Image default
Home - A Deusa Cega – Anne Holt
Fundamento Policial Resenhas Literárias Suspense

A Deusa Cega – Anne Holt

deusa_cega_capa_okA Deusa Cega;
I.S.B.N: 9788539506460
Páginas: 344;
Autora: Anne Holt;
Editora: Fundamento;
Avaliação: 
Sinopse: O corpo desfigurado de um traficante de drogas. Um homem coberto de sangue vagando pelas ruas da capital da Noruega. E um advogado criminal de fama obscura assassinado com um tiro.
Três eventos aparentemente isolados instigam o faro apurado de uma investigadora sagaz e irônica, que junto com seu colega mergulha em um caso com poucas pistas e muitas perguntas sem respostas.
Em meio a boatos envolvendo advogados e o tráfico de drogas, mensagens codificadas e uma enorme rede de corrupção que pode chegar aos altos escalões do governo, a autora Anne Holt descreve uma teia de crimes e batalhas políticas na qual somente a deusa da Justiça pode se dar ao luxo de ter os olhos vendados.

Há alguma semanas atrás fiz resenha do livro 1222 e comentei na publicação a tristeza que senti quando descobri que se tratava do último livro de uma série. Só não fiquei tão magoada porque são histórias independentes, mas fiquei com vontade de conhecer mais a personagem criada por Anne Holt.  A Fundamento leu minha resenha e me enviou o primeiro livro da série “A Deusa Cega” para conhecer melhor a personagem.

O que posso adiantar é que valeu a pena! Em 1222 – por ser tratar do último livro – eu notei que a personagem estava cansada e que havia sofrido um acidente que a impossibilitou de continuar com sua carreira. E em “A Deusa Cega” eu já conheci uma personagem um pouco mais otimista e determinada. Vou falar um pouquinho dessa história e o porquê a recomendo.

A deusa cega 1

O mistério começa quando Karen Borg encontra o corpo de um homem com o rosto irreconhecível.  Já sabendo que seria testemunha do caso, ela recebe a notícia que seria a advogada do assassino. Logo nas primeira páginas descobrimos quem matou este homem, ele mesmo confessou o crime quando foi encontrado na rua todo ensaguentado. Karen só se torna advogada do assassino, porque o seu colega de profissão acaba falando demais na presença do suspeito.

O Suspeito é um holandês de 23 anos que se recusa a falar com qualquer pessoa além de Karen. Ele deixa claro que está assustado e que não quer ir para penitenciária por medo do que pode acontecer com ele lá dentro. Apesar de não gostar da ideia, a detetive Hanne Wilhelmsem acaba autorizando que Karen se torne sua advogada para conseguir algumas pistas. O problema é que Karem começa a sentir pena do suspeito! E quando Hanne percebeu que não teria muitas chances com ele, decidiu por conta própria procurar por outras pistas.

Ela começou a desconfiar – junto com o Håkon Sand – que este caso está relacionado com o assassinato de um advogado criminal que ocorreu semanas atrás.  Este advogado era famoso por defender clientes violentos e frios. A detetive desconfiava que este advogado estava envolvido com tráfico de drogas e que sua morte foi acerto de contas.

A deusa cega 2

Hanne estava desanimada porque não conseguia fazer nenhum tipo de ligação com as pistas que possuía. E no dia que decidiu ficar na central adiantando o seu trabalho, ela foi atacada e o ladrão levou todas as suas anotações do caso. E para piorar, o holandês surta dentro da cela e fica impossibilitado de colaborar com o mistério.

Não quero dar muitos detalhes, contudo preciso dizer que Anne Holt conseguiu me prender por completo nesta história! Em 1222 eu tinha ficado chateada porque desvendei o crime antes da hora e neste livro – apesar de ter em mente os culpados –  é no decorrer da história que vamos encaixando os fatos.

A deusa cega 3

Foi uma delícia ler a história. A forma que os personagens se relacionam e discutem sobre o caso é maravilhosa. Me senti no meio da investigação!

Finalmente eu consegui enxergar um pouquinho da Agatha Christie nesse livro! Recomendo fortemente para quem curte romance policial.

Alguém já leu?
Beijos

Leia também:

As letras do Amor – Paula Ottoni

Clayci

Minhas melhores leituras do ano (2017)

Clayci

Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática

Clayci

38 comentários

Números de azar - Anne Holt - Sai da MInha Lente 7 de janeiro de 2018 at 12:00

[…] que a conheci melhor nessa história. Tive problemas com a caracterização da personagem quando li A Deusa Cega. Hanne se mostrou uma pessoa fria, limitada e isso despertou a minha curiosidade para conhecê-la […]

Resposta
Clayci 18 de setembro de 2016 at 14:30

Acredito que sim Ste…
Eles só lançaram esses dois livros até agora e eles possuem o mesmo design e cores

Resposta
Dai Castro 6 de setembro de 2016 at 15:27

É legal perceber o amadurecimento de um personagem, né? Que bacana que a editora te enviou o primeiro livro da série! Deve ser uma história cheia de suspense, geralmente livros sobre investigações e crimes, costumam reservar uma boa cota de mistérios! Beijos!

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 12:48

E como…
No livro que resenhei anteriormente, apesar de ter mistérios, não consegui me senti tão presa.
Mas nesse.. eu amei <3

Resposta
Lilian Moraes 5 de setembro de 2016 at 09:28

Se tem um pouco de Agatha Christie no livro já gostei ahhahaha, sou muito fã de livros de detetives e assassinatos. A história parece interessante e situada num lugar onde não costumo ler muito. Sempre leio livros americanos ou ingleses.

Beijos
http://orangelily.com.br/

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 13:59

Então eu acredito que vc vai gostar bastante da história <3

Resposta
Duds 5 de setembro de 2016 at 01:20

Não fazia ideia desse livro! Fiquei muito curiosa, amo romances policiais. Fotos incríveis como sempre <3

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 14:06

Esta história está demais !!!

Resposta
kênia Cândido 4 de setembro de 2016 at 21:11

Oi Clayci.

A história parece ser muito boa, pois sua resenha despertou meu interesse pelo livro. Eu não conheci a história e suas fotos ajudou bastante porque ficaram bonitas. Vou adicionar na minha lista de desejados, porque quero conhecer a escrita da Anne Holt. Tomara que eu fique bem empolgada como você demonstrou na resenha. Dica anotada.

Bjos

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 14:07

Oi Kênia!
Fico feliz que tenha gostado da resenha e das fotos.. e leia sim, assim que tiver oportunidade.
Ela é maravilhosa!

Beijos

Resposta
Beatriz 4 de setembro de 2016 at 20:37

Adorei a resenha, mas mais ainda as fotos! <3 Fiquei muito interessada no livro, faz um certo tempo que não leio um do gênero e já fiquei com vontade de acompanhar o mistério. Parece ser daqueles livros que você devora!

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 14:13

Aiii que bom que gostou das fotos *_*
E quero muito que vc leia a história quando puder <3

Resposta
Luly 4 de setembro de 2016 at 16:54

Que amor a editora ter te mandado o primeiro livro, gente!
Eu tenho que parar de ler as resenhas de romance policial desse blog porque fico com vontade de ler TUDO! É difícil ficar sabendo de uma história envolvente assmi e não descobrir o final, e ao mesmo tempo é o tipo de livro que não rola de correr atrás de spoiler porque estraga tudo!
Suas fotos ficaram incríveis como sempre, Clay!

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 14:19

hhahaha sim!!!
Não adianta querer pular as páginas porque perde toda a magia.
Eu gostei muito do livro <3

Resposta
Michele Lopez 4 de setembro de 2016 at 10:39

Olá,
Ainda não li nenhuma das obras, mas fiquei encantada com as fotos que você tirou! Ficaram excepcionais e de tirar o fôlego.
Não costumo ler muitas obras do gênero, mas estou tentando dar uma chance e tenho me surpreendido!
Gostei muito da resenha e fiquei curiosa para desfrutar também de toda essa discussão acerca do caso e fiquei muito feliz que você disse que simplesmente parecia que você estava junto na investigação. Parece ser uma escrita bastante envolvente.

http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 14:28

Oi Michele!!!

Eu amo romances policias, por isso é muito fácil eu me prender na trama. Mas a autora tem um poder muito grande de chamar atenção com suas descrições. <3
Muito obrigada pelo comentário

Beijos

Resposta
Ane Reis 3 de setembro de 2016 at 23:02

Oie Clayci =)

Não conhecia o livro e nem a autora, mas eu adoro livros de investigação. Gosto de colocar meu lado Sherlock em ação rs…
Eu li muito os livros da Agatha na minha adolescência, mas com o passar do tempo andei me afastando um pouco do gênero. Porém, depois de ler a sua resenha acho que preciso voltar a ler mais mistérios rs… Deu saudades.

Beijos;***

Ane Reis.
mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
@mydearlibrary

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 14:31

hahahahahahah
Amo me sentir o Sherlock nesses livros Ane!!

Resposta
Nana 3 de setembro de 2016 at 21:53

Olá,
Eu adoro livros do gênero e não conhecia esse.
Fiquei super curiosa e achei essa capa linda. E melhor, que dá pra ler separado né? Adoro séries assim.

tenha um ótimo domingo.
Nana – Obsession Valley

Resposta
Clayci 7 de setembro de 2016 at 14:33

Sim!! Dá pra ler separado e achei isso muito legal <3

Resposta
Brena peres 3 de setembro de 2016 at 12:16

um livro interessante! sobrando dinheiro no proximo mês , irei comprar e te conto como foi minha experiencia com o livro. bjs bjs
http://beperes.blogspot.com.br/

Resposta
Clayci 3 de setembro de 2016 at 16:22

Oba! Espero que vc curta a leitura <3

Resposta
Sheyla - DMulheres 3 de setembro de 2016 at 10:46

Clayci
Pelo título, pouca coisa se sabe, achei que era algo completamente diferente. Eu amo romances policiais! Amo Agatha Christie e nunca desvendo nenhum mistério antes que acabasse o livro hahahah . Amei a resenha, bastante interessante e me deu muita vontade de lê-lo. Como sempre suas fotos são perfeitas e coerentes com o livro.
Beijos e um bom final de semana!
? Blog DMulheres ? Instagram ?

Resposta
Clayci 3 de setembro de 2016 at 16:24

Leia assim que tiver oportunidade *_*

Beijos

Resposta
Clara Rocha 3 de setembro de 2016 at 00:47

Eu amo livros ed investigação! AMO. São os meus favoritos, eu já li alguns muito livros! Mas acredite se quiser, eu NUNCA tinha ouvido falar da Anne Holt! Socorro, qual é o meu problema ?! É muito legal saber que a detetive é uma mulher. Isso é muito legal. Fiquei animada para ler o livro, principalmente por eu gostar tanto desse estilo, e por saber que é uma série e que vou poder ter uma dose maior. Um dos meus livros favoritos de suspense, ação e investigação é um livro, em que o detetive só aprece naquele livro. E tipo, como assim ??? quero uma dose maior de detetives, afinal Poirot começou tudo isso. Então não me satisfaço com um livro unico. hehehe
Gosto de mistérios assim! *-* adicionado a lista dos livros desejo!

Resposta
Clayci 3 de setembro de 2016 at 16:26

Eu tbm não conhecia a autora antes do livro 1222 que li mês passado.
E achei ela maravilhosa <3

Resposta
Mila 2 de setembro de 2016 at 21:49

Esse vale muito a pena então, Clay!
Ai mais um para minha lista… ai meu bolso…
Bjs

Resposta
Clayci 3 de setembro de 2016 at 16:27

hahahahaha <3

Resposta
Poly 2 de setembro de 2016 at 21:42

1. AMEI a foto que postou no Instagram (a primeira). Ficou muito maravilhosa e só por ela eu quis ler o livro.
2. Adoro romances policiais! Acho que gostaria muito da trama.
Vou adicionar na wishlist. Certeza de que vai me conquistar 🙂
Bjuxxxxx

Resposta
Clayci 3 de setembro de 2016 at 16:32

Poly recomendo muitooooo
Espero que vc leia assim que tiver oportunidade!!

Beijos

Resposta
Mari 2 de setembro de 2016 at 20:03

Amei suas fotos, como vc é talentosa <3
Eu não curto muito esse tipo de leitura, acho pesada… Sou mais estilo fantasia ou comédia.
Quando li o título imaginei outra história hahahaha
http://passaro-de-inverno.blogspot.com.br/

Resposta
Clayci 3 de setembro de 2016 at 16:32

Ahh eu tbm amo fantasia *_* <3

Resposta
Pâmela Possani 2 de setembro de 2016 at 19:00

Minha queridona Clay <3
Coomo vai meu bem? Ja sabe que amo suas fotos, sim,claro e essa deusa cega divando aí em cima? Super amadorei hahah
Essa pegada de Agatha Christie resolver misterios e personagens que desenvolvem bem confesso que super me chama a atenção Clay
Eu nunca resolvo os iterios antes da hora KKKK
ah bienal… <3 pena que fui um dia antes mas é muito bom né?
Um beijo!
Pâm – http://www.interruptedreamer.com

Resposta
Clayci 2 de setembro de 2016 at 19:51

Espero poder te encontrar em outro evento em breve, viu??
SE VIRAAAAA rs

E SIM! Ela conseguiu me prender nessa história..
Tentei dar uma de Sherlock, mas não deu muito certo não rs

Beijo

Resposta
Ana Claudia 2 de setembro de 2016 at 18:53

Gente, que suspense. Pelo nome do livro eu não sei se o leria, mas agora lendo sua resenha fiquei bem curiosa!
Sou muito fã de seriados policiais, mas ainda não comecei as leituras desse gênero. E talvez esse seja um bom livro para começar, pelo menos foi isso que me pareceu!
🙂

Resposta
Clayci 2 de setembro de 2016 at 19:52

A leitura é bem detalhada e gostosa..
Se quiser da uma chance, recomendo..
Esse é o primeiro livro da série.. Mas mesmo que comece pelo outro, não vai te atrapalhar por ser série independente.

Resposta
Adriel Christian 2 de setembro de 2016 at 16:55

oi, oi.

confesso que não sou muito fã de histórias com muito mistério, mas desde que li “o chamado do cuco”, da J.K., comecei a curtir mais esse estilo literário. gosto tbm muito da Agatha. apesar de usar muitas palavras rebuscadas, as histórias são ótimas. <3

não conhecia a Anne, mas vc falou tão bem dos livros delas q me bateu até uma curiosidade de ler "a deusa cega", principalmente por envolver o mundo do direito no meio. <3

bjs!
Não me venha com desculpas

Resposta
Clayci 2 de setembro de 2016 at 18:23

Sim!!! A história é bem envolvente Adriel <3

Resposta

Deixe um comentário

* Seu comentário irá para aprovação

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE