*

Resposta
Clara Rocha 15 de setembro de 2016 at 13:14

Decidi participar do sorteio principalmente porque amei demais o que você escreveu aqui sobre o livro e sobre como estamos andando no caminho e na direção errada, se pensamos que criatividade é ago corriqueiro. Na verdade é todo um trabalho a ser desenvolvido e percorrer esse caminho muitas vezes não é nenhum pouco fácil. Como você escreveu ali, é algo que tem que ser construido e gera frustação e quando a gente consegue sempre bate aquela insegurança. Mas é isso que nos move não é mesmo ? ?

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 16:27

Ahhhh como eu fico feliz que tenha gostado da resenha e do livro, Clara *_* .. espero que consiga ganhar <3

Resposta
Carol 15 de setembro de 2016 at 07:49

Acho que nunca li um livro com essa tematica, e me interessei. Não só pro blog as vezes a criatividade para, mas na vida né. Tem dias que nem roupa colorida queremos usar porque ‘não estamos num dia bom!’ Fiquei super empolgadex com o sorteio e já estou participando!!!!

Que a sorte esteja do meu ladin né!

Beijoss

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 16:25

Sim, claro!
O livro mostra que não podemos desistir do que acreditamos <3

Boa sorte, Carol!!!

Resposta
Thatyane Alvarenga 14 de setembro de 2016 at 21:28

Oi, achei a premissa do livro interessante e pude perceber que a criatividade é o resultado de um trabalho arduo e continuo, onde aplica-se a dedicação e disciplina e fiquei curiosa e com vontade de ler para aprender mais. Dica anotada.
bjus

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 16:24

Fico feliz que tenha gostado da sugestão <3
Obrigada!!!

Resposta
kênia Cândido 14 de setembro de 2016 at 15:19

Oi Clayci.

Sua resenha mostrou que o livro realmente livro que vale a pena ter na estante e gosto de livros que aborda experiências de pessoas que fizeram diferença, principalmente em áreas diferentes. Será uma leitura bem interessante, além de ter uma capa maravilhosa. Dica anotada.

Bjos

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 16:21

Fico feliz que tenha gostado da resenha e se interessado pela leitura <3
Beijos

Resposta
AMANDA ALMEIDA 14 de setembro de 2016 at 11:07

Oi Clayci, tudo bem?
Eu acho incrível os designers e outras profissões como escritores, fotógrafos que trabalham com criatividade. Eu fico pensando, eu que sou blogueira, às vezes torro meus neurônios pensando em coisas legais pra falar, imagine alguém que depende disso pra viver? e é como você disse, uma pessoa que trabalha com isso sempre busca a perfeição, e nada menos que isso vai deixá-la satisfeita. Estou participando do sorteio e torcendo, pois gostei de mais da temática do livro.
bjus,
Amanda

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 16:19

Exatamente
É frustrante tirar conteúdo da onde não tem, menina..
ficar pensando no que falar e não conseguir ahuhaiuhauihaiuha

Boa sorte <3

Resposta
Fernanda Yano 14 de setembro de 2016 at 09:32

Olá!!

Eu não conhecia o livro e achei super interessante!
Também trabalho com a criatividade e às vezes tenho esses bloqueios que não consigo pensar em nada.
Adorei o post e claro que vou participar do sorteio.

bjs
Fernanda Yano
http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 16:15

Boa sorte Fernanda!!!!

Resposta
Natascha 13 de setembro de 2016 at 21:21

Clayci que incrível esse livro, adorei! Com certeza vai dar muitas dicas de como trabalharmos melhor nossa criatividade!! Vou participar já!! Ainda bem que vc me mandou um email pra falar sobre ele 😉 Bjooo

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 16:08

Oba!!! Boa sorte <3

Resposta
Dai Castro 13 de setembro de 2016 at 18:56

Muito interessante Clay! Acho que manter um blog por exemplo, é uma tarefa que exige muito da criatividade, sem contar em inumeras outras tarefas, concordo que seja algo que precisa ser trabalhado, praticado, construído… Antes achava que era uma especie de dom (que eu não tinha) mas depois que entrei nesse universo e inclusive o meu trabalho dependia bastante disso, percebi que é trabalho e prática sim! 🙂

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 16:08

Exatamente Dai!
É um processo trabalhoso e muitas vezes não estamos bem para atualizar nosso espaço né..

Resposta
Luly 13 de setembro de 2016 at 16:39

Eu tô dando sorte com sorteios de livros recentemente, então vamos ver se sai mais um!
Achei a capa desse livro LINDA, adorei as fotos que você fez dele (como sempre) e fiquei mega, mega, mega curiosa com as histórias que ele conta. Acho que não existe isso de mais ou menos criativo, mais ou menos talentoso… Acho que ninguém é medíocre, cada uma tem seu nível próprio de possibilidade pessoal de executar ou não uma coisa, por esse motivo acredito que devemos incentivar as pessoas a fazer aquilo que elas gostam e querem, SEMPRE!

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 15:31

hahahahah espero que vc ganhe!
Eu acredito que vc vai gostar muito da proposta do livro..
Tem muita história e curiosidade nele ^^

Resposta
Jéssica Coelho 13 de setembro de 2016 at 15:51

Que legal é um livro bem diferente, fiquei com vontade de ler!
Beijos
http://www.jessicarcoelho.com

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 15:31

É muito bom!!

Beijos

Resposta
Bruna WB 13 de setembro de 2016 at 15:43

Que bacana, Clayci. Eu costumava fugir de tudo associado à criatividade, e hoje meu trabalho principal, em sua essência, não exige muito disso, mas é impressionante como podemos dar saltos aos exercitarmos nosso lado criativo. Gostei muito da sua sugestão de leitura porque estou ocupando parte do meu tempo em aprender sobre vivências diferentes e incorporando muitas melhorias na minha rotina pessoal e profissional. Então, obrigada pela sugestão! 🙂
Beijos,
Bru

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 15:36

Fico muito feliz em saber que tenha gostado da resenha e o que livro tenha te interessado.
<3

Resposta
Jonas Monteiro 13 de setembro de 2016 at 14:52

Nossa excelente Artigo ! Estou adorando ler os artigos deste blog maravilhoso, sempre tem artigos fantásticos como este.

Parabéns !

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 15:42

Muito obrigada Jonas!!
Fico feliz que tenha gostado ^^

Resposta
Bruna 13 de setembro de 2016 at 12:51

Na verdade acho que são gênios os citados rsrsr mas ser criativo realmente é algo bem complicado. Você ter de ser criativo 1 ou 5 vezes num período de tempo maior não é fácil mas a gente contorna mas trabalhar com algo que requer criatividade é muito tenso, é exigido isso da gente da cada minuto e há dias que simplesmente aquela lâmpadazinha esta meio apagada. Já estou participando do sorteio rsrsrr e se eu não ganhar (mentira eu qro, eu preciso XD) vou ter de comprar pq igual vc disse Clay, há livros que precisamos ter <3 adorei! beijos linda!

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 15:45

hahahahaha sim, Bruna!
Mas no livro conta o processo de criatividade que eles tiveram antes de chegarem a genialidade ^^
O processo de inovação e as experiências frustrantes que tiveram..e o título de gênios que ganharam não foi em vida..

Beijos e boa sorte *_*
Beijos

Resposta
Marta Freitas 13 de setembro de 2016 at 09:59

Gostei da resenha e da proposta do livro, as vezes é tão difícil se manter criativo. Eu mesma tenho mais fases não criativas do que criativas, é realmente um trabalho árduo comigo mesma. Ler livros assim sempre me ajudam a sair do poço da falta de criatividade, o último que eu li foi o “Roube como um artista” e me ajudou muito, até hoje, quando bate aquela deprê…rs.
P.s: Fazia muito tempo que eu não visitava o seu blog, Clay… Adorei a reformulação do layout <3
Bjs.

Resposta
Clayci 15 de setembro de 2016 at 15:48

Roube como um artista é um livro que quero muito ler e vivo adiando a leitura…
E muito bom ter vc aqui de volta <3

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE