Comportamento

30 é realmente a idade do sucesso?

Lembro que quando assisti De repente 30 pela primeira vez, eu tinha uns dezesseis anos. E aquela famosa cena em que a Jenna diz que 30 é a idade do sucesso ficou na minha cabeça. Assim como a personagem eu também queria saber como era viver “a melhor fase da vida”. Pois bem, cheguei aos 30 (e sem o Mark Ruffalo)!

A minha intenção era listar 30 conquistas nessa publicação. Mas fiquei com medo de não conseguir preencher a lista (ou estou apenas sendo modesta em não querer esfregá-las na sua cara – você nunca vai saber a verdade HA HA HA). O fato é que, assim como a Jenna, eu também acreditava que as pessoas, nessa idade, sabiam o que queriam da vida.

Se eu dissesse que me imaginava casada e com filhos, estaria mentindo. E olha que o que mais teve, foram pessoas dizendo que meu futuro seria este. No entanto, eu me imaginava com o emprego dos sonhos, mesmo não fazendo ideia de que profissão iria seguir. Me formei em um curso que não queria e atuei em uma área que só gerou estresse.. Valeu a pena? Só vou dizer que sim porque minhas contas foram todas pagas nesse período.

Toda madura nessa foto com chifres de unicórnio.

Olhando assim eu parecia tão ingênua, né? Quem vê pensa que não surgiu inúmeras pessoas no caminho querendo esfregar a minha cara na realidade. Cresci, conheci e convivi com várias pessoas que fizeram questão de provar que os meus sonhos não tinham valor. E a única coisa que eu pensava era “não vou ser assim” e adivinhem? Me tornei naquilo que eu mais temia hahahaha.

Brincadeira, brincadeira. Mas isso tudo é só pra pedir que você esqueça aquela famosa frase que “a vida começa aos trinta” porque não é verdade. Eu não sei quanto à vocês, mas eu continuo tão perdida como aos 16 (até rimou). Ainda não sei o que quero para a minha vida e tudo bem você também não saber o que você quer da sua.

Sei que pode parecer doloroso, mas  está tudo bem mesmo! Tudo bem você não decidir se quer ser advogada ou modelo. Tudo bem abrir mão de um projeto que não vai pra frente. Tudo bem desistir do seu emprego. É só você que pode definir o seu caminho. As escolhas estão aí porque elas são opções, não determinismos. Ninguém pode te desmerecer por causa das suas preferências.

30 não é necessariamente a idade do sucesso! Acreditar que a idade possa ser uma maneira de nos motivar a realizar aquilo que acreditamos é algo maravilhoso, porém quando a idade se torna um obstáculo para realização desses objetivos é algo preocupante. Em qualquer fase da sua vida, você é o responsável pelo seu sucesso ou fracasso.

E se mesmo assim você estiver preocupado com a sua idade, lembre-se que:

  • Quando a Coca-Cola foi criada, John Pemberton estava com 55 anos.
  • Harrison Ford estreou como Han Solo com 31 anos.
  • Stan Lee deu vida ao seu primeiro quadrinho aos 39 anos.
  • Susan Boyle ficou conhecida mundialmente aos 47 anos ao interpretar “I dreamed a dream”, trilha da peça “Os Miseráveis” em um programa de TV.
  • Henry Ford apresentou o Ford Model T, em 1908, quando já tinha 45 anos.
  • Charles Darwin escreveu o seu livro revolucionário: “A Origem das Espécies”,  que introduziu o conceito de seleção natural aos 50 anos.
  • Vera Wang só entrou no mundo fashion depois dos 40.
  •  Vincent van Gogh só começou a pintar quando tinha 27 ou 28 anos (e seu maior reconhecimento foi póstumo).

Estou feliz com meus 30 anos.
<3

Leia também

Anormal ou Incomum?

Diego Lorenzo

O que eu aprendi com os livros de fantasia

Clayci

Jogando Life Is Strange pela segunda vez e fazendo as mesmas escolhas

Clayci

34 comentários

iza 25 de maio de 2018 at 21:58

Oi Clay!
Ah cara, tô chorando aqui! Acho que tirei o dia perfeito pra ler seu blog! Eu tô quase chegando nos 30 – faltam 3 anos pra isso, mas o tempo voa né –
Eu me sinto muito atrasada em relação as minhas escolhas para o que quero na vida e muitas vezes fico muito, mas muito frustrada comigo mesma, a vontade é de morrer. (literalmente) – Entrei em depressão por conta disso e de outras frustrações, mas tô tomando os remédios tudo certinho (risos).
Eu comecei a trabalhar cedo, já cursei adm mas não terminei, mudei pra arquitetura e não terminei e em 2017 resolvi fazer design, ainda estou fazendo e tô gostando, mas me sinto muito velha, a coroa da turma e é chato isso, embora o pessoa seja incrível <3. Não sei como será minha vida aos 30 e eu tenho essa coisa de que é a idade do sucesso, mas sucesso é relativo né, depende do que buscamos e meu problema é que eu não sei o que busco, me sinto muito passageira em tudo que faço.
Vou encerrar aqui pra não me prolongar muito, pois daria uma grande conversa hahahaha.
Contudo eu adorei seu post, foi tipo um abraço. <3

Responda
Clayci 29 de maio de 2018 at 08:59

Vc disse tudo: é relativo.
Isso é uma discussão constante nas minhas consultas: Não sei o que quero, me sinto passageira tbm.

Antes eu me sentia super culpada quando encontrava uma pessoa que com minha idade já tinha: carreira, família. Me batia um desespero! Mas hoje entendo (mesmo que não entendendo haha) que cada um tem seu ritmo e o importante é não ficar parado.

Beijos

Responda
Aline Amorim 15 de maio de 2018 at 15:27

Amei esse post! Idade não importa mesmo..
Gostei das curiosidades. Beijos

Responda
Clayci 24 de maio de 2018 at 15:26

Obrigada, Aline <3

Responda
Lorena 14 de maio de 2018 at 20:39

Oi.
Acho que é bem relativo essa coisa de se encontrar, se aceitar e finalmente saber o que quer, conheço meninas muito novas mas tão decididas já outras (eu por exemplo) não sei nem onde estou hahaha, só acho que cada um tem seu tempo, uns mais devagar outros mais rápido. O importante é tentar não enlouquecer e viver a vida, belo texto muito verdadeiro. bjs.

Responda
Clayci 15 de maio de 2018 at 13:27

HAHAHAHAH Eu faço parte da estatística de quem não sabe onde está tbm.
Mas concordo com vc, cada um com seu tempo e suas conquista.

Beijos e muito obrigada

Responda
Ana Caroline Santos 13 de maio de 2018 at 16:52

Que bela lição em forma de texto temos aqui. Realmente vivemos num mundo em que pré-determina idades para alcançar isso/aquilo e cara, a vida é de cada um hahaha Hoje cada vez mais as pessoas colocam em nossas cabeças alcançar o sucesso o quanto mais cedo, e não sabem que cada um tem seu ritmo, tem sua linha de aprendizado. Dou mais valor o que aprendi, o quanto cresci pessoalmente do que conquistei materialmente. Ser feliz, sozinha ou casada, com filhos ou sem filhos, depende de nós sem interferência da idade. Adorei mesmo a postagem <3
Beijos,
http://diariasleituras.blogspot.com.br

Responda
Clayci 15 de maio de 2018 at 13:28

E eu adorei seu comentário, pois ele complementou o meu texto. <3
Muito obrigada, Ana..

Beijos

Responda
Bia 13 de maio de 2018 at 13:32

Concordo com tudo o que você escreveu! A vida não começa aos 30 e sim quando ela tem que começar, não importa a idade! O problema é que somos criados para ser um padrão que a sociedade impõe: casada, com filhos, etc. Muitas vezes as pessoas são frustradas e com isso nos contagiam com suas negatividade e o importante é não se abalar e seguir em frente com o que acreditamos!
Eu tbm fui indecisa por alguns anos da minha vida, achando que não tinha escolhido a carreira certa, aos 30 bateu aquele desespero por achar que teria que ter filhos, pois estava ficando velha. Hoje tenho 31 e continuo não querendo ter filhos e azar de quem não goste! Também estou feliz com minhas escolhas (e com a carreira tbm), pois finalmente entendi que a gente se acha, não importa a idade!

bjão!

Responda
Clayci 15 de maio de 2018 at 13:29

Infelizmente tudo o que vc falou é verdade Bia =/
Vivemos em uma sociedade que determina cada passo que você dá.

Amei seu comentário.
Muito obrigada

Responda
Beatriz Andrade 9 de maio de 2018 at 20:13

Eu amo o filme De Repente 30!!!
Eu estou com 29 anos e chegar aos 30 não era nada daquilo que eu imaginava lá nos meus quinze aninhos. Quando embarquei na vida profissional eu pensei que aos 30 fosse estar completamente perdida. Embora não esteja tão perdida assim como eu esperava, eu já consegui realizar muitos dos meus sonhos. Estou a poucos períodos de concluir a faculdade e é muito gratificante isso, mesmo que seja aos 30, pra mim isso é muito de muito orgulho.

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:23

Esse filme é maravilhoso!
Eu fico pensando nisso, sabe? Não consegui realizar nem metade das coisas que eu queria quando chegasse aos 30, porém sou grata por todas as minhas conquistas <3

Responda
Camila de Moraes 9 de maio de 2018 at 17:30

Olá!
Já estou nos 33 anos e confesso que adoro a casa dos 30. Apesar de começar a questionar algumas coisas da vida, hoje vejo com mais clareza situações das quais não percebia antes e dou mais importância a outras.
Acho que é natural nos questionarmos e uma coisa é certa, estaremos sempre pensando a cada década tudo o que fizemos até aqui.
Que essa nova jornada seja trilhada com muita felicidade!
Beijos!

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:26

Oi Ca! Muito obrigada pelo comentário. <3
E concordo com vc, sempre vamos nos questionar sobre nossas escolhas <3

Beijos

Responda
Viviane Dutra 8 de maio de 2018 at 21:24

Oi Clayci, primeiramente, parabéns por ter chegado aos trinta tão linda e com carinha de no máximo vinte. Eu também não acho que trinta seja a idade do sucesso, já passei faz um tempinho e ainda não me encontrei completamente.
Adorei teu post, muitas tem vergonha de contar a idade, mas trinta anos é uma idade linda, com ou sem sucesso.
Bjos
Vivi
http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:31

Oi Vivi! Muito obrigada pelo comentário <3

Responda
Jis Rocha 8 de maio de 2018 at 18:03

Ola
Realmente a idade não imposta, eu também me imaginava bem diferente do que sou hoje, nunca pensei que teria que abrir mão de tudo, do meu futuro bem e aposentada para cuidar de uma filha especial, abrir mão dos meus sonhos na época (10 anos atras, hoje ela tem 12 anos), me fez pensar por 10 minutos que minha vida seria um fracasso, mas não. Não foi da forma que eu pensava, mas tive sucesso, ou melhor, eu e ela tivemos .
É uma outra forma de ver a vida e hoje, com 32 anos , claro que sinto falta de muitas coisas que planejei e ficaram no passado, mas faço de tudo para ser feliz com o que sou e tenho.
Adorei seu post, e como no filme, espero poder ter a minha casa dos sonhos.
Bjus

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:34

Nem sempre as coisas saem como planejamos, mas isso é muito bom.
Tenho certeza que vc conquistou MUITAS coisas e que é muito feliz com a vida que tem hoje <3

Responda
Angela 8 de maio de 2018 at 16:01

Parabéns, tô chegando aos vinte e cada vez mais penso assim “comassim ontem tava fazendo dois dígitos, chamava o 10 assim”, mas realmente, tem horas que eu penso que a faculdade que estou fazendo não é o que eu quero pra vida, mas tudo bem não saber o dia de amanhã, a gente só vive um dia de cada vez :*

http://a-cacheada.blogspot.com.br

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:36

Isso mesmo, vivemos um dia de cada vez <3

Muito obrigada pelo comentário Angela

Responda
Dai Castro 8 de maio de 2018 at 15:10

Eu já fui muito paranoica com relação a idade, hoje levo isso de maneira mais leve, embora estar me aproximando dos 30 seja um tanto quanto assustador, mas idade não pode ser uma coisa que nos impeça de continuar crescendo e seguindo em busca de nossos sonhos, isso tudo é imposição do social, e infelizmente, acabamos ficando sobrecarregada com tantas cobranças e manuais de como temos que estar ou como devemos agir em determinada idade.
Ainda temos tanto para viver, tantas coisas boas e realizações! Te desejo tudo de bom e que essa fase seja a melhor <3 Um beijo!

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:39

Muito obrigada, Dai <3
Fico muito feliz em saber que cheguei nessa idades com amizades incríveis como a sua *_*

Responda
Lia Braga 8 de maio de 2018 at 11:21

Postagem incrível ! Acho que ninguém está atrasado ,estamos só nos descobrindo no nosso próprio tempo , sendo jovem ou avançado em idade , uma hora iremos nos descobrir , e quando a gente chega lá ainda temos tanto pra viver e aprender haha é o ciclo sem fim haha Amei o post <3

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:42

Lia muito obrigada pelo comentário <3
E concordo com vc!!

Responda
Nara Dias 8 de maio de 2018 at 06:56

Clayci parabénsssss… Cada dia é uma dádiva, cada ano é uma conquista. Entendo que nossa vida é feita de escolhas diárias, que por mais simples e novas que pareçam tem o poder de mudar radicalmente nosso futuro. Inseguranças e incertezas fazem parte dela e são naturais. Também estou nessa faixa etária e afirmo que é isso aí, o sucesso é ter sonhos e lutar por eles Quem vive uma vida sem objetivos, vive desnorteado. Então bora fazer uma lista e buscar a realização de cada um, por mais que eles mudem a casa dia, nossa experiência faz com que seja preciso redirecionar. Parabéns por suas reflexões e SEJA FELIZ. Beijos

Nara Dias
Viagens de Papel

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:45

Oi Nara <3 Amei o seu comentário e concordo com tudo que vc disse.
Muito obrigada pela mensagem.

Beijos

Responda
Beatriz Cavalcante 7 de maio de 2018 at 18:08

Eu achava que na idade que eu tô eu já estaria morando sozinha numa casinha bonitinha, ia ser bonita igual aquelas mulheres que a gente vê na paulista no horário do almoço e teria um emprego onde eu podia comprar coisas e fazer o que eu quisesse, maaaaas… HAHAHA

Tô feliz do jeito que eu estou. Queria que fosse diferente mas acho que não vale a pena a gente se cobrar tanto e colocar tanta pressão só porque fulaninho com essa idade ja tinha feito isso e aquilo. Vamos fazendo a nossa parte e uma hora da tudo certo.

Ah, e eu amei muito sua festa! Acabei de enviar um email pra menina do bolo. Obrigada pelo contato. <3

Responda
Clayci 13 de maio de 2018 at 12:47

Ahhhhhhhh fiquei super feliz com o seu comentário.
Espero que consiga contratar a Rose, ela é uma boleira maravilhosa e o trabalho dela é lindo demais.

Muito obrigada
Beijos

Responda
Grazy Bernardino 7 de maio de 2018 at 16:55

Faço 30 esse ano. E eu tenho uma relação com essa idade da mesma forma como você a expôs aqui. Acredito que não devemos nos apegar aos números, mas nos momentos e possibilidades. Feliz aniversário Clay, sua maravilhosa! Que o universo te proporcione tudo o que há de melhor!

Responda
Clayci 15 de maio de 2018 at 10:22

Grazy sua maravilhosa. Muito obrigada <3

Responda
Emy 7 de maio de 2018 at 12:53

Aos 11 anos, eu achava que com 18 já estaria morando sozinha. Com 18, achei que estaria profissionalmente realizada aos 25. Hoje, com 27, parei de achar que idade é determinante para alcançar alguma coisa. Como você disse, nosso sucesso ou fracasso é responsabilidade nossa, independente da idade que temos!

Um beijo <3
Meraki | Emy Teranishi

Responda
Clayci 7 de maio de 2018 at 13:58

Obrigada Emy <3

Responda
Livia 7 de maio de 2018 at 10:18

adorei esse post! eu acabei de fazer 32 e acho que realmente quem faz nosso destino, seja como for é a gente! acho que na faixa dos 30 a gente já aprendeu a lidar com algumas questoes que incomodavam mt antes, mas ainda temos mt a aprender!!

http://www.tofucolorido.com.br
http://www.facebook.com/blogtofucolorido

Responda
Clayci 7 de maio de 2018 at 13:58

Muito obrigada Livia.

Concordo com vc =D
Eu não trocaria minha fase atual pela minha adolescência, por exemplo.

Responda

Deixe um comentário

* Seu comentário será enviado para aprovação.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE