385796-jpg-r_640_600-b_1_d6d6d6-f_jpg-q_x-xxyxxThe Crown
1ª Temporada;
10 episódios;
Gênero: Drama, Biografia, Historia;
Sinopse: A trama é focada nas audiências semanais realizadas entre a rainha Elizabeth II e os primeiros-ministros ingleses, de 1952 até os dias de hoje. O roteiro foi escrito por Peter Morgan (A Rainha) e Stephen Daldry (As Horas). Baseado na peça The Audience, encenada por Hellen Mirren.

Quando fiquei sabendo da estréia de The Crown na Netflix fiquei animada para assistir por dois motivos: O primeiro é porque a série aborda a vida da Rainha Elizabeth II a partir de seu casamento com Philip – que é o meu segundo motivo. Matt Smith interpreta um homem apaixonado que sofre ao ver a “transformação” da sua esposa.

Apesar de serem esses os motivos que me convenceram a iniciar a série devo dizer que fiquei apaixonada pelo todo. O elenco, a fotografia, a história, enfim tudo está maravilhoso e nem sei por onde começar.  Na verdade, sei sim! Já iniciamos a série com uma introdução espetacular. A abertura traz uma trilha sonora intensa que assombra, para ser sincera senti que a trilha se comunica com a gente.

maxresdefault

Agora eu vou tentar te convencer a assistir “The Crown” com 3 motivos que chamaram a minha atenção.

1 – A HISTÓRIA

The Crown narra a história da família Real, mais precisamente sobre a vida da Rainha Elizabeth II quando se casa aos 21 anos com o Philip (Duque de Edimburgo). Em cada episódio vamos entendendo a importância dos monarcas e acompanhando a transformação da rainha ao assumir a coroa e o trono. A série foi produzida em 10 episódios e a expectativa é termos 6 temporadas. Cada episódio conta com 60 (sessenta) minutos, mas nem sentimos o tempo passar quando assistimos.

Ver a coroação precoce da Rainha Elizabteh II faz com que a gente reflita sobre suas decisões e entenda sobre a sua imparcialidade com alguns fatos.  Depois que o Rei George VI faleceu, Lilibet se viu obrigada a assumir uma posição para a qual não estava preparada e a deixar de lado a sua vida pessoal para assumir o papel Real.  E quando falo sobre deixar sua vida pessoal de lado, entenda que ela realmente teve que fazer isso. Ela se casou com Philip por amor, mas sua função fez com ele ficasse de escanteio, sendo preciso consultar o governo para qualquer escolha que fizesse envolvendo sua família.

O que posso dizer é que cada episódio é uma aula de história! A diferença é que podemos apreciar os fatos com uma produção incrível. A história sobre a monarquia britânica não é só por questões políticas vindas do Gabinete, mas também pela geopolítica da época. Temos uma Inglaterra – recém saída da guerra – quebrada. O status do Império Britânico deixa de existir e vemos o esforço para que isso não aconteça.

2 – O ELENCO

landscape-1452114078-elle-the-crown-index

A escolha do elenco não poderia ter sido melhor! Quem interpreta Elizabeth II é a atriz Claire Foy e foi fácil enxergar a rainha nela. Ela interpreta o papel de uma mulher – que é mãe, irmã, filha e esposa – e que por mais que entenda que pode representar o futuro, precisa deixar o passado intacto. Ela sabe ser expressiva sem ter hesitação em sua voz!  E como eu amo Doctor Who e amei o Matt Smith como 11º Doctor, não foi difícil gostar do papel dele nessa série. Philip é um homem apaixonado que acompanha a transformação da sua esposa e sofre muito com isso. Ele teve que abrir mão de várias conquistas, sendo deixado de escanteio e a sua atuação nos convence sobre o seu sofrimento. Temos vários personagens importantes e que mereciam ser citados nessa publicação, como a Princesa Margaret e o Duque de Windsor, sem falar do primeiro ministro Winston Churchill, um dos maiores estadistas do século XX e responsável por manter o mundo longe dos nazistas.

3 – FOTOGRAFIA

É incrível a forma que utilizaram a câmera para nos contar a história. As cores conseguem transmitir o que cada personagem sente. São vários detalhes! A iluminação foi trabalhada de uma forma que acompanha os movimentos dos atores. Conseguimos enxergar o poder e a superioridade do personagem com a iluminação do ambiente, da mesma forma em relação às fraquezas.  E quanta luz natural! Realmente fiquei apaixonada por cada detalhe.

499785-jpg-r_640_600-b_1_d6d6d6-f_jpg-q_x-xxyxx

Agora estou aqui (toda ansiosa) esperando pela segunda temporada! Comecei a assistir a série sem muitas expectativas e terminei apaixonada pela obra. Se você ama a Inglaterra e história, recomendo que inclua The Crown em sua lista.

Beijos

Comentários

Comentários